Conheça as novidades de TVs QLED Mini LED e OLED da LG

Conheça as novidades de tvs qled mini led e oled da lg. Após anúncio na ces 2021, conversamos com um porta-voz para entender melhor as tecnologias miniled e oled da lg
Após anúncio na CES 2021, conversamos com um porta-voz para entender melhor as tecnologias MiniLED e OLED da LG

Muitas vezes, os produtos anunciados na CES, maior feira de tecnologia do mundo onde acontecem os principais anúncios de tecnologia, trazem diversos conceitos, sendo somente exibidos com a proposta de roubar a atenção do público. Visto que o hardware pode ser somente um protótipo e demoraria a chegar às lojas, quem fica ligado no evento está acostumado a imaginar que aquelas novidades não serão de fácil acesso.

Quebrando a rotina, a LG anunciou novíssimas tecnologias de telas, um sistema operacional atualizado e ainda teve espaço para reinventar um controle remoto (querido por muitos). As novas linhas de smart TV contam com modelos básicos, intermediários e de luxo, em resoluções que vão de 4K a até 8K. Conversamos com o Pedro Valery, que é gerente da área de TV e chefe de parcerias estratégicas da LG, que explicou para nós essas novidades em detalhes.

Nova linha de TVs OLED da LG

Para entender melhor todas as linhas, é interessante vermos primeiro como funcionam as nomenclaturas desses modelos. Deixando tudo mais intuitivo, a LG decidiu organizar o portfólio de TVs OLED da LG em separação numérica e alfabética. Já que os lançamentos são do ano 2021, os novos modelos terão o número um. A separação por letras segue a ordem crescente, então, as linhas mais básicas e intermediárias OLED são “A” e “C” e a premium é linha “G”.

Começando pelas intermediárias, o grande diferencial dos modelos série C é o tamanho da tela. Com o menor display tendo 48 polegadas, um dos objetivos da marca é trazer a mesma qualidade de uma OLED da LG de 55 polegadas para quem tem um espaço reduzido em casa. O Pedro conta melhor as propostas da linha C:

“Vai ser o nosso produto para cativar o público e conseguir mostrar os grandes diferenciais de uma OLED; são diversos features que você consegue em televisão OLED de 48, (…) porém, agora mesmo quem joga no computador vai conseguir tanto utilizar essa televisão como monitor dia-a-dia, como para ser um monitor gamer.”

Pedro Valery, gerente da área de TV e chefe de parcerias estratégicas da LG

Voltadas também para os gamers, as TVs OLED da LG trazem entradas HDMI 2.1, com tempo de resposta menor que 1 milissegundo, perfeito para aqueles que procuram aproveitar jogos de ação, por exemplo. Elas também possuem a tecnologia NVIDIA G-SYNC, que traz mais fluidez na jogatina, e contam com resolução de até 8K, a 60 quadros por segundo.

Oled evo da lg
OLED Evo, uma evolução das tecnologias de OLED da LG. (Divulgação)

Em contraste a essa linha média, temos modelos mais básicos, que fazem parte da linha A. As principais diferenças são o fato da linha C ter 4 entradas HDMI e uma taxa de atualização de 120 hertz, enquanto os modelos A vão ter 3 entradas e seguir uma frequência de 60 hertz. Ela também deixa de lado as funções de destaque voltadas para o público gamer, logo, é uma televisão mais voltada para o público que deseja ter experiência OLED da LG, mas não quer o pacote completo.

Além disso, a LG também vai lançar as smart TVs premium, da linha G. A letra G é de Gallery, que em português significa “Galeria”. Essa é uma referência ao fato de os modelos terem telas bem finas, com design que é rente à parede. Falando sobre o display, ele ficou ainda mais brilhante. Temos a chegada da OLED Evo, um novo painel LED.

Está presente na linha G1 que a gente vai lançar agora em 2021; o que muda é que teremos uma reestruturação da composição dos pixels OLED e, consequentemente, este novo painel consegue atingir um brilho superior quando comparado ao painel de outras linhas.

Pedro Valery, gerente da área de TV e chefe de parcerias estratégicas da LG
Oled da lg
Um dos modelos de lançamento em 2021 da linha OLED da LG. (Divulgação)

Conforme o Pedro explica, os painéis OLED Evo têm uma nova tecnologia que melhora a saída de luz quando ela passa pelas camadas da TV, sendo uma tecnologia exclusiva dos modelos da série G. Para dar conta da alta qualidade e definição de imagem é necessário um processador potente. Como padrão da LG, o Alpha 7 e Alpha 9 estão presentes em todos os modelos. Eles continuarão com o Alpha 9 de 4.ª geração nos modelos de TVs 8K (para OLED da LG de linhas G e linha C), e alguns produtos das linhas A de OLED e da linha NanoCell serão Alpha 7 de quarta geração.

Houve um incremento com a nova geração do Alpha que, antigamente, conseguíamos no Alpha 7 de terceira geração. Agora ele reconhece rostos logo ele conseguia fazer uma melhor imagem. Agora no de quarta geração, ele vai conseguir reconhecer rostos as pessoas objetos (…) através do deep learning vai entender qual é aquele objeto e vai reproduzir de acordo

Complementa Pedro Valery.

Vale lembrar que as TVs OLED da LG devem ser lançadas aqui no Brasil até o fim do primeiro semestre de 2021, com modelos de 48, 55, 65 e 77 polegadas. Os preços e datas exatas ainda não foram divulgados pela LG.

