CCXP 2018: tudo que vimos no evento (até agora)

Estamos na CCXP 2018 e vamos te atualizar com tudo o que está acontecendo no evento. Se estiver com alguma dúvida, veio ao lugar certo

[Post em desenvolvimento]

A CCXP já está no seu quinto ano, e sexto evento realizado com louvor. Entre os dias 5 e 9 de dezembro, a Expo São Paulo se transforma em uma espécie de mini-cidade geek, repleta de nerds de todos os tamanhos.

Se você quer saber como está sendo a CCXP 2018 ou precisa de dicas para sobreviver ao evento, neste artigo vamos te ajudar em tudo. Vem comigo.

Como chegar

O trânsito de São Paulo é um inferno. Se você não tem problemas de locomoção, pode descer do carro na entrada do viaduto Matheus Torloni e vir a pé. vai ser mais rápido do que esperar o engarrafamento andar, e você vai ver diversas pessoas fazendo o mesmo. Siga os cosplayers.

Se você está vindo de metrô, desça na estação Jabaquara, procure a saída da Rua Nelson Fernandes e espere o ônibus da CCXP 2018 passar. Basta apresentar sua credencial e você tem livre acesso. Ele irá te trazer e te levar de volta ao metrô, no fim do evento.

Se você não quer esperar o ônibus, pode chamar um uber, mas esteja pronto para as tarifas dinâmicas. Muita gente está tendo a mesma ideia. Algumas pessoas descem a pé do metrô até a Expo São Paulo. Não é tão distante assim.

Tomadas

Vamos ao que interessa: como carregar o celular. Na frente do estande da Omelete, tem uma pequena arquibancada de madeira com grama sintética onde você consegue algumas tomadas para carregar o celular. No estante da Globo, dentro da logo da Globo que fica no chão, você também vai encontrar alguns spots.

Próximo ao espaço Creators, ao lado do Grifo de Harry Potter, você encontra aqueles power banks gigantes, onde você precisa deixar o celular dentro para carregar. Esse é um pouco mais desconfortável, mas dependendo da emergência, vale a pena. É melhor do que perder uma foto com o Luciano Amaral porque o celular descarregou (relato pessoal).

Existem outras tomadas solitárias pelo salão, algumas no banheiro. Eu não vou informar todas porque eu pretendo continuar carregando meu celular em paz no cantinho que eu achei. Desculpem por tudo.

Comida

Se você tem intolerância alimentar, as coisas não estão boas pra você, meu caro amigo. Quase todas as opções envolvem pão e batata frita, mas procurando direitinho, você encontra camarão, açaí, água de côco, sucos naturais, e diversas opções tropicais que eu quase me senti em casa, lá no Rio Grande do Norte.

Eu não vi nenhuma recomendação sobre a entrada de alimentos no evento, então acredito que está liberada. Mas não traga muita coisa, você vai andar bastante e deve ganhar muitos brindes, carregar peso não vai ser legal.

Ambulância

Esse serviço funciona muito bem, obrigada. Eu escorreguei na área do evento, e não precisei contar até 30 para que um bombeiro aparecesse. Thiago me atendeu prontamente, olhou meu tornozelo e automaticamente convocou uma cadeira de rodas e a ambulância. O médico de plantão me examinou, disse que provavelmente era apenas uma torção, mas que eu precisaria fazer um raio-x. A ambulância me levou pro hospital e cá estou eu, com bota imobilizadora no pé direito, para curtir o evento.

Entrada VIP e PCD

Uma vez proibida de andar pelo médico, acessei o evento todos os dias pela entrada PCD, onde ao apresentar o laudo médico, me emprestaram uma cadeira de rodas com Kit Livre, que me permite dirigir uma espécie de triciclo acoplado.

É absurdamente bom andar motorizada pelo evento que é gigante. Eu devo andar uns 7km por dia no triciclo que vai até 5km/h. Alguns cosplayes já me chamam de Off-Road quando eu chego. O que me fez perceber que o evento oferece uma experiência muito boa para PCD e para crianças, devido à segurança e conforto disponibilizados.

Se você tem um amigo PCD, convide-o para a CCXP. Eu tenho certeza que ele ou ela irão se divertir muito. Inclusive, arrisquem cosplay! Dica: não vi ninguém de Professor Xavier. Mas vi vários Goku e Super Mário.

A entrada PCD fica ao lado da entrada VIP, dos ricos e famosos, dotados de credenciais Unlock, Epic e Full.

Ingressos

Existem 5 tipos de ingresso para entrar na CCXP. Você pode comprar cada um dos 4 dias separadamente, e os valores variam pra cada dia, de acordo com as atrações. Os preços podem variar da casa dos 90 reais até 190. Você também pode comprar os 4 dias de uma vez, e economizar uma grana.

Se você estiver muito empolgado, pode optar pelas versões Unlock ou Epic, com algumas vantagens extra, como entrar uma hora antes de todos na arena, e aproveitar atrações sem fila ou até mesmo atrações exclusivas, por um punhado de dólares a mais.

E se dinheiro não é problema, a opção Full Experience vai garantir todas as vantagens que você imaginar, incluindo cadeiras reservadas e mimos a mais. Você pode conferir todos os detalhes dos ingressos na imagem abaixo, retirada do site oficial da CCXP.

Omelete e Oi Wi-Fi

O estande da Omelete é gigante e conta com uma sala de vidro no primeiro andar, onde estão transmitindo os melhores momentos do evento. Muitas pessoas circulam por lá, pra captar melhor o sinal da Wi-Fi gratuita da Oi (mas ele está bom em toda a arena), para aproveitar as tomadas, ou apenas para aparecer na transmisão. Eventualmente, um apresentador desce e interage com a galera, o que inclui a distribuição de prêmios.

Warner Bros

O estande da Warner aparentemente é o segundo maior do evento, atrás apenas do estande da Omelete. São diversas atrações com atividades que valem brindes, totens para fotografia e uma experiência de imersão no filme do Aquaman com projeções mapeadas nas paredes e no teto.

A imersão em si deve durar cerca de 3 minutos, enquanto o tempo na fila de espera deve superar os 40 minutos. Mas você ganha um pôster e uma mochila. Os participantes afirmam que vale a pena.

GOTX

A maior fila que você verá no evento é para entrar na imersão da série, com reconstruiu um castelo onde você pode acender velas aos mortos, receber uma carta que pode estar premiada e tirar fotos com os Monstros de Gelo em cenário que neva e faz frio de fato. Há uma segunda casa, dedicada apenas ao inverno, que até o fechamento deste texto, eu ainda não consegui visitar.

Turma da Mônica

O estande da Turma da Mônica surpreende pela diversidade de atividades e de produtos à venda. Entre as novidades, é possível fazer o seu próprio bonequinho da Turma da Mônica, seja virtual (via aplicativo) seja em espuma. É possível encomendar o seu online, no site www.eunaturma.com.br

Maurício de Souza e sua turma também estiveram presentes em um painel, na sexta (07) no auditório Cinemark XD, anunciando as novidades para 2019. Entre elas, as que mais me impressionaram foi a parceria com editora TezuComi, da família do famoso cartunista Osamu Tezuka, que permite a imersão da Turma da Mônica no Japão.

A invasão do Japão acontece especialmente através de novas animações sem diálogos que promovem encontros da turminha com personagens famosos como Hello Kitty e Goku, além da presença do próprio Osamu Tezuka e Maurício de Souza em uma delas.

Outra parceria impressionante é entre a Turma da Mônica, Panini e DC. A partir do ano que vem, veremos os heróis da Liga da Justiça nas revistinhas da turma, interagindo com os personagens. A primeira irá promover o encontro do Batman com o Cebolinha, a Mônica, Magali e Cascão.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe seu comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba Notícias por E-mail:

Share via