Como usar o Recovery Toolbox for DBF para reparar o Banco de Dados sem complicações

recuperar Banco de Dados
Resgatar um banco de dados corrompido já foi trabalho para o maior dos especialistas, mas com ferramentas como o Recovery Toolbox for DBF simplificam tudo: veja como usar!
Anúncio
Como usar o Recovery Toolbox for DBF para reparar o Banco de Dados sem complicações

Quem administra bancos de dados usando programas como o Microsoft FoxPro, 1C e dBase não precisa explicar a estrutura dos arquivos no formato “.dbf”. Existem áreas críticas de banco de dados, onde é melhor evitar danos devido aos altos riscos de perdas para a empresa.

É comum que, quando alguém precisa de reparo rápido de um banco de dados danificado, soluções imediatas são difíceis de encontrar. Depois de uma boa pesquisa sobre o assunto, o Showmetech encontrou o programa universal Recovery Toolbox for DBF. Com uma interface simples até para quem não é um profissional mais técnico do assunto, o software traz uma série de recursos que facilitam um dos trabalhos mais essenciais de qualquer desenvolvedor. E o melhor de tudo, é de graça!

A seguir, vamos mostrar como trabalhar com o Recovery Toolbox for DBF, com uma série de dicas para ajudá-lo nos primeiros passos no uso do programa.

Uma Máquina do Tempo no Windows 10

Se você trabalha com o Microsoft FoxPro, é bom verificar se há versões mais antigas do banco de dados que possam ser abertas. Esse acesso é possível se a Opção do Histórico do Arquivo estiver ativada no Windows 10, um recurso implementado no Windows, mas com clara inspiração vinda de uma função similar no Mac OS. Para verificar a recuperação, siga as instruções:

  • Abra a pasta na qual o banco de dados está guardado no formato “.dbf”
  • Clique com o botão direito do mouse no arquivo “.dbf” e selecione Propriedades
  • Selecione a aba Versões Anteriores
  • Clique no botão Restaurar
  • Abra o arquivo num programa que use o arquivo “.dbf” especificado

Na verdade, isso é como um backup automático que você pode configurar completamente por outros meios. Você pode copiar o arquivo “.dbf” desejado para qualquer lugar. Em geral, um backup preparado automaticamente ou manualmente com cuidado é a melhor maneira de lidar com a corrupção do banco de dados.

Imagem: Reprodução/Recovery Toolbox for DBF
Imagem: Reprodução/Recovery Toolbox for DBF

Ferramentas Incorporadas de Recuperação dBase

Quem trabalha com dBase pode tentar o método de recuperação oferecido pelo desenvolvedor. Outros métodos requerem habilidades técnicas superiores.

  • Abra a linha de comando do dBase no menu Iniciar do Windows 
  • Faça login no dBase usando seu nome de usuário e senha
  • Digite o seguinte comando na linha: dbf/recover sampleDB.dbf *
  • Pressione Enter e aguarde pelo final do trabalho

Recovery Toolbox for DBF

Muitos programas podem usar DBF, e cada um deles tem suas ferramentas de recuperação. Não vamos descrever cada um dos métodos aqui já que podem haver muitas variações. Ao invés disso, é mais interessante encontrar uma ferramenta universal para recuperar arquivos “.dbf” danificados.

Aqui, entra o Recovery Toolbox for DBF, sendo ele igualmente útil para especialistas e usuários casuais. Em primeiro lugar, se você não é um profissional especializado, o programa não exige que você conheça a estrutura dos bancos de dados. Tudo o que você precisa fazer é selecionar o arquivo que deseja.

Em segundo lugar, como já mencionamos no começo do texto, ele é grátis. Você pode baixar a versão demo do Recovery Toolbox for DBF agora e abrir qualquer banco de dados no formato “.dbf”. De qualquer maneira, a solução é gratuita, com o programa rodando bem em qualquer tipo de computador com o Windows instalado.

Como Reparar um Arquivo DBF

O Recovery Toolbox for DBF abre qualquer banco de dados no formato “.dbf”.

  • Baixe e instale o Recovery Toolbox for DBF
  • É necessário selecionar o arquivo de origem no formato .DBF para análise
  • Clique “Analisar” para iniciar o processo: cocê pode visualizar os resultados da análise do banco de dados aqui
  • Selecione o nome de um arquivo para a recuperação de dados
  • Selecione um formato para salvar os dados
  • Salve os dados em um novo arquivo DBF — disponível na versão completa
(Imagem: Reprodução/Recovery Fox for DBS)
(Imagem: Reprodução/Recovery Fox for DBS)

Se você precisa somente examinar o conteúdo do banco de dados, o programa traz visualizadores internos que são independentes do programa de origem para trabalhar com o banco de dados. O programa de origem — como o dBase ou o FoxPro — não precisa estar instalado no computador. A visualização, recuperação e salvamento de dados são realizados pelo Recovery Toolbox for DBF.

Você pode pegar um pedaço de papel e escrever o que é essencial agora. Você pode cortar fotos para lembranças ou simplesmente registrar o Recovery Toolbox for DBF e salvar os dados recuperados em um novo arquivo “.dbf”. No último caso, porém, você já deve ter percebido que será necessária a compra de uma licença do software, já que essa é uma função restrita aos seus usuários pagantes.

(Imagem: Reprodução/Recovery Fox for DBS)
(Imagem: Reprodução/Recovery Fox for DBS)

Não importa em qual programa o banco de dados foi criado no formato “.dbf”. Pode ser dBase IV, 1C ou FoxPro: o Recovery Toolbox for DBF determina automaticamente o algoritmo de recuperação desejado e o utiliza. Antes de tudo, é bom que você faça uma cópia do banco de dados danificado e teste vários métodos de recuperação, incluindo o Recovery Toolbox for DBF. Embora, no processo, o programa não altere o conteúdo do arquivo de origem, você não deve arriscar o banco de dados. O Recovery Toolbox for DBF é uma maneira direta e eficaz de recuperar bancos de dados danificados. Se você encontrar algo melhor, escreva-me sem hesitação. Vamos testar e avaliar juntos.

Vantagens do Recovery Toolbox for DBF:

  • Recupera arquivos DBF que possuem um cabeçalho danificado ou criptografado. Uma análise complexa da estrutura de registros e dados permite que o programa recupere o banco de dados. Essa recuperação pode ser feita mesmo que o início do arquivo tenha sido cortado ou encriptado pelo vírus criptógrafo.
  • Recupera bancos de dados maiores que 2GB. Porém, como resultado, não há apenas um, mas dois arquivos.
  • O programa restaura bancos de dados com campos MEMO.
(Imagem: Reprodução/Recovery Fox for DBS)
(Imagem: Reprodução/Recovery Fox for DBS)

Segurança

Muitas pessoas se preocupam bastante com a questão da privacidade, especialmente quando se trata de bancos de dados. Em geral, ao usar o Recovery Toolbox for DBF, não há muito com o que se preocupar. O programa funciona em qualquer tipo de computador, incluindo aqueles sem acesso à internet. Nenhuma conexão de rede é necessária para analisar arquivos “.dbf”.  É possível copiar o arquivo de instalação usando uma unidade flash no computador desejado, instalar o programa e começar a trabalhar.

Além do fato de o único requisito ser ter o Windows instalado no computador, também é interessante que você escolha um processador mais poderoso: o programa roda normalmente em máquinas antigas, sem engasgos, mas componentes de melhor desempenho farão com que o processo seja mais acelerado.

Quando tudo estiver pronto, inicie o processo de análise. Para seu conforto, você pode retirar o cabo de rede antes disso, o que garante a ausência de interceptação de dados por terceiros.

Recuperação Online de Arquivos “.dbf”

Além de trabalhar no modo offline, você pode restaurar bancos de dados “.dbf” online. Essa restauração não requer a instalação de programas adicionais no computador. Você pode fazer isso em qualquer dispositivo móvel, Android ou iOS. O serviço funciona da seguinte maneira:

  • Faça o download do arquivo em formato “.dbf” file para análise e recuperação
  • Introduza seu endereço de e-mail e código CAPTCHA 
  • Prossiga para o próximo passo e pague pelo serviço de recuperação
  • Faça download do arquivo recuperado
(Imagem: Reprodução/Recovery Fox for DBS)
04

O mais importante é ter uma boa conexão com a Internet para carregar e baixar uma quantidade relativamente grande de dados. Sim, é suposto usar serviços de terceiros. No entanto, é mais barato do que comprar uma licença do Recovery Toolbox for DBF. Além disso, o serviço de recuperação não armazena dados recuperados ou arquivos de origem. Todas as informações serão excluídas 30 dias após o download – não importa se o serviço foi pago ou não.

Conclusão

Você pode procurar uma maneira adequada de recuperar dados por um bom tempo. Alguns deles serão mais eficazes. Outros não serão capazes de ajudar. É impossível garantir uma recuperação bem-sucedida. Tudo depende do estado do arquivo de origem. O Recovery Toolbox for DBF oferece uma chance ligeiramente alta de recuperação se não houver backup disponível.

Obviamente, um backup tem suas desvantagens – por exemplo, ele pode ser muito antigo – mas, em muitos casos, é mais fácil do que recuperar arquivos “.dbf” danificados. Se o backup foi preparado há mais de uma semana, essa seria a melhor solução: recupere o banco de dados da cópia e faça as alterações mais recentes manualmente, observando-as ao usar a opção de visualização gratuita do Recovery Toolbox for DBF no banco de dados danificado. Se não houver backup, a melhor maneira é usar o Recovery Toolbox for DBF.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter