Connect with us

Android

Teste de UIs: as melhores interfaces de usuário para smartphones

Em conversas com a nossa equipe de autores do Showmetech, tentamos definir qual é a melhor Interface do Usuário ou UI (User Interface) dos smartphones atuais. Afinal, muitos bons smartphones, com hardware de qualidade, podem ser mal aproveitados se o fabricante inclui neles uma interface pobre de recursos, cheia de bugs e defeitos.

Do outro lado, uma UI bem elaborada pode melhorar até um smartphone mais antigo. Veja abaixo nossas impressões:

Em conversas com a nossa equipe de autores do Showmetech, tentamos definir qual é a melhor Interface do Usuário ou UI (User Interface) dos smartphones atuais. Afinal, muitos bons smartphones, com hardware de qualidade, podem ser mal aproveitados se o fabricante inclui neles uma interface pobre de recursos, cheia de bugs e defeitos.

Do outro lado, uma UI bem elaborada pode melhorar até um smartphone mais antigo. Veja abaixo nossas impressões:

Android Padrão: o sistema padrão do Android já possui uma interface bem evoluída, com os tradicionais widgets, telas e a barra de notificações. Com a nova atualização 2.3, a barra de notificações ganhou a cor preta. Pode-se dizer que é uma interface muito bem adaptada às telas sensíveis ao toque. Normalmente, ele é encontrado nos smartphones fabricados em parceria com a Google, como o Nexus One (HTC) e o Nexus S (Samsung).

Motorola: MotoBlur, a interface proprietária da Motorola, é de longe a pior UI elaborada para um aparelho Android. Tem cara de que foi feita pela metade, preguiçosamente. Seus widgets são feios e pouco trabalhados. Este é um exemplo de “esforço” da empresa que consegue piorar o que já estava bom e pronto, que era o Android Padrão. Não à toa, deve logo ser reformulada pela empresa, depois das críticas recebidas.

Sony Ericsson: os mais novos modelos como o Xperia Arc possuem uma interface muito bonita, com funcões especiais integração com conteúdo do Facebook, Twitter e com o álbum de fotos do aparelho. Alguns widgets são muito bem feitos, diga-se, como o player de Músicas. Mas, com o tempo, você acaba cansando e procurando algo mais prático. Ou seja, qualidade média.

Samsung: a TouchWiz, interface da Samsung, é excelente. Claro, é uma cópia do iPhone, mas adiciona widgets de qualidade e controles de energia na barra de notificações, além de ser muito prática e funcional. No Galaxy S II ela fica ainda melhor, ganhando novos e melhores widgets. Podemos dizer que ela serve bem ao seu propósito.

LG: a nossa equipe ainda não conseguiu um smartphone LG com Android para testá-lo. (#ajudaagenteLG?!)

HTC: ahhhh, a Sense UI. Seus usuários estão com toda a razão em se apaixonar por ela. Se, na versão 2.0, ela já era considerada a melhor, na 3.0 ela se torna uma obra prima. Na nossa opinião, é a única UI que “faz alguma diferença” na hora de comprar o aparelho. Rápida e útil, ela muda a cara do smartphone com funções que você não encontra em qualquer aplicativo ou interface. Já na tela de travamento, você nota a diferença: são temas e animações muito bem elaborados. Nesse quesito, a HTC é profissional.

Apple/iPhone: temos que concordar que a interface do iPhone é simples, mas é prática, bonita e muito eficiente, não é mesmo? Ela é perfeita para o usuário comum que quer um sistema descomplicado e funcional. Mãe de todas as UIs touch, melhorará absurdamente com o novo iOS 5 e sua nova barra de notificações. Estamos loucos para testá-la!

 

Nokia (Symbian/MeeGo): nem com a nova atualização Anna ou o sistema MeeGo, a interface da Nokia não mudou muito. Considerada por todos ultrapassada, nela são necessários muitos cliques para acessar funções básicas. Noutras palavras, a mentalidade “touch”, ou adaptação às telas sensíveis ao toque, ainda não foi incorporada pela empresa em seus aparelhos.


Windows Phone: testamos o HTC HD7 com o Windows Phone 7, e ficamos impressionado com essa UI. Em termos de velocidade e fluidez, deixa até o Galaxy S II (Android) comendo poeira, sabiam? Mas, parece o tipo de interface do usuário que enjoa com o tempo. Ela é definitivamente inovadora, mas não é nada prática. Seus “tiles” grandes, que substituem os Widgets e ícones, funcionarão muito bem num tablet, mas não num smartphone, por causa da tela pequena.

Blackberry/RIM: Caminha no mesmo passo da Nokia. A interface chega a ser mais complicada ainda e atrasada. Não recomendaríamos mais um Blackberry nem aos funcionários de empresas e corporações. Aliás, não se engane: a tempos a RIM deixou de ser sinônimo de boa fabricante de smartphones para o trabalho.

CyanogenMOD: uma variação do Android Padrão que pode ser instalada em diversos aparelhos das mais diversas marcas, o CyanogenMOD é uma ROM (Sistema operacional alternativo) onde a interface do usuário ganhou diversas modificações interessantes, como a possibilidade de trabalhar com temas, controles avançados de widgets, etc. Em suma, possui todo o tipo de modificações para quem adora personalizar o smartphone nos mínimos detalhes.

 

Launcher Apps: smartphones com o sistema Android possuem uma vantagem extra quando se trata de suas interfaces. É possível altera-las por completo com a instalação de “Launcher Apps”. Ou seja, se você não está satisfeito com a UI do smartphone que acabou de comprar, pode fazer o download de aplicativos como o LauncherPRO Plus, SPB Shell 3D (nosso favorito), ADW Launcher, Launcher 7, Go Launcher, dentre outros. Eles adicionam estilos, layouts, funcionalidades e widgets que mudam por completo a cara do seu sistema. Vale a pena testa-los.

 

E então, qual é a sua interface preferida? Comente nos campos abaixo:

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comments

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top