Brasil tem 730.500 aparelhos equipados para redes 4G

Brasil tem 730.500 aparelhos equipados para redes 4G 5
Número de assinantes com aparelhos 4G cresce constantemente no Brasil. Anatel prevê uma forte alta no número de usuários conectados às redes de 4ª geração até o fim do ano.

Brasil tem mais de 700 mil assintantes 4G

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou o número de linhas móveis compatíveis com as frequências 4G brasileiras vendidos desde maio deste ano, quando a comercialização foi liberada, até o final de outubro: 730.500 linhas. A agência aposta num boom de vendas de fim de ano pois prevê que, ainda em 2013, 4 milhões de pessoas estarão conectadas a estas redes.

Entre as quatro grandes operadoras, a Vivo lidera a adoção do 4G com 293.200 assinantes. A TIM está em segundo lugar com 208.050, a Claro em terceiro com 148.100 e a Oi na quarta posição com 80.900 clientes 4G.

No Brasil, apenas a frequência de 2,6 GHz está sendo utilizada pelas redes 4G. Esta frequência é de curto alcance, o que demanda um investimento maior das operadoras em antenas e equipamentos para expandir o alcance do sinal. A frequência de 700 MHz ajudaria a desafogar as faixas de 2,6 GHz, mas atualmente é usada para a transmissão da TV analógica.

O governo federal antecipou os leilões desta frequência, que ocorreria apenas em 2016, para o ano que vem, porém é improvável que sejam feitos a tempo da Copa do Mundo. As operadoras atualmente correm contra o tempo para cumprir a meta de disponibilizar o sinal 4G nas 12 cidades sede da Copa até dezembro.

Para mais informações sobre o 4G no Brasil como aparelhos compatíveis e velocidade, acesse nosso Especial 4G.

Fonte: ZDNet

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Do que adianta ter esse serviço sendo que é caro e nem tem em todas as capitais ? O 4G tem no exterior faz muito tempo e é barato, aqui ele chegou apressado e ainda só por causa da copa do mundo.

Receba Notícias por E-mail:

Share via