Início » TECNOLOGIA » Ciência e Tecnologia » Cabo com tecnologia nacional será usado pelo Google
Ciência e Tecnologia Geral Google

Cabo com tecnologia nacional será usado pelo Google

tecnologiabr - Cabo com tecnologia nacional será usado pelo Google
Com o intuito de interligar as duas maiores cidades brasileiras, melhorar a eficiência da rede de internet no continente Sul Americano, o Google está novamente empreendendo uma nova ideia, que agora já sai do papel e vai ser implementada de fato. Logo de inicio a ideia era realizar a passagem de um cabo de dados de vibra ótica entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, por via terrestre, mas devido a fatores de risco o projeto passou a visar a costa marítima presente nos dois estados e assim conseguir explorar, positivamente, um pouco mais de nossos recursos tecnológico.

tecnologiabr 720x480 - Cabo com tecnologia nacional será usado pelo Google

Com o intuito de interligar as duas maiores cidades brasileiras e melhorar a eficiência da rede de internet no continente sul-americano, o Google está novamente empreendendo uma ideia pioneira, que sairá do papel e será de fato implementada. No inicio, a ideia era realizar a passagem de um cabo de dados de vibra ótica entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo por via terrestre, mas devido a fatores de risco o projeto passou a visar a costa marítima presente nos dois estados e assim conseguir explorar, positivamente, um pouco mais de nossos recursos tecnológico.

Para analistas do mercado, essa noticia foi recebida como algo extremamente positivo para o nosso produto nacional, pois o novo cabo de fibra seria produzido em conjunto com a Padtec, uma empresa nascida em Campinas – SP, mas que já conta com boa credibilidade internacional, sendo bem conhecida no setor de sistemas de transportes óptico terrestre. Com este novo projeto, a empresa passa a se transformar também em produtora de sistemas de transporte óptico submarino.

O cabo foi batizado com nome de JUNIOR, em referência ao desenhista e pintor José Ferraz de Almeida Júnior, nascido no ano de 1850. A ligação será feita desde a Praia de Macumba no Rio de Janeiro até a Praia Grande na Baixada Santista, a distancia entre os dois pontos é de aproximadamente 390 kms. As operações estão prevista para começar no segundo semestre de 2017.

image00 720x466 - Cabo com tecnologia nacional será usado pelo Google

O cabo desenvolvido será composto por 8 pares de fibra ótica e ao longo de sua extensão serão utilizados 3 repetidores submarinos. O JUNIOR fará ligação com outros cabos oceânicos existentes na região. O primeiro existente é chamado de MONET, que possui extensão de aproximadamente 10 mil kms, ele conectará Boca Raton, no estado da Flórida, a duas cidades de grande importância do litoral brasileiro: Fortaleza e Santos. O segundo cabo é denominado TANNAT, que se estende por 2 mil kms, de Santos a cidade de Maldonado, no Uruguai. Para quem tiver curiosidade de saber como funciona um repetidor, como este que nos referimos, confira as imagens abaixo.

padtec repetidor submarino 720x480 - Cabo com tecnologia nacional será usado pelo Google

naom 56e8650e21740 320x190 - Cabo com tecnologia nacional será usado pelo Google
Cabo PadTec internamente

Podemos notar, que mesmo diante da situação complicada pela qual passa o país, o Brasil ainda é muito requisitado em soluções digitais confiáveis.

Comentários do Facebook