Conecte-se conosco
bicoin - Diretora do FMI acredita que Bitcoin ameaça o futuro dos bancos

Ciência e Tecnologia

Diretora do FMI acredita que Bitcoin ameaça o futuro dos bancos

A diretora-gerente do FMI, Christine Lagard, acredita que criptomoedas como o Bitcoin podem ameaçar o futuro dos bancos

bitcoin 720x450 - Diretora do FMI acredita que Bitcoin ameaça o futuro dos bancos

Dá mesma forma que a inteligência artificial tem um enorme potencial para continuar mudando drasticamente o mercado de trabalho, as criptomoedas, lideradas pelo Bitcoin, são vistas por muitos como as substitutas do dinheiro “real”.

Por outro lado, há aqueles que não acreditam nas moedas digitais. Com isso, as discussões sobre os meios tradicionais de se manejar a economia, em face de todas essas novidades que estão surgindo, só se torna mais frequentes:

Durante uma conferência organizada pelo Bank of England, a diretora-gerente do FMI (Fundo Monetário Internacional), Cristine Lagarde, afirmou enxergar um enorme potencial para as criptomoedas:

christine 720x480 - Diretora do FMI acredita que Bitcoin ameaça o futuro dos bancos

Christine Lagarde

A força do dinheiro descentralizado

Diferentemente de outros executivos de renome, como Jamie Dimon, CEO da JP Morgan, que recentemente chamou o Bitcoin de uma fraude, Lagarde tem fé num crescimento exponencial nessa forma completamente nova de lidar com o dinheiro. A executiva diz que pode não ser sábio descartar as moedas virtuais, e que, no futuro, os cidadãos podem acabar preferindo essa forma de dinheiro.

Lagarde também lembrou que é normal essa espécie de rejeição àquilo que é novo, principalmente no caso de mudanças drásticas em algo tão antigo como o dinheiro.

bitcoin 720x413 - Diretora do FMI acredita que Bitcoin ameaça o futuro dos bancos

Durante sua palestra na conferência, ela ressaltou que, num passado não tão distante, especialistas afirmavam que computadores pessoais nunca seriam adotados pelo grande público e que os tablets, por sua vez, serviriam como caras bandejas de cafés. Segundo ela, é nesse tipo de visão que as criptomoedas não podem entrar.

Sobre a ameaça do Bitcoin aos bancos, a diretora-gerente do FMI destaca quatro fatores que tornam as criptomoedas uma ameaça real para a indústria financeira: são muito voláteis; são intensivas em energia; as tecnologias subjacentes não são escaláveis; e ainda não são totalmente transparentes para os reguladores.

Porém, todas essas barreiras podem ser superadas ao decorrer do tempo, acredita Lagarde.

A pressão dos bancos

Kenneth Rogoff, professor de Harvard e ex-Diretor do Departamento do FMI, diz que o valor das criptomoedas depende, em grande parte, das ações que o governo toma sobre elas, como regulamentações e proibições.

Rogoff acha uma loucura imaginar que o Bitcoin irá substituir o dinheiro emitido pelo bancos, e que nada impede que os bancos, por si só, criem suas próprias moedas digitais e usem a regulamentação ao seu favor. Justamente contra o modo “livre” do Bitcoin, e de tantas outras criptomoedas.

BITCOIN: Seis informações importantes para você que quer investir

Continue lendo
Advertisement

Carioca, altamente aficionado por tecnologias que realmente funcionam, rock, Batman, livros, Netflix, academia e mais um amontoado de coisas.

Comentários
Subir