Amazon atinge US$ 1 trilhão em valor de mercado

Logomarca da Amazon
Por que a Amazon é a segunda empresa americana a atingir US$ 1 trilhão?

Logo após a Apple ser a segunda empresa americana a alcançar o montante de US$ 1 trilhão, a Amazon acaba de lucrar a mesma quantia, e já pode se vangloriar do feito. O monopólio de Jeff Bezos atingiu a fronteira que, até então, apenas a empresa com o logo de maçã e a PetroChina alcaçaram.

Fundada pelo norte-americano Jeff Bezos, um dos homens mais ricos do mundo, em 1994, a empresa deu início aos seu UU$ 1 trilhão comercializando livros e, agora, atua em diversos setores da tecnologia, desenvolvendo conteúdos de entretenimento. Com isso, Bezos acumula atualmente uma das maiores fortunas pessoais no mundo.

bezos2 - Amazon atinge US$ 1 trilhão em valor de mercado
Fundada pelo norte-americano Jeff Bezos em 1994, a empresa acalçou U$: 1 trilhão de dólares

Como a Amazon conseguiu isso?

Boa parte do sucesso da empresa, criada em Seattle, é devido à grande gama de serviços oferecidos. A empresa recebe 49 centavos de dólar de cada empresa de e-commerce que utiliza um de seus serviços nos Estados Unidos, além de dar emprego para mais de 550.000 pessoas e gerar US$ 178 bilhões de dólares de receita por ano.

Além de possuir serviços que geram conteúdo, é possível afirmar que a é uma empresa que  vende de tudo. Porém iniciou suas atividades vendendo livros. Mas, só em 2007, o Kindle, o leitor de livros digitais da Amazon, reinventou a maneira de ler com tela sensível ao toque que parece papel, sem reflexo mesmo sob a luz do sol. Logo depois veio a CreateSpace, uma plataforma para publicar livros. Existem também os serviços de entrega, streaming e, até mesmo, uma assistente pessoal nomeada de Alexa.

amazon - Amazon atinge US$ 1 trilhão em valor de mercado
A empresa pode dizer que tem seu próprio monopólio.

Desde a fundação, a empresa criou um sistema de logística que envia itens para todo o mundo, além da recém criada Amazon Go para compras no supermercado. Estes serviços mostram como Jeff Bezos investiu para a empresa estar presentes em nossas vidas, independente do nicho. O crescimento foi apenas a “consequência” dessa estrátegia.

A empresa já cresceu muito

Ano passado, a Apple viu sua capitalização de mercado crescer cerca de 40%, já a empresa de Jeff Bezos, logo após atingir os U$ 1 trilhão, alcançou o feito de ter um crescimento de 110%. A empresa fabricante do iPhone tem como marca registrada criar aparelhos que as pessoas estão dispostas a comprar independentemente do valor. Já a Amazon consegue criar o consumo de serviços que se tornam necessários.

Captura de Tela 16 e1536095227169 - Amazon atinge US$ 1 trilhão em valor de mercado
O valor está oscilando, mas a empresa já pode comemorar o feito.

Exemplo disso, é o Kindle que causou polêmica ao tentar criar uma nova forma de leitura, transportando vários livros para uma simples tela fina. Mas, mesmo assim, a empresa não deixou de lado a venda de livros físicos e continuou investindo nos dois mercados: tanto físico, como digital.

Com essa visão de mercado, Jeff Bezos possui uma fortuna estimada em cerca de US$ 166 bilhões ( R$ 688,9 bilhões em conversão direta), mais do que o dobro da fortuna de Bill Gates (US$ 70 bilhões). A Black Friday está próxima, e a oportunidade da empresa lucrar ainda mais está aberta. Agora resta saber o quão longe a Amazon vai chegar na lista de empresas mais valiosas do mundo.

Fonte: TechCrunch

Qual você acha que vai ser o próximo triunfo da empresa? Conte pra gente nos comentários!

amazon 1 - Amazon atinge US$ 1 trilhão em valor de mercado

Receba Notícias por E-mail:

Share via