Foto do do ataque hacker na polícia federal

Ataque hacker na Polícia Federal e PRF apaga dados em sistema

Avatar of victor pacheco
Ataque foi realizado no dia 10 de dezembro, junto com problema no Ministério da Saúde; dados sobre policiais com dívida ativa na União foram apagados

Além do site do Ministério da Saúde e ConecteSUS terem sido hackeados no último dia 10, também aconteceu um ataque hacker na Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal (PRF). O Sistema Eletrônico de Informações (SEI), que conta com informações do Governo Federal, teve dados apagados. Há suspeitas de ransonware, quando hackers fazem sequestro de dados.

Ainda não se sabe a origem do ataque, mas a Polícia Federal trabalha com a linha de raciocínio que os mesmos envolvidos no ataque ao Ministério da Saúde também podem estar atuando neste caso. Ainda não houveram vazamentos de informações. Entenda o caso agora.

Dívidas de policiais foram apagadas do sistema

O mês de dezembro está sendo marcado por ataques de hackers em sistemas do Governo Federal e o grande afetado desta vez é o Sistema Eletrônico de Informações da Polícia Federal. Têm-se informações de que todos os policiais que estavam com dívida ativa na União agora não devem mais nada, uma vez que as informações não constam no SEI.

Homem realizando ataque hacker
Ataque hacker aconteceu no mesmo dia que portal do Ministério da Saúide ficou fora do ar. (Foto: FreePik)

De acordo com apuração do R7, o sistema está fora do ar desde o dia 10 de dezembro, quando em uma ação contra o Ministério da Saúde que também chegou a deixar o ConecteSUS fora do ar, o SEI foi atacado. O grande ponto é que para não causar pânico, foi divulgado que os dados não foram afetados, mas se sabe que as informações não estão completas como antes.

“Saiu na mídia que os dados não foram afetados. Mas percebemos que muita coisa foi excluída. Existe a expectativa de que tudo volte hoje à tarde, mas ainda não se sabe se o que foi perdido será recuperado.”

 Fonte anônima que integra a área policial.

O problema que acontece há mais de 10 dias faz com que milhares de pessoas fiquem sem trabalhar, principalmente quem precisa de informações que estão no sistema. A área administrativa, que cuida de investigações, fiscalizações e até mesmo entrada e saída de pessoas, está completamente inapta.

Ataque hacker na Polícia Federal por ransonware?

Um ransonware é basicamente um ataque em que hackers passam a ter acesso a um sistema, com a liberação acontecendo apenas mediante pagamento ou realização de possível ação da empresa que está sofrendo isso. No caso do ataque hacker na Polícia Federal, aconteceu que, além de inutilizar o sistema, os envolvidos também realizaram a alteração e exclusão de dados.

Homem realizando ransonware
Ransonware pode ter qualquer pessoa como vítima. (Foto: FreePik)

Geralmente, é muito difícil recuperar o que foi apagado pelos hackers, a menos que um backup físico ou protegido fora do sistema que foi atacado esteja disponível. Como existem muitas informações salvas em um só lugar, raramente os sistemas voltam a funcionar com todas as informações que constavam antes.

Ransowares são bastante comuns, e nem sempre as grandes companhias e sistemas do Governo Federal de um país é afetado. Ao receber um e-mail de destinatário desconhecido, jamais clique ou instale um programa no qual você não sabe a origem. Todo cuidado é pouco.

Polícia Federal bloqueou sistema no ato de ataque

Em nota divulgada para a imprensa, a Polícia Federal confirma que realizou o bloqueio do sistema para que mais nenhuma outra informação fosse acessada ou até mesmo apagada. Ainda não se sabe como os credores com dívida ativa serão acionados, mas o perfil é o mesmo: todos são policiais.

Problema do ataque hacker na polícia federal
Ataque hacker na polícia Federal causa problema até hoje. (Foto: R7)

O órgão de segurança também não tem claro conhecimento de quem possa ter organizado o ataque hacker na Polícia Federal. Mas suspeita-se que o mesmo grupo, que chegou a solicitar que o Governo Federal entrasse em contato para ter os dados dos cidadãos brasileiros de volta, também seja responsável por este problema.

A PF também disse que segue realizando as devidas investigações e que irá se pronunciar sobre o caso assim que tiver mais dados. Esta matéria será atualizada assim que mais dados forem divulgados.

Veja também

Confira tudo o que se sabe sobre o ataque ao Ministério da Saúde, que também deixou o ConectaSUS, con dados de vacinação, fora do ar:

Fontes: R7, Metrópoles e IG

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
13
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados