Como os apps de idioma operam para que o usuário aprenda de forma efetiva

babbel device cluster
Aprender um novo idioma por meio de aplicativo para o smartphone é uma realidade recente que já mostrou sua efetividade. Mas como os apps de idioma operam para que o usuário aprenda de verdade?
Anúncio
Como os apps de idioma operam para que o usuário aprenda de forma efetiva

Com a evolução da tecnologia, inúmeros recursos passaram a caber na palma da mão, no smartphone. Seja para realizar uma operação bancária, se comunicar com outras pessoas ou aprender um novo idioma, o equipamento tem assumido um papel cada vez mais importante na vida do usuário. Mas você já parou para analisar como os apps de idioma operam para que o aprendizado seja efetivo?

O conceito de evolução de aprendizagem

Aprender algo por meio de um aplicativo seria muito difícil de imaginar há 30 anos. De lá para cá, a tecnologia mudou, e com ela as formas de aprendizado. Entretanto, um conceito continua sendo fundamental em todos os tipos de ensino: a evolução progressiva. Basicamente, trata-se de apresentar um novo elemento à medida que o estudante domine o anterior. 

Para alguns apps de idiomas, esse conceito é fundamental. O aplicativo Babbel, por exemplo, que oferece curso de inglês e de outros treze idiomas, utiliza a técnica de evolução e níveis de acordo com os avanços realizados pelo usuário. Dessa forma, uma frase ou um termo só aparece na tela quando o estudante conseguiu o domínio dos itens prévios.

babbel app idioma
A plataforma Babbel oferece cursos de 14 idiomas, incluindo inglês e espanhol

Essa evolução progressiva dos aplicativos pode ser comparada com o período de início escolar, em que as crianças são ensinadas a ler. Ou seja, a medida que aprende o vocabulário aumenta, progredindo de forma gradual e orgânica. Levar esse conceito à sério é o que garante o sucesso dos aplicativos para idiomas.

Treinando o ouvido

Uma das maiores dificuldades que as pessoas têm ao aprender um idioma é praticar o ouvir. Afinal, se você estiver estudando francês no Brasil, dificilmente vai ter a oportunidade de escutar pessoas conversando neste idioma no dia a dia. As escolas tradicionais também encontram barreiras neste sentido, especialmente aquelas em que o estudante faz a lição somente de forma presencial.

babbel app idioma
App da Babbel conta com Inteligência Artificial para correção da pronúncia do estudante

Vários aplicativos fornecem áudios de como é a pronúncia de palavras e frases completas no idioma de estudo. Para os apps mais avançados, a tecnologia inserida permite que o usuário grave um áudio falando a frase e, em tempo real, tenha a correção por meio de Inteligência Artificial que compara o som original com a interpretação do estudante.

Gamificação na educação 

Gamification é um termo em inglês que se popularizou nos últimos anos por propor a inserção de conceitos de jogos na educação. Dessa forma, utiliza-se recursos que são comuns nos games como missões e desafios, pontuação, sistema de ranking, prêmios e reconhecimento perante a comunidade, como métodos para incentivar o estudante a continuar o aprendizado. 

Gamification
Gamificação traz o universo dos jogos para a educação, com recompensas ao atingir metas de estudo

Mas a gamificação não é algo fantasioso: existe uma relação direta entre os elementos de um jogo e gatilhos psicológicos que as pessoas tem. Isso não significa que todas as pessoas vão reagir da mesma forma, mas que é possível manter a atenção dos estudantes com mais facilidade a partir de propostas que façam com que ele se sinta em um jogo.

Não é à toa que os apps de idiomas começaram a aplicar gamificação em seus sistemas de aprendizagem. É como se o usuário jogasse enquanto estuda. Assim, consegue perceber sua própria evolução e ser recompensado pelo esforço de diversas maneiras, fazendo com que se mantenha sempre motivado a continuar.

Mas será que funciona mesmo?

Para construir um aplicativo existe muito estudo envolvido. Se o aplicativo em questão tiver como proposta ensinar um idioma para o usuário, esses estudos são ainda mais complexos. Afinal, é preciso levar em consideração uma série de fatores, desde a evolução natural do estudante, passando pelos estímulos visuais e auditivos, até utilizar recursos modernos de educação como a gamificação.

Muitas pessoas se perguntam se esse tipo de aplicativo faz diferença e são mesmo capazes de fixar o conteúdo na mente de quem utiliza. Como todo sistema de aprendizagem autônomo, é preciso que o usuário tenha uma certa dedicação na hora de estudar. Ainda assim, a forma como os aplicativos são desenvolvidos fazem com que o estudante sinta-se estimulado a continuar no processo de ensino. A analista de marketing Bruna Marzarotto utiliza o aplicativo da Babbel para estudar italiano e aponta alguns benefícios: “a possibilidade de estudar em qualquer lugar, os recursos presentes no aplicativo e o sistema de revisão são itens que considero fundamentais para o aprendizado e que não teria em uma escola convencional”. E ela complementa: “Comecei com zero conhecimento em italiano e já começo a entender programas no idioma sem tanta dificuldade”.

O aplicativo da Babbel pode ser encontrado na App Store e na Google Play.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter