Apple faz acordo em processo sobre preços de e-books

apple 2014
A empresa evitou um julgamento nos Estados Unidos que estava marcado para o dia 14 de julho onde os requerentes exigiam US$ 840 milhões.

apple 2014 720x479 - Apple faz acordo em processo sobre preços de e-books

A Apple fez um acordo amigável em um processo sobre os valores cobrados por e-books (ou livros eletrônicos). A empresa evitou um julgamento nos Estados Unidos que estava marcado para o dia 14 de julho no qual os requerentes exigiam US$ 840 milhões (R$ 1,9 bi) em indenizações para os consumidores lesados.

Em uma carta para a juíza distrital dos EUA Denise Cote, o advogado Steve Berman que representa os consumidores e alguns Estados norte-americanos disse que a Apple e os requerentes chegaram a um acordo inicial.

Os termos do acordo, que não foram revelados, ainda dependem de uma autorização da justiça. Segundo uma decisão da juíza Cote, a empresa teria conspirado com cinco grandes editoras norte-americanas para elevar os preços de e-books, notadamente como forma de forçar a subida de preços na Amazon, grande líder do mercado de e-books.

A companhia alega que não violou nenhuma lei antitruste. Mas as outras ediotoras envolvidas no processo concordaram em pagar mais de US$ 166 milhões em um acordo semelhante e a Apple era a última acusada ainda no processo.

Comentários do Facebook

Receba Notícias por E-mail:

Share via