Conheça o novo kit de Realidade Aumentada do Google

Google promete tornar a tecnologia de Realidade Aumentada cada vez mais próxima de seus usuários

O ARKit, um pacote de funcionalidades para Realidade Aumentada que será lançado pela Apple muito em breve para o iOS, promete tornar os dispositivos da empresa em máquinas poderosas, capazes de provocar uma mudança, segundo o CEO Tim Cook “grande e profunda” no desenvolvimento de aplicativos e no mercado.

A vez do Google

Em resposta a essa iniciativa da Apple, o Google promete investir pesado na tecnolgia de Realidade Aumentada, especialmente com foco nos usuários finais e não apenas nos desenvolvedores. A empresa anunciou um preview do ARCore, o seu kit de desenvolvimento que irá criar funcionalidades AR em smartphones com Android em uma escala que a iniciativa original, o Projeto Tango, não foi capaz de alcançar.

Inicialmente, o ARCore irá lançar no Pixel e Galaxy S8 (ambos executando o Android Nougat 7.0 ou superior). Os planos da empresa envolvem tornar o kit disponível em pouco tempo para mais de 100 milhões de dispositivos Android, fechando definitivamente o Projeto Tango.

“Nós construímos o ARCore para ser capaz de perceber uma ampla variedade de sensores”, diz o chefe da divsão de AR/VR da Google, Clay Bavor à imprensa. “Nós prevemos que, no futuro, muitos celulares terão capacidades de sensores de profundidade e o ARCore será capaz de funcionar nesse dispositivos e explorar suas capacidades”.

Até o momento, o ARCore foca principalmente em detectar planos horizontais, utilizando o sensor de movimento do aparelho e estimando a incidência de luz, permitindo que objetos digitais sejam dinamicamente ilumidados baseado em seus movimentos. Mas a grande vantagem desse kit da Google reside na combinação de AR com Aprendizado de Máquinas – um conceito que envolve a capacidade de máquinas “aprenderem” e explorarem conceitos que podem ser aplicados ao nosso cotidiano.

Como o time de Bavor trabalhou também no desenvolvimento do Google Lens – o óculos de Realidade Aumentada do Google que não parece ter dado muito certo – ele acredita no potencial da tecnologia de AR com Aprendizado de Máquinas para, por exemplo, permitir que um smartphone identifique um restaurante através da câmera e possa exibir o cardápio do local, tridimensionalmente.

Atualmente, a empresa também está trabalhando em uma build experimental do ARCore para o Chrome, com mais detalhes sendo revelados posteriormente. Por enquanto, o Google corre para tornar o ARCore disponível no maior número de dispositivos possíveis, tornando-o compatível com as tecnologias do Projeto Tango e permitindo que ideias já desenvolvidas em AR com o Tanbo sejam reaprovetáveis com o ARCore.

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta

  • A sacada da AR é a criação dos eventos porém enquanto o “leitor” não for único não vale o esforço. Se entrar em um shopping onde vários lojistas desenvolveram aplicações, vou baixar vários App para usar só quando voltar ao dito shopping??