Estudantes não sabem diferenciar uma notícia de um anúncio, e isso preocupa

Sabe diferenciar uma notícia de um anúncio?
Você sabe diferenciar uma notícia de um anúncio? De acordo com uma pesquisa realizada nos EUA, 80% dos estudantes não fazem a menor ideia, e isso preocupa.

estudantes olhando o notebook 720x480 - Estudantes não sabem diferenciar uma notícia de um anúncio, e isso preocupa

Se você tiver alguma dúvida de como se usa o Snapchat, por exemplo, pergunte a alguém com menos de 18 anos e ele certamente saberá lhe explicar como o aplicativo funciona sem maiores problemas. Hoje, os jovens estão cada vez mais conectados, mas estar ligado às redes sociais não os torna atentos como deveriam…

Um estudo realizado nos EUA com alunos do ensino médio e superior – em 12 estados norte-americanos, reunindo 7.804 respostas entre Janeiro de 2015 e Junho de 2016, revelou um dado chocante. 80% dos entrevistados não sabiam diferenciar uma noticia real de um conteúdo patrocinado ou anúncio.

Os pesquisadores notaram que os “nativos digitais” são capazes de utilizar o Facebook e Twitter simultaneamente enquanto tiram uma selfie para postar no Instagram e mandam uma mensagem de texto para um colega. Mas quando se trata de avaliar um fluxo de informações eles são facilmente enganados.

teste anuncios 720x535 - Estudantes não sabem diferenciar uma notícia de um anúncio, e isso preocupa
Uma das imagens mostrada aos estudantes durante o estudo. Você consegue identificar o que é notícia, conteúdo patrocinado e anúncio?

“Em todos os casos e em todos os níveis, fomos surpreendidos pela falta de preparação dos alunos”, escreveram os autores.

A falta de percepção para diferenciar notícias de conteúdo patrocinado também se estende para notícias falsas. O número de pessoas que compartilham links com conteúdo falso é grande, e isso é um problema. Os mais jovens serão os profissionais que conduzirão nossa sociedade, e não saber diferenciar um link com conteúdo relevante de outro com propaganda, ou pior, com conteúdo falso, é preocupante.

Muitas pessoas compartilham links com notícias falsas ou de sites de humor achando ser verdadeiras, e nem percebem que isso pode ser perigoso. Já houveram casos de pessoas que por conta de boatos tiveram suas vidas prejudicadas e até sofreram ameaças, perderam o emprego, etc. Então, certifique-se de que o conteúdo que você está compartilhando é confiável antes de tudo.

O estudo completo pode ser visto neste link (cuidado, PDF).

Então, você sabe identificar um anúncio, conteúdo patrocinado, falso e uma notícia? Conte-nos o que você faz para distinguir um do outro.

Fonte: TWN

estudantes olhando o notebook - Estudantes não sabem diferenciar uma notícia de um anúncio, e isso preocupa

Comentários do Facebook

Receba Notícias por E-mail:

Share via