Amazon pode estar trabalhando em projeto ultrassecreto para a cura da gripe

logo amazon remédio
Segundo fontes internas, a Amazon conta com mais de 100 pessoas envolvidas em uma pesquisa para a cura da gripe
Anúncio
Amazon pode estar trabalhando em projeto ultrassecreto para a cura da gripe

Enquanto o mundo está na busca incessante por remédios e vacinas contra o novo coronavírus, a Amazon pode estar trabalhando em outra área: a cura para a gripe comum. Fontes ouvidas pelo canal norte-americano CNBC informaram que a gigante do e-commerce está estudando o projeto há anos. 

Três pessoas envolvidas na pesquisa disseram que o estudo para a cura da gripe convencional é feito por mais de 100 pessoas, incluindo tecnólogos e cientistas. A equipe faz parte do Grand Challenge, um laboratório tecnológico que encontra soluções inovadoras para a saúde. O projeto é ultrassecreto e está sendo chamado pela Amazon de “Projeto Gesundheit”

Mulher com gripe segurando um lenço
O projeto da Amazon para a cura da gripe comum recebeu o nome de Projeto Gesundheit

O time de pesquisadores, que também é chamado pelo codinome “1492”, é comandado por Babak Parviz, Vice-presidente da Amazon. Parviz é conhecido por ter liderado o Google X, grupo de pesquisa e desenvolvimento da Alphabet, empresa-mãe da gigante das pesquisas. 

Cura da gripe comum não é fácil

O fato de a Amazon estar trabalhando há muito tempo na cura da gripe comum diz bastante sobre as complexidades do estudo. A cura do resfriado é difícil, especialmente por haver diversas cepas, com mutações que aparecem no decorrer do tempo. Para se ter uma ideia, a vacina atual, que é dada anualmente, previne contra as cepas estimadas por pesquisadores. 

Profissional de saúde preparando a vacina da gripe para aplicação em paciente
Cura total da gripe é difícil de ser atingida

A cura da gripe convencional é considerada quase impossível, já que existem quase 200 tipos de rinovírus conhecidos. São eles que causam a “gripe comum”, explica a revista de ciência Scientific American.

Amazon não é a primeira

Os esforços para o desenvolvimento da cura do resfriado são antigos. Ainda segundo a Scientific American, alguns cientistas começaram a estudar essa possibilidade em 1950, quando houve a descoberta do rinovírus. 

Mais recentemente, no ano passado, pesquisadores da Universidade de Stanford (Estados Unidos) chegaram a avançar em seus estudos para a criação de um método de cura eficaz. 

Tecnologia e medicina 

Logo da Amazon
Amazon vem investindo bastante no setor de saúde

Empresas poderosas da tecnologia estão cada vez mais investido na área da saúde. Além das pesquisas em desenvolvimento, em 2018, a Amazon comprou a PillPack, uma startup de farmácia digital. Já a Alexa, a assistente virtual da companhia, compartilha informações médicas com seus usuários. 

A chinesa Alibaba, que vem unindo esforços para combater a disseminação do novo coronavírus, criou um sistema que detecta uma pessoa infectada por COVID-19 em apenas 20 segundos. Além disso, a empresa está ampliando seus investimentos em outros negócios da área da saúde.

Fonte: Business Insider.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter