Galaxy A21 da Samsung pega fogo em avião nos Estados Unidos

Alaska airlines evacua avião após celular pegar fogo
Logo após o pouso, celular da Samsung pega fogo em avião, que precisou ser rapidamente evacuado. Autoridades investigam o caso, que remete aos incêndios no Galaxy Note 7, também da Samsung

Depois de um voo simples e sem nenhuma complicação da linha aérea Alaska Airlines, de New Orleans para Seattle, os passageiros esperavam um desembarque tranquilo, mas não foi exatamente isso o que aconteceu. Um smartphone Galaxy A21, da Samsung, pega fogo em avião enquanto a tripulação aguardava um gate para desembarque dos passageiros. O fogo no aparelho foi controlado, mas ainda assim foi necessária a rápida evacuação da aeronave. O caso fez lembrar a série de problemas com o Galaxy Note 7, também da Samsung, que pegava fogo espontaneamente.

Celular pega fogo em avião após o pouso 

Celular pega fogo em avião da alaska airlines, que é evacuado
Passageiros evacuando avião após incêndio.

De acordo com um funcionário do aeroporto de Seattle, em entrevista ao The Verge, o celular que causou a confusão foi um modelo Galaxy A21 da Samsung. Ainda de acordo o funcionário, não foi sequer possível reconhecer o celular após o incidente e, quem confirmou o modelo foi o passageiro que era dono do aparelho. 

Após usarem extintores de incêndio, os passageiros foram evacuados do avião, que estava cheio de fumaça causada pelo aparelho. De acordo com pronunciamento do aeroporto, apenas dois passageiros tiverem pequenos machucados e foram tratados e liberados no mesmo dia em um hospital local. 

O que pode fazer um celular pegar fogo?

A principal causa para acontecimentos do gênero, é devido à um processo físico chamado de avalanche térmica. Em resumo, o processo faz com que uma bateria de lítio-ion entre em um ciclo de aumento exponencial de temperatura até que a bateria entre em combustão ou libere muita fumaça.

Além dos extintores de incêndio, foi utilizado uma mochila que serve para conter equipamentos justamente que estão pegando fogo. O forro da mala de contenção é feito para aguentar temperatura de até 1760 graus Celsius. 

O caso Galaxy Note 7

Galaxy a21 da samsung pega fogo em avião nos estados unidos. Logo após o pouso, celular da samsung pega fogo em avião, que precisou ser rapidamente evacuado. Autoridades investigam o caso, que remete aos incêndios no galaxy note 7, também da samsung
O Galaxy Note 7 ficou notório devido a erro de projeto, que fez diversos aparelhos pegarem fogo

Toda essa história de celulares pegando fogo é bastante similar ao que já ouvimos um tempo atrás com o caso do Galaxy Note 7. Para quem não se lembra, o modelo da Samsung chegou a passar por dois recalls após explosões e incêndios causados pelo superaquecimento das baterias dos aparelhos.

Todos esses casos mostram duas preocupações que devemos levar em conta. A principal é que, a pressa de lançar um produto tem feito com que alguns passem na malha fina e possam apresentar problemas em situações extremas que poderiam ter sido prevenidas com testes e pesquisas.

Em segundo lugar, smartphones estão cada vez mais finos e trabalham com cada vez mais energia. Basta lembrar que as resoluções não param de aumentar, os chips ficam cada vez mais potentes, cada vez mais sensores estão ativos e tudo isso deve funcionar bem em um espaço cada vez menor. Não podemos ignorar esse fato.

Veja também

Confira nosso review dos modelos A de celulares da Samsung para saber a melhor opção de compra na categoria.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário