CRLV digital deve chegar em breve, afirma Contran

CRLV digital deve chegar em breve, afirma Contran
Segundo o órgão, até 31 de dezembro de 2018, motoristas de todo o país poderão utilizar a versão digital do CRLV em seus smartphones

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou nesta manhã, (13/12), uma resolução que permitirá a criação do CRLV digital.

Segundo o órgão, até 31 de dezembro de 2018, motoristas de todos os estados, incluindo o Distrito Federal, não terão de andar com o documento físico em mãos – bastará ter o CRLVe, como será chamado o app,  instalado no seu smartphone.

Utilizado para comprovar a regularidade do veículo, o CRLV conta com informações do proprietário e do próprio automóvel. É o chamado ‘documento do veículo’, comumente solicitado em operações da PRF.

Desde agosto do ano passado, a Carteira de Habilitação também tem sua versão digital, que começará a ser utilizada em fevereiro do próximo ano. Hoje, já é possível baixar a versão de testes da CNH-e, mas só em aparelhos Android.

Versão de testes ainda será lançada

cnhdigital 2 720x440 - CRLV digital deve chegar em breve, afirma Contran
A versão de testes da CNH-e (foto) já pode ser baixada em smartphones Android

O CRLVe ainda não tem uma versão de testes. Contudo, segundo o Contran, o Denatran já trabalha no desenvolvimento de um protótipo, que será apresentado em breve. De acordo com o Ministério das Cidades, os órgãos de trânsito terão até 180 dias para atualizar as suas bases de dados junto ao Renavam, atualizando as informações sobre veículos, suas respectivas multas de trânsito e tributos.

“Esta aprovação é mais um passo do Sistema Nacional de Trânsito no sentido de oferecer à sociedade a possibilidade de utilização de documentos eletrônicos, assim como já fizemos com a Carteira Nacional de Habilitação, que traz mais segurança e facilidade para todos, pois o celular já está integrado à vida de grande parte dos brasileiros”

Para utilizar o CRLVe, o Contran informa que o motorista precisa estar em dia com seus débitos. Noutras palavras, o CRLVe só será expedido após o pagamento de todas as multas, encargos e tributos relacionados ao veículo. Também será necessário pagar o seguro DPVAT.

A respeito dos custos de emissão do CRLVe, o Denatran respondeu ao G1 que os preços devem variar para cada órgão de trânsito. Na prática, o mesmo já ocorre com a CNH-e.

 

 

CRLV - CRLV digital deve chegar em breve, afirma Contran

Comentários do Facebook

Receba Notícias por E-mail:

Share via