26% dos jovens deletaram o Facebook nos EUA

Cerca de 26% dos americanos deletaram o Facebook, afirma pesquisa
Pesquisa realizada pelo Pew Research Center confirma que houve diminuição no interesse pelo Facebook

Com o recente escândalo de roubo de dados da Cambridge Analytica por meio do Facebook, menos pessoas estão utilizando a rede social. Segundo o Pew Research Center, um dos mais importantes centros de pesquisa dos EUAum entre quatro americanos deletaram seus perfis na plataforma. Confira mais detalhes:

Jovens e adultos simplesmente deixaram o Facebook

pesquisa, realizada nos EUA entre os meses de maio e junho, mostra que boa parte dos  jovens e adultos com faixa etária entre 18 e 29 anos de idade excluiram os perfis na rede social do Mark Zuckerberg.

facebook - 26% dos jovens deletaram o Facebook nos EUA
Jovens adultos mostraram maior tendência a tomarem medidas drásticas.

Enquanto cerca de 26% dos entrevistados simplesmente deletaram o Facebook de seus smartphones, 54% das pessoas que possuem 18 anos ou mais informaram ter simplesmente alterado suas configurações de privacidade nos últimos 12 meses.

 Ainda de acordo com a Pew Research Center42% dos entrevistados pararam de checar o Facebook por um período de várias semanas ou mais. O levantamento também revelou que usuários mais antigos são muito menos propensos a  deixar a rede social. O número chega a ser quatro vezes menor, uma vez que somente 12% dos idosos (65 anos ou mais) chegaram a realmente deletar a rede social, contra 44% dos usuários entre 18 e 29 anos.

A situação é semelhante quando nos referimos aos indivíduos que fizeram algum tipo de ajuste em suas configurações de privacidade dentro do Facebook. Neste caso, estamos falando de 64% dos adultos entrevistados contra 33% dos idosos.

Facebook explica a queda nos números

usa today - 26% dos jovens deletaram o Facebook nos EUA
Segundo executivo da rede social, a queda nos números não é influência do comportamento dos usuários.

Ainda que os motivos sejam óbvios por trás da crise de acessos na plataforma, David Wehner, o CFO do Facebook, explica que tudo foi apenas uma reação do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados, presente na legislação europeia:

“Esses impactos (o declínio de 3 milhões de usuários na Europa) foram puramente causados pelo RGPD, e não são resultantes de tendências de engajamento”, explica Wehner.

Independente do declínio gerado pelo RGPD ou não, é possível imaginar que os números de pessoas que utilizam o Facebook continuem a cair. Isto porque, além de estarem mais atentos à segurança dos dados, os usuários da rede social podem simplesmente mudar para novas plataformas.

Fonte: Forbes.

Leia também

Saiba se seus dados do Facebook foram roubados pela Cambridge Analytica

513750010 - 26% dos jovens deletaram o Facebook nos EUA

Comentários do Facebook

Receba Notícias por E-mail:

Share via