Nintendo switch rodando android

Console de jogos da Qualcomm pode ser similar ao Nintendo Switch

Avatar of pedro bomfim
Aparentemente, o console de jogos da Qualcomm terá compatibilidade com Android 12, bateria de 6000mAh e algumas características similares ao Nintendo Switch

Considerando o grande sucesso do Nintendo Switch, não é de se admirar que alguns clones surjam por aí. O design da vez é um suposto console de jogos da Qualcomm, anunciado pelo site Android Police — não à toa, o dispositivo parece rodar no sistema Android 12 e, de acordo com as fontes, será bastante similar ao videogame da Nintendo, tanto por se assemelhar a um celular gigante (ou a um tablet, mas aí você escolhe a definição que mais agradar) quanto por ter compatibilidade com a TV.

Claro que todas as características e informações sobre ele não são oficiais, então leve isso em consideração ao ler o resto da matéria. É possível também que o design seja disponibilizado para outra empresa desenvolver um produto mais voltado ao mercado, já que, ao que as fontes indicam, a própria Qualcomm não sabe se colocará o produto à disposição dos consumidores quando estiver pronto.

Como é o suposto console de jogos da Qualcomm?

A thread do Twitter acima, criada pelo usuário Mishaal Rahman, corrobora muitas das informações proporcionadas pela investigação postada no Android Police. Alguns dos aspectos apontados pelo texto são os seguintes:

  • Compatibilidade com a TV para transmitir o display na tela grande – entretanto, as fontes alegam que não ficou claro se essa transmissão será feita por meio de uma porta HDMI ou se o cabo USB-C de carregar a bateria fará essa função também;
  • Controles destacáveis que ficam acoplados ao lado do dispositivo, de modo similar ao Nintendo Switch;
  • Espaço para cartão SD;
  • Design mais grosso para acomodar melhor um processador potente, priorizando a eficiência;
  • 5G;
  • Bateria de 6000mAH.

Há rumores de um cooler interno para o resfriamento do processador também, mas nada confirmado. Outra informação que não parece ter dados concretos é o tamanho do console de jogos da Qualcomm; ao considerarmos o Switch, podemos ter uma estimativa. Foi o que Mishaal estipulou: cerca de 6,65 polegadas com resolução Full HD+ (1080p) contra 6,2 polegadas de resolução HD (720p) do console da Nintendo. Outro debate fica por conta do processador — a reportagem afirma que seria o mais recente Snapdragon 888, mas, pelo preço alegado, fica difícil ter certeza.

Snapdragon 888 da qualcomm, um dos possíveis processadores do novo console de jogos da qualcomm
As qualidades do Snapdragon 888 certamente seriam úteis para o novo console de jogos da Qualcomm, mas o preço dado pelas fontes não condiz com um dispositivo que o utilize. (Imagem: Qualcomm)

Apesar dessas características, o site alega que o console de jogos da Qualcomm deve ser lançado somente no primeiro quadrimestre do ano que vem (2022), o que significa que ele está longe de estar pronto. Por isso também as dúvidas quanto ao destino do produto são latentes, dado que não há como saber se ele será destinado ao público numa versão final ou então se servirá de design de referência para outro console de outra empresa.

Um dos maiores pontos de interesse repousa nos jogos ofertados. Por rodar no sistema operacional Android 12, o dispositivo terá suporte a todos os aplicativos e jogos oferecidos pela loja da Google. Isso é ótimo, claro, mas há um problema que surge logo após: a Qualcomm também está em contato com a Epic Games para disponibilizar sua loja no suposto console, o que, convenhamos, vai gerar um pouco de desconforto, considerando a briga entre as duas empresas (Google e Epic). De acordo com a reportagem, a Qualcomm está apostando, ainda, na criação de um portal próprio, que deve ser integrado ao launcher original- – talvez isso solucione a provável crise entre as parceiras.

Mas… por que vender um console próprio?

Por que fabricar e vender um dispositivo portátil se os chips da Qualcomm já estão presentes na maioria dos melhores celulares gamer do mercado? Essa é uma pergunta que poucos especialistas se dignam a responder e entra na questão levantada anteriormente sobre a disponibilidade do suposto console de jogos da Qualcomm para o consumidor final. Ora, pode muito bem ser um design de referência, da mesma maneira que o Shield da Nvidia acabou influenciando a construção do Switch, mas também pode ser uma aposta ambiciosa de conquistar o mercado – na China, esse tipo de dispositivo anda ganhando bastante atenção.

E, claro, pode ser que tudo isso esteja errado e a empresa tenha alguma ideia própria que não foi divulgada, mesmo internamente. Não à toa, tanto Mishaal quanto o artigo do Android Police têm dificuldades em estabelecer qual é o objetivo certo da companhia, o que nos faz refletir que talvez ela mesma não saiba. Isso também significa, por sua vez, que esse produto seja cancelado ou então transformado em algo completamente diferente, ainda mais ao considerarmos que falta pelo menos um ano para ele chegar na sua versão definitiva.

De todo modo, o preço também ficou à disposição: caso lançado como produto final, o aparelho custará $300, o que, atualmente, corresponde a dolorosos R$ 1.667,59, em conversão direta, livre de impostos e afins. O Nintendo Switch pode ser encontrado em lojas brasileiras na faixa entre R$ 2.000,00 e R$ 2.600,00, o que nos faz imaginar que, por aqui, o preço do suposto console de jogos da Qualcomm vai ter a mesma base. De qualquer maneira, só o tempo dirá.

Fontes: Android Police | The Next Web | The Verge | Twitter | XDA

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
15
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados