Conecte-se conosco
maxresdefault - Animando games: Cinco jogos que viraram animes

CULTURA GEEK

Animando games: Cinco jogos que viraram animes

Existem games que podem se tornar ótimas histórias

Nesta semana os fãs da série Assassin’s Creed foram surpreendidos pela notícia que Adi Shankar, o mesmo homem responsável pela adaptação da franquia Castlevania para o formato anime e que vai estrear na Netflix, irá produzir também uma versão animada do mundo dos assassinos dos games.

Mas enquanto o conflito eterno entre assassinos e templários não se transforma numa animação japonesa, vamos conhecer outros games que ganharam belas adaptações para o mundo dos animes e que mostraram que não somente podem proporcionar horas de diversão para os jogadores mas também são capazes de contar histórias incríveis.

Amizade e aventura

Um dos títulos do mundo gamer mais recente que foi transformado em anime é Final Fantasy XV. Com o propósito de expandir uma referência a um jogo de infância que o personagem Prompto Argentum praticava, o produtor Akio Ofuji criou Brotherhood: Final Fantasy XV.

original 320x190 - Animando games: Cinco jogos que viraram animes

A websérie possui uma qualidade de animação excelente e conta com cinco episódios. A história do anime foca nos temas de amizade e fraternidade, criada de modo a permitir que os espectadores tenham uma visão das vidas pessoais dos personagens que não estava no jogo. Além de exibida de forma gratuita no Youtube, a série também foi inclusa em diferentes edições de Final Fantasy XV. A Edição Definitiva de Colecionador vem com um sexto episódio especial e exclusivo.

Mistérios na escola

Outra franquia de games que virou anime foi Danganronpa. A animação de 2013 é diretamente baseada no título de sucesso Danganronpa: trigger Happy Havoc. A série de games da desenvolvedora Spike Chunsoft trata de assassinatos misteriosos dentro de uma escola muito bizarra, sendo que o diretor do lugar é um urso de pelúcia malvado.

danganronpa 05 320x190 - Animando games: Cinco jogos que viraram animes

A história do anime segue os passos de um garoto chamado Makoto Naegi que, junto com outros catorze estudantes com habilidades únicas, é preso dentro da academia estudantil Hope’s Peak, onde o diretor urso de pelúcia psicótico chamado Monokuma oferece a eles apenas uma maneira de escapar do lugar: matar outro estudante sem ser pego.

Um futuro terrível

Seguindo o sucesso dos games, God Eater foi adaptado para o mundo dos animes com treze episódios que conseguem capturar com perfeição a história, ação e emoção que os jogos já proporcionaram a inúmeros jogadores.  A história do anime se passa em um Japão pós-apocalíptico, em 2071, onde quase tudo foi destruído por terríveis monstros chamados Aragami.

god eater episode 1 review 44rk.640 320x190 - Animando games: Cinco jogos que viraram animes

Apesar disso, uma organização foi desenvolvida para exterminar essas criaturas criando armas a partir de suas células, as “God Arcs”. Aqueles que lutam contra os Aragamis utilizando essas armas são chamados de “God Eaters”. O ponto principal da trama gira em torno de um novo tipo de God Arc que é descoberto, podendo mudar sua forma e se transformar em lâmina ou numa arma, mudando o destino do confronto.

Perdidos no tempo

Para quem é fã de histórias que mexem com a ideia de “viagem no tempo”, Steins; Gate (sim, tem um ponto-e-vírgula no meio) é a escolha certa para você. O anime é baseado no game japonês da Nitroplus, um grande sucesso de público e crítica.

analise steins gate cover 1 320x190 - Animando games: Cinco jogos que viraram animes

A história se passa em 2010 e acompanha a vida do jovem Rintaro Okabe e seus amigos que acidentalmente descobrem uma maneira de viajar no tempo. Através dessa capacidade de voltar para o passado ou ir para o futuro, os jovens podem mandar mensagens de texto para o passado, mudando o presente e consertando muitos erros ou provocando muitos problemas e paradoxos.

Temos que pegar!

Talvez uma das franquias do mundo gamer mais famosa que se mostrou um sucesso estrondoso quando virou animação tenha sido Pokémon. O anime estrelando Ash e seu companheiro de aventuras inseparável Pikachu foi responsável por trazer a poké-febre ao Ocidente em 1997, enquanto o game estava em todos os Gameboys do Oriente.

12300252 320x190 - Animando games: Cinco jogos que viraram animes

Com 20 temporadas produzidas e ainda possuindo um dos maiores públicos, o fôlego dos monstrinhos de bolso no mundo da animação não parece ter fim (mesmo com Ash ainda não tendo vencido uma única Liga Pokémon e estando longe de se tornar um Mestre). Muitos jogadores dos games de Pikachu e seus amigos somente foram conhecer a versão digital através do anime, mas e você leitor, como conheceu o mundo Pokémon?

Continue lendo
Advertisement

Sou um amante de ciência, livros e games desde que ganhei meu primeiro videogame e pude ler meu primeiro livro completo. Também sou graduando em Ciência da Computação pela UFRGS e programador inveterado nas horas vagas.

Comentários
Subir