Conecte-se conosco
Windows_10_Preview_Update_photo

Microsoft

Windows 10 irá forçar atualização automática do sistema

No Windows 10 a Microsoft irá forçar a atualização do sistema. Os usuários só poderão escolher quando reiniciar seus computadores para aplicar o update.

Windows_10_Preview_Update_photo
A Microsoft irá forçar as atualizações de sistema do Windows 10 para usuários da versão “Home“, sem qualquer pausa para questionar por autorizações. Uma versão distribuída para os Insiders contém uma cláusula no Acordo de Licença ao Usuário Final (EULA) que informa que os usuários receberão “updates automáticos sem nenhum aviso prévio”.

Mas… será essa uma boa novidade?

Até então, a Microsoft permitia escolher entre instalar as atualizações automaticamente; escolher quando reiniciar o computador para aplicar as atualizações; escolher quando baixar e instalar as atualizações ou nunca verificar atualizações.

A partir do Windows 10, o sistema ficará encarregado de baixar, instalar e reinicializar os computadores automaticamente quando eles não estiverem em uso, para instalar os updates. Só haverá mais uma opção: escolher o momento da reinicialização.

A novidade gerou algumas desconfianças, principalmente sobre atualizações cheias de bugs, além dos downloads forçados, que irão ocupar o armazenamento da máquina e consumir a banda de dados da internet.

Entre as duas, a mais preocupante é sobre as atualizações que podem diminuir o desempenho do computador de alguma forma. Os updates do Windows 10 não virão apenas com correções de segurança, mas também irão introduzir novos elementos ao sistema.

Mas, isso não é necessáriamente preocupante. Afinal, a Microsoft tem uma arma poderosa para prevenir que as atualizações venham com erros: o Windows Insider, programa de testes da empresa que reúne 5 milhões de pessoas que ajudam a monitorar bugs e fazer as correções necessárias, antes que elas cheguem ao consumidor final.

Lá no The Verge, o editor Tom Warren argumenta que a mudança é sim vantajosa. Segundo ele, os usuários teriam mais conforto e correriam menos riscos em relação a segurança, além de softwares como o Chrome utilizarem dessa abordagem de atualização silenciosa. Mas convenhamos que, um sistema operacional é bem diferente de um navegador.

O que você acha dessa mudança?

19, estudante de Comunicação e Multimeios na PUC-SP. Curioso e apaixonado por tecnologia, escreve sobre o tema há cinco anos.

Comentários

Mais de Microsoft

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top