Conecte-se conosco
spotify-player

Aplicativos

Quantos plays são necessários no Spotify para um artista ganhar o mesmo que um álbum vendido no iTunes?

Saiba quantos plays são necessários no Spotify para um artista ganhar o mesmo que um álbum vendido no iTunes?

spotify
No final do ano passado a cantora Taylor Swift iniciou uma grande polêmica com o Spotify. Além de ter escrito para o The Wall Street Journal afirmando que o streaming de música estava minando os ganhos dos artistas, ela retirou toda a sua discografia do serviço.

Pouco depois Daniel Ek, CEO do Spotify, publicou um artigo defendendo o modelo de negócios e revelando que os artistas mais tocados do serviço, como Taylor Swift, arrecadam mais de US$ 6 milhões por ano, individualmente.

taylor-swift

Taylor Swift

Mas, e para aqueles que não entram nesse hall dos mais tocados? Quantos plays são necessários no Spotify para um artista ganhar o mesmo que um álbum vendido no iTunes? O usuário do Reddit, SirSparrow – que se identificou como artista independente – revelou alguns números.

Segundo ele, são necessários entre 200 e 600 execuções de um álbum completo para chegar ao mesmo lucro de uma venda do mesmo álbum no iTunes. Ele foi bem justo nas contas, levando em consideração que a Apple leva 15% da venda do álbum e o distribuidor outros 15%, além dos royalties pelos covers.

No total, a venda de um álbum no iTunes renderia algo entre US$ 4,50 e US$ 7,00. O número indicado de 200 a 600 execuções no Spotify geraria o mesmo lucro.

O usuário ainda fez algumas observações interessantes. O artista que possui contrato com gravadora consegue obter ainda menos lucro do Spotify. Não apenas pelo fato do artista precisar quitar seus débitos com a gravadora, mas também pelos contratos que elas possuem com os serviços de streaming.
spotify-player
O Spotify tem uma página voltada para os artistas, para explicar os detalhes sobre a transmissão. Segundo a empresa, eles pagam em média US$ 0.006 e US$ 0.0084 por cada stream.

No entanto, a conta é bem mais complicada do que essa, uma vez que os pagamentos dependem de uma série de fatores, como o país no qual a música está sendo executada, a porcentagem de usuários premium em relação ao total de usuários, a taxa do royalty de um artista, entre outros fatores.

Serviços como o Tidal, que não oferecerem nenhum tipo de assinatura gratuita, prometem mudar o cenário para os artistas. Um dos motivos pelos quais o Spotify paga mal é o modelo freemium, que permite que os usuários ouçam músicas gratuitamente, sendo interrompidas por anúncios publicitários de tempos em tempos.

Marcar presença em serviços de streaming não é a melhor forma de fazer dinheiro com música. Mas essas plataformas são ótimas para impulsionar novos artistas.

19, estudante de Comunicação e Multimeios na PUC-SP. Curioso e apaixonado por tecnologia, escreve sobre o tema há cinco anos.

Comentários

Mais de Aplicativos

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top