Connect with us

Android

Xiaomi Mi Note é um phablet de muito respeito

Conheça o Xiaomi Mi Note um phablet de respeito.

Xiaomi-Mi-Note-Black

A CES costuma ser o ponto focal para apresentação de novos hardwares e novas tendências, como era esperado não foi diferente com a CES 2015. A Xiaomi mostrou essa semana o Mi Note, sua tentativa de concorrer com a Samsung dentro da China. A Xiaomi tem sido uma das empresas de tecnologia que mais cresce no mercado de mobiles, ela foi de fabricante de componentes da Apple para uma empresa do mercado de smartphones em menos de 2 anos. Em 2014 a Xiaomi detinha 11% do market share na China, o que é muito se formos contar que 1/3 da população mundial se encontra naquele país.

Em uma tentativa de entrar no nicho de phablets criado pela Samsung a Xiaomi lançou o Mi Note, um dispositivo que já vem com a MIUI 6, uma versão modificada do Android. Mas antes que haja qualquer preconceito por ser um produto chinês e possuir sua própria versão do Android, lembre-se: “a Xiaomi é uma das maiores fabricantes de componentes no mundo” e isso se reflete na anatomia única do Xiaomi Mi Note:

minote.0

– Tela: 1080p de 5.7″ da Sharp

– CPU: Snapdragon 801 de 2.5 Ghz QUAD-CORE

– GPU: Adreno 330

– Memória: 3 GB de RAM

– Armazenamento interno: 16/64 GB (dependendo do modelo)

E juntando o que há de melhor no mercado:

– Câmera: O Mi Note conta com uma câmera de 13 megapixels usando o sensor CMOS IMX214 da Sony, o mesmo usado em alguns modelos da família Cybershot. A câmera frontal por sua vez possui 4 megapixels com 2 micron pixels de tamanho, mesmo tamanho de obturador do HTC One UltraPixel, que está presente nos modelos mais novos da HTC.

– Bateria: Ele conta com uma bateria de 3000 mAh, igual as utilizadas pelos novos LG’s e pela família Z da Sony.

Durante sua apresentação, Lei Jun, presidente da Xiaomi, fez comparações com seus concorrentes e até comparou a câmera do Mi Note com a câmera do IPhone 6 Plus, que não agradou muito os applemaníacos já que a mesma sai do telefone:

minote.1

O Mi Note será comercializado em duas versões, o Mi Note e o Mi Note PRO, sendo que este segundo possui uma tela de 2K e um processador octa-core.

minote3

Confira o vídeo do Mi Note

Se a Xiaomi conseguir repetir o sucesso de 2014 em 2015 pode facilmente desbancar a Lenovo e a Samsung em market share na China e começar a exportar seus telefones para toda a Ásia.

Nerd e profissional de TI desde que se entende por gente. Gosta de cultura geek e adora escrever sobre tudo um pouco.

Comments

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top