Início » Geral » A dificuldade de vender conteúdo online no Brasil
Geral

A dificuldade de vender conteúdo online no Brasil

google play - A dificuldade de vender conteúdo online no Brasil
Por que as lojas da Apple (iTunes) e Google (Google Play) têm tanta dificuldade em vender músicas, livros e vídeos no Brasil? Você já deve ter se perguntado, não é mesmo? A resposta está nas leis brasileiras e na maneira como a venda se concretiza por aqui...

google play 610x390 - A dificuldade de vender conteúdo online no Brasil

Por que as lojas da Apple (iTunes) e Google (Google Play) têm tanta dificuldade em vender músicas, livros e vídeos no Brasil? Você já deve ter se perguntado, não é mesmo?

A resposta está nas leis brasileiras e na maneira como a venda se concretiza por aqui, pois nos EUA e Europa, tudo é muito mais simples.

Como funciona no “resto” do mundo:

Para se vender conteúdo online é necessário ter contratos com estúdios e gravadoras. Entre estas últimas, as principais são Sony, EMI, Universal e Warner. Conhecidas no meio como Majors (as maiores, em inglês), é com elas que esta grande parte do acervo mundial.

Assinado o contrato, vamos supor o seguinte cenário: um Artista A lança um novo álbum com 10 músicas. Como já existe um contrato com a gravadora, o vendedor acessa o servidor FTP dela, baixa o álbum e coloca à disposição no seu site para venda ou streaming (transmissão sob demanda). Todo mês é gerado um relatório com as vendas e/ou consumo (streaming, rádios online, etc) e o seu site paga diretamente à gravadora. A gravadora então faz o acerto com todos que tem direito sobre a música (músicos, compositores, etc).

Explicando um pouco mais: vamos supor que no álbum acima cada música pode ser cantada por mais de 1 pessoa, escrita por mais de uma pessoa, e para complicar ainda mais, a faixa pode ser um pot-pourri (que é a união de diversas músicas em uma).

E como fica isso?

No mundo todo, a questão da divisão de valores e percentuais é responsabilidade destes estúdios e gravadoras. Afinal de contas, eles possuem as informações necessárias para decidir essa distribuição, que acontece não só com o conteúdo online, mas também para rádios, CDs, DVDs, Shows, etc, ficando mais fácil centralizar essa informação e repasse.

Já no Brasil, as coisas são um pouco mais complicadas. Aqui, cada veículo tem uma maneira diferente de lidar com a questão, e obviamente, a internet. Do meu ponto de vista, conseguiu ser o pior cenário possível. Veja porque no exemplo abaixo:

Vamos supor que cada música do álbum tenha 2 autores diferentes e apenas 1 cantor, para o álbum ser colocado à venda, será necessário pedir a autorização de publicação para nada menos que 20 pessoas diferentes e ter aprovação de pelo menos 51% dos autores. Não é necessária autorização do cantor, pois essa autorização é negociada com a gravadora (menos mal).

O grande problema brasileiro reside no fato de que não existe um cadastro centralizado e atualizado com informações de contato destas pessoas, bem como não existe um padrão de comunicação ou documento. Noutras palavras, é o caos total: alguns autorizam por fax, outros email, e ainda existem alguns que confirmam sua autorização por carta (pois é!). O resultado é um alto custo operacional extra para que as lojas online funcionem como deveriam, o que dificulta muito a sobrevivência delas, pois as margens de lucro costumam ser muito baixas. E, ainda, esse não é o mesmo modelo para vendas de CD físico ou apresentações Ao Vivo.

Por conta disso tivemos um atraso tão grande na chegada destas lojas online no Brasil. O iTunes da Apple já tem sua loja nacional. Enquanto isso, donos de Androids precisam torcer para que o Play, loja do Google, consiga ultrapassar essa selva burocrática, e assim, possa vender músicas, livros e filmes em solo nacional.

Comentários do Facebook

NOTÍCIAS POR E-MAIL

Receba as notícias do Showmetech direto na sua caixa de entrada.

Yey! Parabéns, você receberá notícias incríveis!

Ops! Acho que não deu certo. Vamos tentar novamente?

NOTÍCIAS POR E-MAIL

Receba as notícias do Showmetech direto na sua caixa de entrada.

Yey! Parabéns, você receberá notícias incríveis!

Ops! Acho que não deu certo. Vamos tentar novamente?

Você gosta do nosso trabalho? Então, que tal curtir a gente? ;)

Compartilhe com um amigo