Cabify passa a dar 100% de acessibilidade aos cegos em nova versão do app

Cabify passa a dar acessibilidade aos cegos
Nova versão do app da Cabify tem interface 100% projetada para cegos; implementação já está disponível em todos os mercados de atuação

A Cabify comunicou, na última quinta-feira (28), que está ampliando a acessibilidade de seu aplicativo para pessoas cegas. A iniciativa é liderada pelo engenheiro de Software Acessível da Cabify, Jonathan Chacón, que também é cego, e vai de encontro com a celebração do Dia Mundial da Deficiência, comemorada em 3 de dezembro.

Implementação já está em vigor em todos os mercados do Cabify
Implementação já está em vigor em todos os mercados do Cabify (Imagem/Reprodução: Deposit Photos)

A nova versão do app vai permitir que o aplicativo reproduza, através da voz, o conteúdo visual do smartphone, facilitando o entendimento dos conteúdos graças às modificações semânticas e de programação. Os projetos de acessibilidade, liderados por Chacón e sua equipe, que também possuem deficiência visual, planejam tornar a plataforma de transportes mais acessível a outras deficiências a partir de 2020.

Natalia Gutierrez, Head Global de Impacto Sustentável e Segurança da Cabify, destaca o compromisso da empresa, como responsável pelo setor de mobilidade urbana, em ter um impacto positivo no design das cidades do futuro e nas atuais comunidades.

“Não há dúvida de que a mobilidade há muito a crescer e inovar, para que tenhamos um impacto positivo no design das cidades do futuro e nas atuais comunidades. Hoje, demos um passo adiante com o lançamento de um aplicativo 100% acessível para pessoas cegas. Como uma empresa de mobilidade, queremos fazer parte da solução e ajudar a superar as barreiras que existem para muitos usuários”. 

Natalia Gutierrez, Head Global de Impacto Sustentável e Segurança da Cabify

Implementação imediata

A implementação da nova versão do app já está em vigor em todos os mercados que a Cabify opera, incluindo o Brasil. Ao atualizar o aplicativo, disponível para Android e iOS, e ativar a função de leitor de tela, os usuários cegos já terão total possibilidade de se locomover pela cidade.

Cabify planeja trazer mais acessibilidade a outros tipos de deficientes em 2020.
Cabify planeja trazer mais acessibilidade a outros tipos de deficientes em 2020.

Não só a plataforma foi atualizada, mas também mais de 300 mil motoristas e taxistas colaboradores do serviço de transportes, que receberam orientações de como lidar com pessoas cegas. Chacón comenta que conscientização é muito necessária, pois o mundo da acessibilidade ainda é muito desconhecido e muitos de nós não sabemos como tratar uma pessoa com deficiência.

“Tenho analisado as oportunidades de melhora no aplicativo da Cabify e, no momento, estou trabalhando nas soluções. Classificamos essas melhorias em potencial em três etapas, sendo esta para pessoas cegas o primeiro passo. Aos poucos, estaremos gerando soluções adaptadas para pessoas com deficiência visual parcial ou cognitiva”.

Jonathan Chacón, Engenheiro de Software Acessível da Cabify

Cabify e o futuro da mobilidade urbana

O comunicado também diz que a Cabify está investindo em pesquisa, desenvolvimento e inovação com o objetivo de “tornar as cidades melhores lugares para se viver”. Justamente por isso, em 2018 a empresa investiu nesse segmento quase 30% do valor de sua margem bruta.

Fundada em 2011, em Madri (Espanha), Cabify expandiu para a América Latina depois de poucos meses do início da operação. A empresa está presente atualmente na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, México, Panamá, Peru, Uruguai, Portugal e República Dominicana, com atuação adequada para atender as necessidades de cada uma das mais de 130 cidades.

Com uma equipe predominantemente latina, a Cabify se destaca no setor por apostar em profissionais locais, gerando empregos de alto valor em uma indústria que está sendo transformada pela tecnologia e pela inovação.

A empresa mantém como compromisso ser uma companhia com ações dedicadas à responsabilidade social e alinhada com Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, definidos pela ONU, sendo a primeira MaaS (Mobilidade como um serviço) na América Latina a compensar 100% das emissões de CO2 geradas em sua operação.

Curtiu o novo app da Cabify? Deixe nos comentários qual você gostaria que fosse a próxima implementação da empresa para os usuários.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: