AirPower é oficialmente cancelado pela Apple

AirPower permitiria carregar todos os aparelhos da Apple em uma única superfície.
Mais de 500 dias após anunciá-lo, Apple joga a toalha no desenvolvimento do AirPower

Na última sexta-feira (29/3) a Apple anunciou o cancelamento definitivo do AirPower, a base de carregamento sem fios que a companhia revelou em 2017. O motivo alegado pela Apple foi que o AirPower nunca atingiu o nível de qualidade que a fabricante espera dos produtos que leva ao mercado.

Ao site TechCrunch, o vice-presidente de Engenharia de Hardware da Apple, Dan Riccio afirmou que o produto não atingiu aos padrões de qualidade Apple e a empresa decidiu cancelar o projeto.

“Após muito esforço, chegamos à conclusão de que o AirPower não atingirá nossos altos padrões e cancelamos o projeto. Pedimos desculpas aos clientes que aguardavam por esse lançamento. Nós continuamos a acreditar em um futuro sem fios e estamos comprometidos em ampliar a experiência wireless”.

Dan Riccio, vice-presidente de Engenharia de Hardware da Apple

O que é o AirPower?

O AirPower era um projeto ambicioso que pretendia se diferenciar de outras bases de carregamento sem fios do mercado ao permitir que três dispositivos diferentes – um iPhone, um Apple Watch e um estojo com AirPods – fossem recarregados simultaneamente. Além disso, os aparelhos poderiam ser recarregados em qualquer ponto da superfície do AirPower e não apenas em uma posição específica.

O produto foi apresentado pela Apple em setembro de 2017 – mais de 500 dias atrás – durante o evento de lançamento do iPhone X e dos iPhones 8 e 8 Plus, primeiros smartphones da fabricante a suportar o protocolo Qi para carregamento sem fios e deveria ter sido colocado à venda em 2018.

AirPower seria capaz de carregar 3 dispositivos simultaneamente
AirPower seria capaz de carregar 3 dispositivos simultaneamente

A admissão de que o time de engenharia falhou em trazer um produto ao mercado – especialmente um anunciado no maior evento anual da Apple, o lançamento de um iPhone, é uma raridade e sem dúvida um ponto baixo para a fabricante. Não é a primeira vez que a Apple enfrenta problemas e atrasos no desenvolvimento de um produto, o mesmo ocorreu com o HomePod e os AirPods, mas esses aparelhos eventualmente chegaram às prateleiras.

Problemas e rumores

Embora nunca tenham sido admitidas publicamente, as dificuldades na engenharia do AirPower já circulavam na mídia há um bom tempo. O principal desafio era lidar com a geração de calor pelas bobinas eletromagnéticas, que por estarem muito próximas uma das outras faziam com que os dispositivos superaquecessem ao ponto de danificá-los. Mesmo com o cancelamento, a Apple não revelou se esse de fato foi o motivo para a decisão.

A Apple começou a dar sinais de que o projeto não seguiria adiante após o evento de lançamento dos novos iPhones em 2018, quando menções ao AirPower foram extirpadas do site oficial da companhia, com exceção de uma única imagem na página sobre os AirPods (mas que não citava o nome do produto).

No ano passado, a Apple removeu o AirPower do site, com exceção desta imagem.
No ano passado, a Apple removeu o AirPower do site, com exceção desta imagem.

Apesar disso, sites de tecnologia e publicações como o Wall Street Journal, continuavam a prever a chegada do AirPower ao mercado ainda no início desse ano.

A própria Apple acabou por alimentar rumores de que o carregador poderia ser lançado em breve: uma imagem atualizada de um iPhone XS carregando sobre um AirPower foi encontrada no código-fonte do site australiano da empresa, referências foram descobertas por desenvolvedores no iOS e a caixa dos novos AirPods com estojo de recarga sem fio, que foram lançados semana passada, contém nitidamente uma imagem do AirPower na parte traseira – indicando que a Apple pretendia lançá-los simultaneamente e que o atraso do carregador sem fio afetou também a chegada da nova geração dos AirPods ao mercado.

Alternativas

Para donos de iPhones com capacidade para carregamento wireless (X / XS / XS Max / XR / 8 / 8 Plus) ou dos novos AirPods que possuem esse recurso, a saída é adquirir uma das muitas opções de carregadores oferecidas por outros fabricantes, inclusive de concorrentes como a Samsung, que embora não tão audaciosas quanto a Apple, cumprem muito bem a tarefa de carregar esses aparelhos sem o uso de fios.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: