Apple avisa que está de olho no vazamento de informações

The Future Of Apple - Apple avisa que está de olho no vazamento de informações
Em um documento vazado para a imprensa, Apple informa aos funcionários sobre os impactos que um vazamento tem sobre a empresa, e as implicações legais que poderão ser aplicadas a quem vazar informações.

Grandes empresas trabalham com o desenvolvimento de novas tecnologias e novos produtos, empenhando uma grande quantidade de recursos e planejando apresentar todas as informações para o público durante o lançamento dos produtos. Ocorre que, para alegria do público e da imprensa, e desespero das companhias, há uma grande quantidade de vazamento de informações, em que são antecipados desde roadmaps de lançamento de produtos até fotos de protótipos.

Normalmente, estas empresas possuem políticas internas que proíbem o compartilhamento de informações sobre desenvolvimento de produtos e de processos das empresas. E elas se estendem também para a cadeia de suprimentos, em que os fornecedores se comprometem a cumprir com normas e procedimentos para garantir o sigilo das informações.

Entretanto, ainda que haja mecanismos para controle do acesso a informações sigilosas (controles de acesso a informações e áreas sigilosas, monitoramento de sistema de e-mail, etc.), há muitas pessoas envolvidas em todo o processo de desenvolvimento, logo, não é possível obter um controle integral das informações. E, assim, ocorrem os vazamentos.

apple logo - Apple avisa que está de olho no vazamento de informações

O memorando da Apple

A empresa californiana é conhecida por desenvolver seus produtos de forma secreta, apresentando suas novidades ao público apenas durante suas conferências. Em 2012, o CEO Tim Cook fez um apelo para que o desenvolvimento de produtos da empresa fosse mantido sob sigilo. Porém, a demanda por informações da empresa é muito alta e empregados da companhia são constantemente abordados pela mídia, através de redes sociais como LinkedIn e Twitter, a respeito do trabalho que estão desenvolvendo.

Já em 2017, a empresa fez uma conferência interna para sensibilizar os empregados a respeito de vazamentos, mas depois disto houve o vazamento de detalhes do iPhone X, a nova Apple TV, o novo Apple Watch com LTE, o novo dispositivo de realidade aumentada da companhia, novos modelos de iPad, melhorias de software, e detalhes sobre os próximos iPhones e AirPods.

Numa tentativa de estancar os vazamentos, a companhia enviou aos seus funcionários um memorando sobre as implicações dos vazamentos de informações, com ênfase nas penalidades que podem ser aplicadas, inclusive nos âmbitos legais e criminais. No ano passado, 29 pessoas foram pegas vazando informações, dentre as quais 12 foram presas. “Estas pessoas não perdem apenas seus empregos, mas também poderão enfrentar dificuldades para se recolocar em qualquer outro lugar“, afirma o memorando.

A empresa cita momentos em que informações foram vazadas para a mídia, como uma reunião em que os funcionários foram informados que alguma implementações de software para o iPhone seriam atrasadas e uma atualização de software ainda não lançada que revelou detalhes sobre os ainda não lançados iPhone X e o novo Apple Watch.

De acordo com o memorando, o vazamento de informações sobre novos modelos impacta negativamente nas vendas dos modelos atuais, dão tempo de resposta maior para os concorrentes desenvolverem uma resposta competitiva e reduz as vendas no lançamento dos produtos. Greg Joswiak, executivo de marketing de produto da Apple, é enfático: “Queremos ter a chance de mostrar aos consumidores o quanto nosso produto é ótimo, ao invés de alguém fazer isso de forma mal feita“.

Curiosamente, o memorando também foi vazado por uma fonte interna.

Fonte: Bloomberg

The Future Of Apple - Apple avisa que está de olho no vazamento de informações

Comentários do Facebook

Receba Notícias por E-mail:

Share via