Android ios app profit

Android consome mais dados do que iPhone?

Avatar of barbara costa
Em 2011, o CEO da Sprint já havia alertado que os aparelhos com Android consumiam muito mais 3g do que os que iOS. Para quem tem planos limitados, só ficando de olho para não cair na incômoda redução de velocidade (que costuma ser aplicada pela operadora quando se atinge o limite do plano). A Cisco quantificou que o Android consome 38% mais MB/mês do que aparelhos que rodam o sistema operacional mobile da Apple…

Android-ios-app-profit

Em 2011, o CEO da Sprint já havia alertado que os aparelhos com Android consumiam muito mais 3g do que os que iOS. Para quem tem planos limitados, só ficando de olho para não cair na incômoda redução de velocidade (que costuma ser aplicada pela operadora quando se atinge o limite do plano). A Cisco quantificou que o Android consome 38% mais MB/mês do que aparelhos que rodam o sistema operacional mobile da Apple.

Não foi sempre assim. Este estudo vem sendo feito há 3 anos e, no início, o iOS tinha o consumo igual ou maior que o Android. A analista do Cisco, Arielle Sumits, explica:

“Aproximadamente 70% do tráfico do iPhone é de Wi-Fi e 30% 3G, enquanto no Android é 45% de Wi-Fi e 55% 3G. As razões disto: o iPhone muda automaticamente de conexão para uma rede Wi-Fi, se disponível, enquanto nem todos os Androids possuíam essa funcionalidade (que foi melhorada nos devices mais atuais). Ainda, os proprietários de iPhones assistem mais vídeos e baixam mais apps do que os proprietários de Androids, e o consumo de vídeo e download de apps ocorre mais em ambientes com Wi-Fi.”

Veja a comparação de uso:

Uso_3g_android_iphone

Fonte: BusinessInsider.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Primeira tv oled curva da samsung

CES 2013: veja as melhores Smart TVs da Feira

A CES (Consumer Electronics Show, em inglês) é anualmente um terreno fértil para apresentação de novos recursos e tecnologias no mercado de televisores domésticos. Este ano, sem dúvida, não é a exceção. Entre os modelos 4K (com resolução a partir de 3840×2160 e pelo menos 4 vezes mais pixels que uma TV Full HD), telas feitas de diodos orgânico emissores de luz (OLED, sigla em inglês), e uma série de recursos de conexão com a internet, não haverá escassez de televisores com a mais alta tecnologia em Las Vegas, Estados Unidos. Veja as apostas mais interessantes para 2013...
Avatar of bruno martinez
Leia Mais