O futuro da tecnologia segundo as pessoas do século 19

Caminhada sobre as augas com ajuda de baloes
Você já tentou imaginar como será a vida daqui a 100 anos? No ano de 1900 foi isso que a marca de chocolates Hilderbrands(sim, uma marca de chocolate) fez. Conheça essa história!

Previsões sobre o futuro da tecnologia sempre foram polêmicas, às vezes engraçadas, e por vezes tão realistas que é difícil de acreditar que alguém seja capaz de fazer previsões tão precisas.

No ano de 1900, a fábrica de chocolates alemã Hildebrands  deu sua contribuição à ficção científica ao produzir uma série de cartões postais extremamente interessantes.

Em plena Belle Epoqué, um período permeado por exposições universais e avanços tecnológicos recém saídos da segunda Revolução Industrial , a dócil marca de chocolates fez uma série especial imaginando como seria a vida nos anos 2000.

O exercício de imaginação, digno do otimismo que o início do século 20 inspirava na Europa, rendeu previsões que se mostram hoje absurdas, como caminhar sobre a água usando balões, e também predições que se concretizaram plenamente, como a transmissão ao vivo de eventos.

Alguns outros cartões postais trouxeram possibilidades que se ainda não existem, não estão tão distantes de se tornarem realidade.

Quer saber quais foram as previsões? A primeira você pode conferir abaixo, uma linha ferroviária-marítma, com embarcações que seriam uma mistura de locomotiva e navio.

Linha ferroviária marítima
Linha ferroviária marítima. Créditos: Hilderbrands/Domínio Público

Como errar previsões em cheio com 100 anos de antecedência

Fazer uma previsão do futuro da tecnologia para daqui a 100 anos é relativamente fácil, o difícil mesmo é acertar. Os cartões postais da Hilderbrands do ano 1900 são um bom exemplo.

Imaginou-se por exemplo que as pessoas seriam capazes de caminhar por lagos e rios portando balões e calçados especiais. Não é bem assim que as pessoas se divertem na água hoje em dia.  Mas valeu a criatividade.

Na foto abaixo, notar que até uma carruagem guiada por um cavalo, ambos devidamente presos aos seus balões, também faz um belo passeio pela superfície do lago.

Caminhada sobre as águas com ajuda de balões
Caminhada sobre as águas com ajuda de balões. Créditos: Hilderbrands/Domínio Público

Uma previsão digna da personagem Tempestade de X-men e que também não se concretizou é a ideia de que seríamos capazes de controlar o tempo. Aliás, aconteceu exatamente o contrário, cada vez mais o clima se altera e instabiliza em virtude de problemas ambientais.

Maquinas para controlar o tempo. Créditos: Hilderbrands/Domínio Público
Maquinas para controlar o tempo. Créditos: Hilderbrands/Domínio Público

O próximo cartão postal é o das “calçadas móveis”. Do ponto de vista técnico existem vários tipos de esteiras e superfícies que se movimentam automaticamente. Pode-se dizer que foi uma previsão quase bem sucedida. Se nos aeroportos e outros lugares algo semelhante acontece, o mesmo não se pode dizer das calçadas de cidades como imaginado no cartão da Hilderbrands.

Calçadas móveis Créditos: Hilderbrands/Domínio Público
Calçadas móveis. Créditos: Hilderbrands/Domínio Público

Outra previsão que se mostrou absurda é a de construir coberturas colossais para serem uma espécie de “telhado de cidades”. A tecnologia de construção hoje permite erguer grandes estruturas de cobertura, mas fazer isso para cidades ou quarteirões inteiros não foi uma ideia que vingou.

Telhados para cidades inteiras. Créditos: Hilderbrands/Domínio Público
Telhados para cidades inteiras. Créditos: Hilderbrands/Domínio Público

Outro cartão representante das previsões quase bem sucedidas(nesse caso, “quase” talvez seja otimista demais), é o do transporte de cidades e quarteirões. Em alguns lugares é comum transportar estruturas de casas prontas, mas nos moldes como mostrado no cartão é inexistente.

Apesar de tudo, hoje em dia é possível transportar grandes estruturas e montá-las em lugares diferentes, principalmente quando se adota uma arquitetura modular.

Um exemplo antigo, mais antigo até que os cartões postais da Hilderbrands, foi o Palácio de Cristal de Londres, que sediou a grande Exposição Universal de 1851. O palácio já não existe, infelizmente, mas é reconhecido até hoje como marco futurista da arquitetura. Foi uma das primeiras grandes construções modulares feitas para serem transportadas de um lugar a outro(no caso do palácio, a mudança ocorreu apenas uma vez).

Transporte de quarteirões inteiros. Créditos: Hilderbrands/Domínio Público
Transporte de quarteirões inteiros. Créditos: Hilderbrands/Domínio Público

Agora, vamos para as (poucas)previsões que tiveram a felicidade de se concretizarem.

Como acertar previsões em cheio com 100 anos de antecedência

Tudo bem que o cartão postal não mostra exatamente o que acontece hoje, mas a ideia é a mesma. Em 1900, a possibilidade de transmitir eventos como peças de teatro e óperas ao vivo alimentava a imaginação otimista das pessoas.

O desejo ficou registrado na série da Hilderbrands sobre o futuro da tecnologia.

O futuro da tecnologia segundo as pessoas do século 19
Transmissão ao vivo de performance. Créditos: Hilderbrands/Domínio Público

O segundo representante dos bem sucedidos é o turismo submarino. Além de algumas marinhas do mundo abrirem seus submarinos para visitação de vez em quando, existem também empresas que oferecem passeios submarinos de verdade. Não é o passeio mais comum do mundo, mas existe. Um exemplo são os passeios da submarinsafaris e da atlantissubmarines.

Vale lembrar que os submarinos têm uma história antiga. Em 1900, por exemplo, a Royal Navy havia encomendado 5 submarinos Hollands, considerados um dos primeiros modelos modernos de submarinos. Ou seja, a Hilderbrands já tinha boas evidências que era uma tecnologia promissora.

Submarinos para turismo. Créditos: Hilderbrands/Domínio Público
Submarinos para turismo. Créditos: Hilderbrands/Domínio Público

Você arrisca fazer previsões sobre como será a tecnologia no ano 2117? A Hilderbrands errou bastante, como era natural de acontecer, mas também acertou em alguns casos. Quais ramos da tecnologia seriam possíveis de prever com alguma razoabilidade?

Por mashable.com

Saiba mais!

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter