Connect with us
Uber-vs-Taxi

Notícias

Efeito Uber: preço do alvará de táxi cai pela metade em São Paulo

Com a regulamentação e popularização do Uber em São Paulo, o preço de um alvará de táxi já pode ser encontrado pela metade do preço na cidade

Uber-vs-Taxi

A regulamentação e popularização do Uber em São Paulo já começou a gerar efeitos para os taxistas da cidade.

No fim do ano passado, o prefeito Fernando Haddad (PT) “regulamentou” o aplicativo, com a criação de uma categoria chamada de “Táxi Preto” e liberou o comércio, antes considerado ilegal, de alvarás de táxi na cidade.

Agora, os efeitos dessa ação começaram a ser sentidos. Conforme apurado por um repórter da Folha de S. Paulo, o preço das licenças caiu entre 30% e 50%.

Antes, os alvarás eram comercializados por R$170 mil reais, agora podem ser encontrados por até R$120 reais. Desconsiderando o valor do veículo, a redução chega a metade do valor, R$ 85 mil. O vendedor que ofereceu o alvará ao repórter admite que o preço caiu bastante em pouco tempo.

Antes disso, os alvarás eram tidas como propriedades, e eram passadas de pai para filho, e se negociadas, eram feitas na ilegalidade. Na cidade toda existem 39 mil alvarás, que foram sorteados em 1969, quando a atividade foi regulamentada.

Paulo Maluf, prefeito de São Paulo em 1969, quando a profissão de taxista foi regulamentada na cidade

Paulo Maluf, prefeito de São Paulo em 1969, quando a profissão de taxista foi regulamentada na cidade (Antonio Caudueiro – 1.jan.1993/Folhapress)

“Antes não podia transferir, e as transações envolviam contratos de gaveta, com a corrupção de agente público. Agora, desde que a transferência seja paga à prefeitura, é legal”, afirma o secretário de transportes de São Paulo, Jilmar Tatto.

Para transferir um alvará basta que o dono pague R$ 9.000 à prefeitura – valor equivalente à 15% do valor pago para obter um “Táxi Preto” – e ir ao DTP (Departamento de Transportes Públicos) junto com o beneficiado.

Uber vs. Táxi, o que é preciso para se tornar motorista

Para rodar, os taxistas precisam, além do alvará, do Condutax, cadastro pessoal e intransferível que habilita o cidadão (pessoa física) a exercer esta atividade de taxista.

Para ser motorista do Uber, não há necessidade de alvará e o Condutax é substituído por um treinamento próprio dado pela empresa. Além disso, é obrigatório que o motorista tenha um seguro para Acidentes Pessoais de Passageiros (APP) no veículo que cubra pelo menos R$ 50 mil por passageiro.

Alvará de táxi também está mais barato lá fora

O InfoMoney também noticiou que em Nova York, o preço dos alvarás também depreciou com a presença do Uber. Por lá, uma licença, chamada de “medallion”, era vendida por cerca de US$1,3 milhão em 2014, e hoje custa aproximadamente US$500 mil, e quase não são mais vendidas.

NYC Taxi sales

A queda nos valores não foi imediata, porém a queda de preço foi bem expressiva, segundo mostra o American Enterprise Institute. Em Janeiro e Fevereiro de  2016 nenhuma licença foi vendida na cidade, e o valor do documento estava em US$501,700 mil, como mostra o gráfico acima.

Fontes: InfoMoney, TB, Folha

Desenvolvedor web, técnico em eletrônica, geek desde criança, nerd e gamer caixista, ama Halo e Gears of War mas está esperando a SEGA lançar outro console porque é fã de Sonic. Entusiasta de tecnologia em geral, ama robôs e PC gaming.

Comments

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top