Conheça a ‘Muskonomics’ – A estratégia econômica de Elon Musk

Estratégia econômica de Elon Musk
Entenda por que as empresas de Elon Musk, no caso, a Tesla, SpaceX e Pay Pal, são tão bem sucedidas no mercado.
Tesla 720x343 - Conheça a 'Muskonomics' - A estratégia econômica de Elon Musk
Tesla Motors quer produzir carros elétricos a acessíveis. Saiba como

Paypal, Tesla Motors e SpaceX tem um ponto em comum: Elon Musk. O empreendedor nascido na África do Sul e hoje também cidadão americano e canadense é quem idealizou a estratégia e proposta das empresas, em especial, da Tesla e da SpaceX.

A ‘Muskonomics‘, isto é, a estratégia econômica de Musk, tem pontos que num primeiro momento parecem na contra-mão da tendência moderna da indústria. Mas o sucesso que as empresas têm alcançado e a imagem de negócios disruptivos e inovadores dão conta do contrário.

Integração Vertical e otimização: A base da Muskonomics

A indústria, em especial a automotiva e a aeronáutica, são altamente baseadas na existência de um grande parque de fornecedores. O produto final que sai das linhas de montagem possui peças projetadas e fabricadas por outras empresas nos mais diversos locais do mundo.

E ainda, num segundo nível (e outros mais), os próprios componentes usados para montar um carro, por exemplo, são fruto de outros insumos fabricados por outros fornecedores. É um modelo horizontal em que cada empresa busca o local com menores custos de produção e a montagem final acontece por meio de uma extensa cadeia logística global.

No caso da Tesla Motors e SpaceX, a abordagem é exatamente o contrário. Afim de diminuir o custo de seus insumos e componentes, as empresas apostam na verticalização, isto é, em produzir não só o produto final, mas também os componentes que o constituem.

PercentagemTesla 720x330 - Conheça a 'Muskonomics' - A estratégia econômica de Elon Musk
Produção de componentes na Tesla. Fonte: Elon Musk’s Basic Economics – Wendever production

No caso da Tesla, a imagem acima mostra a percentagem de componentes fabricados pela própria empresa. De 5300 itens necessários para construir um carro da Telsa, 80% são feitos dentro de casa. O objetivo de dominar a maior parte da cadeia de produção é a possibilidade de diminuir significativamente o preço dos componentes.

Qual mais barato? Componentes próprios ou de fornecedores?

Quando se compra de um fornecedor, o preço do componente, além dos custos de pesquisa, projeto, trabalhistas e etc, contém também a margem de lucro do fornecedor principal e de todos os outros subfornecedores. No caso da SpaceX, os rádios, caso comprados externamente, sairiam a um custo de 50-100 mil dólares cada. Desenvolvendo e produzindo internamente, o custo cai para apenas 5 mil dólares.

PercenagemdeumTesla 720x341 - Conheça a 'Muskonomics' - A estratégia econômica de Elon Musk
Principais produtores globais de baterias para carros elétricos: Fonte:  Elon Musk’s Basic Economics – Wendever production

Interessantemente, um dos insumos principais dos carros da Tesla, as baterias, ainda não são fabricadas pela própria companhia. Historicamente são fornecidas à Tesla pela Panasonic, ao preço de 200 dólares por kWh.

Com o objetivo de abaixar o custo desse componente, uma super fábrica está em construção em conjunto com a fabricante Japonesa. Por meio da joint-venture, a Tesla pretende diminuir o preço em até 30%, mirando, no longo prazo, trazer o custo do kWh para menos de 100 dólares.

Mesmo no caso de um componente mais complexo e com poucos fornecedores globais competitivos (caso das baterias), a estratégia é de internalizar a produção e fazê-la parte da cadeia integrada da Tesla.

Fabricas 720x336 - Conheça a 'Muskonomics' - A estratégia econômica de Elon Musk
Localização das fábricas de Elon Musk

Otimização, automação e novas estratégias na Muskonomics

Para que a verticalização realmente funcione sem tornar os processos burocráticos e inchados, é necessário um foco fundamental em otimização de gestão, processos e produção. Esse é um dos objetivos de Elon Musk ao manter as suas plantas industriais nos EUA.

Na contramão do êxodo industrial que povoou a Ásia e outras regiões com custos trabalhistas e ambientais mais favoráveis, a Tesla e SpaceX se mantêm em solo americano (vide mapa acima). O motivo: aproximar o máximo possível os escritórios, laboratórios e chão-de-fábrica. Assim, as decisões gerenciais são implementadas mais rapidamente nas fábricas e as diferentes áreas das empresas são integradas de forma mais eficiente.

Além disso, o aspecto inovador e disruptivo das empresas também conta a favor da Muskonomics e da competitividade. Talvez o melhor exemplo seja a nova estratégia inaugurada pela SpaceX de fabricar foguetes reutilizáveis.

O principal custo de um lançamento de foguete é o próprio foguete, cujo valor é muitas vezes maior que a do combustível gasto no lançamento. Assim, a grande razão dos altos custos de lançamentos tradicionais é o fato de o foguete ser perdido depois de colocar a carga útil em órbita.

Por conta disso, a SpaceX tem se esforçado para lançar foguetes reutilizáveis (o que foi feito pela primeira vez em março/2017), de forma a não ter que a arcar com o pesado custo de um novo foguete para cada lançamento. Daí a queda dramática no preço de lançamento pela SpaceX em comparação com concorrentes tradicionais, como a ULA -United Launch Alliance (vide imagem abaixo).

CustosSpaceX 720x322 - Conheça a 'Muskonomics' - A estratégia econômica de Elon Musk
Custos de lançamento na SpaceX. Fonte: Air Force budget reveals how much SpaceX undercuts launch prices

Pontos negativos da ‘Muskonomics

Produzir seus próprios componentes também tem desvantagens. Pesquisa, projeto e mão-de-obra para desenvolver insumos próprios também custam bastante dinheiro.

Balancear os custos extras para manter pessoal e desenvolver componentes próprios, ter uma escala que justifique o desenvolvimento interno e conseguir manter tudo integrado e otimizado a ponto de trazer o custo para baixo pode ser desafiador.

Felizmente para os entusiastas dos carros elétricos e da exploração espacial a Tesla e a SpaceX têm sido bem sucedidas na empreitada de derrubar preços e tornar serviços e produtos que antes eram futuristas em possibilidades factíveis.

Saiba mais sobre a Muskonomics, a Tesla Motors e a SpaceX

Comentários do Facebook

Receba Notícias por E-mail:

Share via