Linha QNED Mini LED

Logo abaixo da linha OLED da LG nós temos as TVs QNED, cujo grande diferencial é o painel de Mini LEDS. O Pedro também nos explicou essa inovação: “são LEDs muito menores dos que estão disponíveis atualmente no mercado, logo, a gente vai conseguir ter uma aplicação muito maior“. Como exemplo, temos uma tela atual de 86 polegadas que utiliza o full array de LED. Ela chega na casa das centenas de LEDs aplicados no backlight (camada de luz traseira) e gera uma centena de zonas de controle de iluminação. Com a utilização do Mini LED, essa mesma estrutura numa TV de 86” QNED com Mini LED vai ter cerca de 30 mil Mini LEDs para fazer essa iluminação.

Essa tecnologia, apresentada no final do ano passado, é uma evolução das televisões de LCD, fazendo com que os aparelhos entreguem maior contraste e com uma gama de cores ainda mais vibrante. Os modelos QNED têm 3 painéis: o primeiro com Mini LED, o segundo que é responsável pelas zonas de escurecimento e o terceiro que traz tecnologia Quantum NanoCell Color dos pontos quânticos. Quem conhece as smart TVs da LG pode ter achado familiar esse nome, afinal, a NanoCell é outra linha básica de sucesso da fabricante.

Divisão do painel miniled
A divisão em três seções dos painéis Mini LED. (Divulgação)

É por isso que o nome é QNED Mini LED. Então ao tratarmos de ‘QNED’, a gente fala de Quantum NanoCell; o Mini LED é o backlight que essa TV utilizará“, destrincha Pedro. A LG já divulgou que as televisões QNED Mini LED estarão disponíveis a partir deste ano, nas resoluções 4K e 8K, partindo de 65 polegadas até 86 polegadas. A NanoCell, por outro lado, chega com modelos de 50 a até 86 polegadas.

Quando perguntamos para a LG a respeito de como essa novidade se compara às que estão hoje no mercado, ficou claro que a concorrência vai precisar se esforçar muito para chegar perto do vasto leque da LG. Uma das menores telas é a de 88 polegadas, sendo “equivalente ao QNED da nossa concorrente, estão as TVs de QLED Neo“. Então compreende-se que QLED Neo e QLED são TVs equiparáveis. O mesmo vale para QLED e NanoCells, pois são poucos modelos que agem como concorrentes diretos, estes abaixo da OLED da LG.

Qned miniled 90 lg
Modelo QNED MiniLED 90. (Divulgação)

Sobre as tecnologias disponíveis nesses produtos, o maior destaque é o Dolby Vision IQ, que é uma aplicação do padrão HDR, High Dynamic Range (Alto Alcance Dinâmico), de alta qualidade para você ter o melhor contraste e brilho possíveis em cada cena. Ele funciona junto dos principais serviços de streaming hoje, como Netflix, Amazon Prime Video e Disney Plus.

Além disso, as TVs também vão ter um modo dedicado para jogos. Pensando no público gamer, a fabricante irá continuar com o padrão HGiG, o HDR focado para games. Por um lado, é um equilíbrio para todo tipo de uso, visto que há inclusão do HDR para o cinema (e séries), como também o HDR para jogos.

Falando sobre áudio, a LG ainda expande a parceria com a Dolby pela tecnologia Dolby Atmos. A linha possui modelos com conexão HDMI eARC, ou seja, com retorno de áudio de ótima definição para quem conectar um home theater ou um soundbar. O padrão eARC, de transmissão de áudio, serve para auxiliar quem assiste uma série na Netflix, por exemplo. Se o conteúdo tem Dolby Atmos, basta utilizar um cabo HDMI 2.1 para conectar a um receiver e não haverá perda de qualidade de áudio.

Webos lg
Novo sistema operacional que estará também na linha OLED da LG. (Divulgação)

Por fim, não podemos deixar de falar dos dois destaques principais em termos de navegação, que seriam o sistema operacional e o controle remoto das smart TVs. O sistema atualizado da LG é o webOS 6.0, que teve uma tela inicial toda reformulada, e agora preenche o display inteiro ao invés de ser só uma faixa na base da tela. São diversos blocos de aplicativos e serviços, com recomendações especiais para cada usuário, baseadas em consumo.

O controle remoto Smart Magic também teve uma atualização que merece ser destacada: ele ficou menor e mais ergonômico. Na parte de baixo do controle temos seis botões, sendo quatro deles dedicados aos serviços Netflix, Amazon Prime Video, Globoplay e Disney Plus, e os outros dois são a dupla de assistentes pessoais Google Assistente e Alexa.

Também na parte de baixo, vemos a funcionalidade NFC Magic Tap, que foi explicada em detalhes pelo Pedro:

Então se você está assistindo um conteúdo no seu celular e gostaria de transmitir para TV, ao invés de você ter que abrir a configuração espelhar o celular no televisor, basta encostar o celular no controle remoto Smart Magic e ele vai enviar esse conteúdo diretamente para o televisor.

E o inverso também é verdadeiro: se você consome um conteúdo na TV e precisa, por qualquer razão, ir para outro cômodo e quer continuar a assistir, basta encostar o Smart Magic e o sinal é enviado para o celular.

Seja na praticidade de assistir televisão onde você quiser, ou com um setup digno de cinema, a LG se mostrou uma fortíssima fabricante ao trazer tecnologias exclusivas na CES 2021 e atualizar o portfólio de TVs que todo mundo já conhece.

E aí, gostou das novidades tecnológicas das linhas de LED e OLED da LG? Conte para a gente nos comentários!

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário