Conecte-se conosco
WiFi-shutterstock_159430124-WEBONLY

Ciência e Tecnologia

MIT cria técnica simples que permitirá redes Wi-Fi seguras sem senha

Tenha o controle de sua rede Wi-Fi nas mão

A segurança de redes Wi-Fi é algo essencial e extremamente importante, porém a maioria dos usuários deixa isso de lado. Se você pegar seu smartphone e fizer uma busca por redes próximas vai notar no mínimo um roteador com a configuração padrão ou alguma rede aberta.

Mesmo recomendando a não conectar em qualquer rede aberta, sabemos que algumas estão assim por mero desleixo de seus donos. Um “vacilo” bem comum é deixar seu roteador com o firmware desatualizado. Eu imagino que muitos que estão lendo nem imaginavam que roteador poderia ter um firmware atualizável. Pois é, corre lá pra conferir o seu.

” – Meu roteador de R$50,00 está com o firmware desatualizado ou sem senha, tenho algo à temer?” Claro que tem! A não ser que você não use sua rede para acessar informações bancárias, logins, senhas e tenha certeza absoluta que o seu vizinho não é um cracker (hacker do mal) tentando meter a mão virtual na sua conta bancária, pode ficar sossegado.

Felizmente, pesquisadores universitários trabalham para tornar a nossa vida mais fácil e tranquila, e a última criação do pessoal do MIT, mais especificamente do CSAIL — Computer Science and Artificial Intelligence Laboratory (Laboratório de Ciências da computação e Inteligência artificial, em tradução livre) ajudará a criar uma rede Wi-Fi tão segura que nem precisará de senha e ainda assim será totalmente confiável.

A técnica batizada de Chronos consegue definir com uma precisão 20x maior que técnicas anteriores onde cada aparelho que está conectado à rede Wi-Fi se encontra. Ela é baseada em outra, antiga, que usava vários pontos de acesso para triangular a localização de um indivíduo. O que eles fizeram foi adaptar a técnica para um único ponto de acesso (acess point).

Screenshot_2

Nos testes eles conseguiram acertaram o cômodo usado pelo aparelho dentro de um apartamento de 4 quartos 94% das vezes. Tentaram identificar se um aparelho tentando conectar estava dentro ou fora de um estabelecimento e tiveram 97% de acerto.

Eles também a usaram para controlar um drone fazendo com que ele mantivesse em uma distância fixa do operador, e segura, óbvio. A margem de erro foi de 2 polegadas.

Imagine as possibilidades disso.

Screenshot_3

Se a técnica consegue medir com exatidão a intensidade e o tempo em que um sinal foi captado em cada uma das antenas você pode montar uma “cerquinha virtual” para o seu Wi-Fi. Ou seja, pode liberar a internet dentro de sua casa pra quem for, passou da porta, desconecta. Mas com tanta precisão a privacidade vai para o espaço, já que a tecnologia poderia ser usada para rastrear usuários.

Ainda é incerto dizer que essa técnica será comercializada, mas se for será de grande ajuda. Se eu já a tivesse evitaria o que me aconteceu uma vez: Dei minha senha para um membro da família cujo identidade será preservada, e quando menos imaginei, minha rede Wi-Fi era a mais acessada da vizinhança. Claro que mudei a senha, mas se pesquisar nesses apps para “descobrir senhas” vai ver a rede antiga lá.

Fique com um pequeno vídeo de demonstração e caso queira, aqui está o trabalho de pesquisa.

Fonte: mashable

Desenvolvedor web, técnico em eletrônica, geek desde criança, nerd e gamer caixista, ama Halo e Gears of War mas está esperando a SEGA lançar outro console porque é fã de Sonic. Entusiasta de tecnologia em geral, ama robôs e PC gaming.

Comentários

Mais de Ciência e Tecnologia

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top