Conecte-se conosco
Curiosidade! Entenda como a Siri aprende um novo idioma

Apple

Curiosidade! Entenda como a Siri aprende um novo idioma

A assistente pessoal tem a sua base de dados atualizada a cada duas semanas com novas respostas

Curiosidade! Entenda como a Siri aprende um novo idioma

A Siri é mais inteligente do que parece

Uma das áreas que a Apple domina quando o assunto é “assistente pessoal” é localização. A Siri entende 24 línguas em 36 dialetos de países diferentes. Embora a assistente não seja das mais inteligentes fora dos Estados Unidos, o Google Assistant consegue entender apenas 5 línguas e a Alexa, popular graças ao Amazon Echo, apenas duas: inglês e alemão.

O iOS 10.3, próxima atualização da empresa, trará suporte a uma nova língua, Shangainese, para a assistente pessoal da Apple. Em uma entrevista para a agência de notícias Reuters, o Diretor de Línguas da Apple explicou como a Siri aprende um novo idioma.

Alex Acero, diretor dessa equipe, explica que a principio o reconhecimento de voz da Siri era feito pela Nuance. Após alguns anos, a Apple criou a sua própria plataforma de reconhecimento de voz com aprendizado de máquina  inteligência artificial) para entender melhor as palavras.

Quando se trata de qual língua será a próxima para a Siri aprender, Acero diz que o processo é iniciado trazendo pessoas reais para ler parágrafos e listas de palavras nesse idioma para que a máquina comece a entender os diferentes dialetos e sotaques. A fala humana é gravada e transcrita por outros humanos. Assim, eles combinam tudo com a precisão da escrita. Com isso, a informação é passada para os algoritmos que começam a fazer o treinamento da Siri.

“Siri, o que a raposa diz?”

Ao invés de liberar uma língua para a Siri de uma vez, a Apple lança primeiro um novo idioma como nova função no ditado do iOS e macOS (disponível no teclado do iPhone ao apertar a tecla de microfone ao lado da barra de espaço). Isso permite que a Maçã consiga novas amostras de fala, todas anônimas, de uma base muito maior de pessoas.

Esses pequenos trechos de fala humana no cotidiano, misturadas com o barulho natural das ruas e de casa que são feitos pelo ditado são depois transcritos pela Apple por pessoas que juntam essas informações e colocam para a Siri aprender. De acordo com a matéria, esse tipo de processo corta os erros nos ditados pela metade.

A Apple então repete esses procedimentos até sentir que o sistema está pronto para virar uma função de sua assistente pessoal. Depois, atores de vozes gravam sequências de falas para que a Siri use esse áudio e responda por texto e fala ao usuário final.

Eventualmente, a inteligência artificial será capaz de responder questões gerais sem precisar tirar as informação de uma database escrita por pessoas. Por enquanto isso não é possível. Tanto a Siri quantos os competidores precisam de ajuda humana para escrever piadas e respostas curtas.

Acero disse que a Apple procura o que os usuários no mundo real perguntam para a sua assistente pessoal em novas línguas e atualizam a database com novas respostas a cada duas semanas. Não é à toa que a assistente pessoal sabia de Pokémon GO logo depois que ele foi lançado.

Curioso, não? Deixe o seu comentário aqui embaixo!

Jornalista formado pela Cásper Líbero. Trabalhou na TV Gazeta, BandNews TV e Rede Globo. Atualmente, é Editor-chefe do Showmetech, escrevendo sobre o que há de mais importante no mundo da tecnologia.

Comentários

Mais de Apple

Dica

Advertisement


Mais Lidas

Advertisement

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

Recomendado para você



Subir