Conecte-se conosco
CIA pode hackear um roteador antes mesmo de você comprá-lo

Ciência e Tecnologia

CIA pode hackear um roteador antes mesmo de você comprá-lo

Agência desenvolveu um sistema que pode registrar tudo o que passa pelo roteador e pode até te redirecionar para quais sites ela quiser

CIA pode hackear um roteador antes mesmo de você comprá-lo

Roteadores da D-Link estão inclusos nos que a CIA conseguiu invadir

O mundo atual é muito dependente da internet. Com o aumento do uso, a segurança digital ganhou mais importância, ainda mais depois de sabermos que os EUA andava espionando todos, até a ex-presidente Dilma Rousseff. A nossa privacidade é algo que tentamos prezar cada vez mais, mas algumas agências ainda não entenderam isso. Documentos vazados pelo WikiLeaks mostram que a CIA tem uma forma de invadir roteadores antes de chegar ao cliente. Será que seu roteador está nesse momento rastreando a leitura desse texto?

CIA é capaz de te mandar a sites que ela quer remotamente

Os roteadores são dispositivos bastante úteis, mas de fraquíssima segurança. Já percebeu que ao conectar a um roteador aberto sempre tem um aviso dizendo que suas informações de navegação podem estar em perigo? É uma fato verdadeiro. O uso malicioso de um roteador pode expor muitas informações dos usuários. Por isso que a CIA mirou nesse dispositivo.

CIA pode hackear um roteador antes mesmo de você comprá-lo

CIA novamente é exposta com táticas de infiltração

A invasão ocorre a partir do Cherry Blossom, sistema criado pela agência americana. Uma vez que isso acontece, tudo que passa pelo roteador é entregue à CIA. Dentro dessa operação, ainda é possível agir ativamente, comandando a internet da vítima. A CIA pode, por exemplo, fazer com que seu celular abra um site sozinho.

E cuidado como deixa as configurações do celular, pois caso o diagnóstico remoto esteja ligado sem usar, será possível abrir aplicativos, instalar programas, mudar o registro e muitas outras coisas, tudo por meio da internet. Não estamos falando apenas do Android, até o Windows Mobile pode ser controlado dessa forma.

No mesmo documento, é exibido que a CIA fez um árduo trabalho e conseguiu invadir 25 roteadores de 10 marcas: Asus, Belkin, Buffalo, Dell, D-Link, Linksys, Motorola, Netgear, Senao, e US Robotics. Devemos lembrar que a D-Link tem grande difusão no Brasil.

Entrega: roteador hackeado

A CIA tem dois métodos de invadir roteadores: remotamente e manualmente. Remotamente é por meio de uma ferramenta chamada Claymore (não foi explicado seu funcionamento). Manualmente é com a interferência direta do transporte dos roteadores, isso é, a CIA tem acesso dentro do supply chain de empresas a ponto de poder instalar o que quiser antes mesmo do produto chegar aos compradores.

Os documentos são de agosto de 2012, sendo assim 5 anos se passaram. Essa tecnologia Cherry Blossom pode ter se evoluído ainda mais e não sabemos. É desconhecido quantos roteadores estão sendo vigiados pela CIA, mas os documentos dizem que é mais para investigação de alvos específicos, não para monitoramento de massas. E pensar que queremos nos tranquilizar com isso, como se não estivéssemos sendo vigiado nesse momento.

Um garoto sul-americano do Nordeste que finalizou o ensino médio e aguarda o início de seu semestre na UFAL em 2018. Até lá acha que pode pelo menos produzir algo útil à humanidade através do SMT, assim para de gastar horas de sua vida em Dota 2.

Comentários

Mais de Ciência e Tecnologia

Dica

Advertisement


Mais Lidas

Advertisement

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

Recomendado para você



Subir