Início » MOBILE » 65 bilhões de mensagens são enviadas diariamente pelo WhatsApp
MOBILE

65 bilhões de mensagens são enviadas diariamente pelo WhatsApp

imagem - 65 bilhões de mensagens são enviadas diariamente pelo WhatsApp
Durante a conferência Facebook F8 foram revelados alguns dados interessantes sobre o WhatsApp; entre eles, que cerca de 65 bilhões de mensagens são enviadas diariamente

Em tempos de mobilidade absoluta o WhatsApp é o app que melhor representa essa característica, e nada mais justo que trazer números para comprovar o poder que este aplicativo criado em 2009, e adquirido pelo Facebook em 2014 por US$ 16 bilhões, ostenta.

Durante a edição 2018 do Facebook F8, conferência para desenvolvedores realizada anualmente, além de anunciar que tanto o WhatsApp quanto o Instagram receberão o recurso de chamada de vídeo em grupo, Mark Zuckerberg revelou alguns dados interessantes sobre o mensageiro instantâneo mais popular do mundo.

Bilhões e mais bilhões

whatsp - 65 bilhões de mensagens são enviadas diariamente pelo WhatsApp

Além de uma base de mais de 1,5 bilhão de usuários mensais ativos (mais de 120 milhões encontram-se no Brasil), diariamente, cerca de 65 bilhões de mensagens são enviadas e mais de 2 bilhões de minutos de chamadas por áudio e vídeo são realizadas no WhatsApp.

A popularidade das chamadas de áudio e vídeo no app serviram de incentivo para que Zuckerberg e sua turma providenciassem a chamada de vídeo em grupo para o software, tornando o WhatsApp concorrente direto ao Skype e o Hangouts.

Já compartilhou seu status hoje?

status - 65 bilhões de mensagens são enviadas diariamente pelo WhatsApp

O status, função similar ao Stories do Instagram e ao Snapchat, em que o usuário pode compartilhar  texto, fotos, vídeos e GIFs que desaparecem após 24 horas, também é um grande sucesso!

Essa função chegou ao WhatsApp em fevereiro do ano passado, e de acordo com Zuckerberg, atualmente cerca de 450 milhões de pessoas todos os dias

O oba-oba em relação ao Facebook F8 e esses números impressionantes do WhatsApp chegam quase que em paralelo com a decisão de Jan Koum, co-fundador e CEO da WhatsApp, abandonar a empresa.

De acordo com uma reportagem do Washington Post, Koum não estava satisfeitos com os rumos que o app poderia tomar em relação à segurança, mais precisamente sobre sua criptografia. Executivos do Facebook estariam pressionando Koum para que uma segurança não tão rígida fosse adotada ao app, com objetivo de facilitar o funcionamento do WhatsApp Business.

Fonte(s): CNET

Comentários do Facebook

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe seu comentário:

%d blogueiros gostam disto: