Foguete decolando para representar alta das ações da zoom

Ações do Zoom disparam com aumento de trabalho remoto

Avatar of bruno martinez
Impulsionadas pela pandemia, as ações do Zoom subiram 47%, enquanto a receita da empresa deu um salto de 355%

As ações do Zoom dispararam graças à pandemia de COVID-19 e, consequentemente, o aumento da demanda por chamadas de vídeo por conta do distanciamento social. O balanço da empresa mostrou que as ações cresceram 25% e a receita deu um salto de 355%.

No segundo trimestre deste ano, a empresa de chamadas de vídeo anunciou que tanto o faturamento quanto o número de usuários aumentaram. Só de empresas com mais de dez funcionários, houve uma alta de 458% em relação a 2019, totalizando 370.200 clientes.

“Estou orgulhoso dos empregados do Zoom que se dedicaram para oferecer suporte aos consumidores e a comunidade global durante a crise”

Eric Yuan, CEO do Zoom

Alta das ações do Zoom

Zoom ceo
Eric Yuan, CEO do Zoom

A receita total da empresa no trimestre entre maio e julho chegou a US$663,5 milhões, o que representa um salto de 355% em comparação ao mesmo período do ano passado.

A divulgação desse balanço fez com que as ações do Zoom subissem 47%, a US$478, com corretores aumentando o preço-alvo numa média de US$161.

De acordo com a vice-presidente financeira Kelly Steckelberg, a receita do Zoom cresceu tão rápido que agora está difícil continuar investindo no mesmo ritmo.

Por isso, a empresa aumentou também a expectativa de receitas total para este ano. A previsão é de alcançar entre US$2,37 bilhões e US$2,39 bilhões.

“Essa previsão de faturamento leva em consideração a demanda de negócios por soluções de trabalho remoto”

Zoom

Inclusive, as inscrições pagas representou a principal fonte de renda da empresa no segundo trimestre fiscal deste ano. Os novos usuários que ingressaram em planos premium foram responsáveis por 81% da receita do período. A Activision Blizzard e a ExoonMobil estão entre os novos clientes do Zoom que utilizam a sua plataforma.

Contexto do crescimento

Zoom app 1
Zoom virou marco da transição entre ‘mundo pré-pandemia’ e ‘mundo pós-pandemia’

Essa disparada das ações do Zoom e das receitas da empresa mostra que o serviço de videoconferência foi o que mais cresceu durante a pandemia do novo coronavírus

Isso aconteceu porque o contexto de distanciamento social e quarentena fez com que as pessoas procurassem ferramentas para se comunicar, estudar e fazer reuniões de trabalho de maneira remota. E o Zoom preencheu essa lacuna.

Parte do sucesso das ações do Zoom durante a pandemia vem também do fato de a startup oferecer um serviço acessível, funcional e gratuito. Culturalmente falando, a plataforma acabou se tornando um marco desta fase de transição entre “mundo pré-pandemia” e “mundo pós-pandemia”.

Só que esse crescimento repentino também levantou preocupações em relação à privacidade e a segurança dos usuários. No começo de abril, a empresa chegou a admitir que haviam falhas de segurança em sua plataforma.

Outro efeito colateral do crescimento do Zoom foi o impacto em outras gigantes tecnológicas, que passaram a investir e lançar soluções de videoconferência. Google, Facebook e Skype, da Microsoft, por exemplo, lançaram plataformas e ferramentas para criar salas de videochamadas.

Histórico de alta nas ações

Ações do zoom listadas na bolsa
Em juno, ações da Zoom tinham valorizado 250%

Não é a primeira vez que a Zoom se destaca por conta do crescimento das suas ações e receita. Em junho deste ano, as ações do Zoom valorizaram 250% e chegaram a ultrapassar as ações da AMD e Uber.

O desempenho da empresa de videoconferências no mercado financeiro já ultrapassou até o da Tesla, de Elon Musk. Veja abaixo um gráfico que comparou a valorização do Zoom, Tesla e NASDAQ-100 (índice de bolsa que reúne 100 das maiores empresas não financeiras da bolsa norte-americana NASDAQ) na época:

Porém, o alerta dos analistas de Wall Street segue o mesmo: o preço das ações da empresa no mercado financeiro pode despencar no pós-pandemia. Isso porque quando a população mundial voltar, gradativamente, às relações presenciais, a demanda por chamadas de vídeo para trabalhar, estudar e se relacionar vai cair.

Fontes: ForbesUC Today


E você, o que acha do Zoom? Tem usado bastante a plataforma durante a pandemia? Conte para nós aqui nos comentários!

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados