Disney+: reunimos todas as informações sobre o serviço de streaming da Disney

Disney+
Juntamos todas as informações sobre o Disney+, assim como as séries e filmes que farão parte do serviço de streaming; confira

A Disney anunciou na última quinta-feira (11) o lançamento do seu próprio serviço de streaming: o Disney+. Com produções da própria empresa, o serviço irá conter filmes da Pixar, Lucasfilms, Marvel e até séries da Fox e da National Geographic.

O anúncio fez com que as ações da Disney subissem 11% e da Netflix, caíssem 4,5%, de acordo com o InfoMoney. Mas enquanto a Netflix continua a investir cada vez mais em produtos exclusivos para o streaming, o plano da Disney ainda não é colocar muito dinheiro ou começar uma produção desenfreada para o Disney+, e sim reaver seus produtos que tinham sido vendidos para outras distribuidoras.

Como, por exemplo, X-Men e O Quarteto Fantástico. Mesmo os personagens sendo da Marvel, a Disney teve que comprar também a Fox para ter os direitos de criar histórias e séries sobre eles. A empresa deve investir 1 bilhão de dólares para suas produções em 2020, mas grande parte do valor vai ser direcionado para as produções antigas ao invés de criar novas.

Disney+ é o serviço de streaming com filmes da Disney, Marvel, Lucasfilms, Pixar e NatGeo
Interface do novo serviço de streaming da Disney

Mas isso, é claro, não quer dizer que a Disney não irá investir em conteúdo próprio para seu serviço de streaming: até o momento, a empresa encomendou oito séries, sendo duas do universo de Star Wars. Um destes projetos, poderá custar cerca de US$ 10 milhões por episódio – Game of Thrones custava 15 milhões por episódio e isso já era considerado um valor ultra alto.

Catálogo completo

No anúncio, a Disney disse que pretende ter mais de 7.500 episódios de séries e 500 filmes antes de completar o primeiro ano de funcionamento. Se pensarmos no tanto que a empresa do Mickey Mouse já fez, esses números não demorarão tanto para serem batidos.

Também no quesito previsões, a diretora-executiva do Disney+, Christine McCarthy, disse que o esperado é que o serviço de streaming tenha entre 60 e 90 milhões de assinantes até 2024, quando completará cinco anos. Dependendo do número de países para o qual eles pretendem se estender, esse número pode ser ainda maior. A Netflix conseguiu 128 milhões de assinantes em seus primeiros 5 anos.

O que estará no catálogo do serviço de streaming da Disney

Só de acervo, o Disney+ terá as melhores animações da história do cinema e os live-action com produções de topo de linha, sem falar nos recém lançamentos que já estarão disponíveis quando o serviço for lançado, como Capitã Marvel e Vingadores: Ultimato.

Marvel

Com a compra da Marvel pela Disney, teremos os últimos Vingadores e todos os outros heróis do universo dos quadrinhos que já foram parar nas telonas. Esse foi o principal motivo que fez a Marvel cancelar o contrato com a Netflix, inclusive.

Mas, pelo lado bom, quem cuidará da produção dos novos filmes e séries da Marvel para o Disney+ será Kevin Feige. Sim, o responsável pela fase mais bem-sucedida do Universo Cinematográfico da Marvel (UCM) e que revolucionou o cinema com os novos filmes de super-heróis.

Kevin Feige, o homem por trás do UCM. Foto: Variety.

Em entrevista à Variety, o produtor disse que o Disney+ é uma “forma totalmente nova de narrativa para explorar e experimentar”. Feige também disse que os personagens que não tiveram espaço para participar do Universo Cinematográfico Marvel nas telonas e poderão crescer e ter histórias mais complexas no serviço de streaming.

Durante a apresentação para investidores em Burbank, Feige também adicionou que o melhor do serviço de streaming da Disney é que ele criará espaço para novas ramificações do UCM, permitindo levar um número ainda maior de heróis para as telas, além dos que já conhecemos. “Teremos ambas histórias novas e continuações das que já existem”.

E Feige ainda garantiu: “Essas séries serão do mesmo nível de qualidade que você esperaria dos filmes feitos pelos Estúdios Marvel.

WandaVision

WandaVision irá falar sobre a Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) e Visão (Paul Bettany), um dos casais mais conhecidos dos quadrinhos. Ambos os atores participaram do UCM e agora terão suas histórias mais exploradas.

Kevin Feige disse que “essa história é definitivamente algo inesperado e surpreendente, assim como algo que nós só poderíamos fazer em um formato de série.”

Disney+: tudo o que sabemos sobre o serviço de streaming da Disney

O roteiro ficará por conta de Jac Schaeffer, mesmo roteirista de Capitã Marvel, e a série está prevista para estrear entre 2020 e 2021.

Gavião Arqueiro

Quem também vai ganhar uma série para chamar de sua é o Gavião Arqueiro, também conhecido como Clint Barton e interpretado por Jeremy Renner no UCM.

Disney+: tudo o que sabemos sobre o serviço de streaming da Disney

Falcão e Soldado Invernal

Sim, os fãs de Bucky podem ficar felizes: vai ter série do Soldado Invernal. A série trará de volta Anthony Mackie como Sam Wilson, o Falcão, e Sebastian Stan como Bucky Barnes, o Soldado Invernal.

Disney+: tudo o que sabemos sobre o serviço de streaming da Disney

De acordo com o Hollywood Reporter, a série deve estrear entre 2019 e 2020.

Loki

Se a fanbase do Soldado Invernal é grande, a do Loki é maior ainda. O Deus da Trapaça e irmão do Thor voltará em formato de série para o serviço de streaming da Disney.

Disney+: tudo o que sabemos sobre o serviço de streaming da Disney

Tom Hiddleston viverá o personagem nas telinhas, mas ainda não tem data de lançamento prevista.

What If…?

What if…? será a primeira série animada da Marvel para o serviço de streaming da Disney. Baseada na HQ de mesmo nome, a série terá cada episódio com um assunto diferente, contando várias histórias em um formato de antologia.

Disney+: tudo o que sabemos sobre o serviço de streaming da Disney

Algumas das histórias são, por exemplo, “e se o Wolverine matasse o Hulk?” Ou “e se Thanos fosse dos Vingadores?”. O primeiro episódio irá falar sobre Peggy Carter e “se ela tivesse tomado o serum, deixando Steve Rogers como o mesmo garoto magrelo e ela tivesse se tornado a Capitã América”.

Star Wars

The Mandalorion

Essa será uma das séries do universo de Star Wars que fará parte do novo serviço de streaming da Disney. Com a direção de Jon Favreau, o seriado irá acompanhar a queda do Império após Boba Fett e antes do surgimento da Primeira Ordem.

Pedro Pascal irá estrelar a série, interpretando um atirador solitário que vaga pelos confins da galáxia. The Mandalorion irá estrear no mesmo dia de lançamento do Disney+.

Disney+: tudo o que sabemos sobre o serviço de streaming da Disney
Pedro Pascal em Game of Thrones como Oberyn Martell

A outra série será um prelúdio de Rogue One. Embora ainda não tenha um nome oficial, a série será focada em Cassian Andor, personagem de Diego Luna, o qual será acompanhado por um droid dublado por Alan Tudyk.

FOX

A Disney comprou a Fox pela bagatela de 71 bilhões de dólares. Em entrevista à CNBC, um dos CEOS da empresa revelou que essa decisão foi tomada com base nos planos para o serviço de streaming da Disney.

Uma das séries que irá fazer parte do Disney+ é Os Simpsons. As 30 temporadas da animação entrarão para o serviço de streaming logo no dia de lançamento.

Outras séries

A Disney também irá investir em outras séries originais, como uma baseada no filme Com Amor, Simon. Ainda não se sabe se será um spin-off ou a continuação do livro, que é o romance Leah Fora de Sintonia.

Disney+: tudo o que sabemos sobre o serviço de streaming da Disney

Outro seriado será sobre um grupo de estudantes que decide encenar o High School Musical na peça anual da escola. O nome já entrega o enredo da série que terá 10 episódios em sua primeira temporada: High School Musical: The Musical.

Mais uma série que já sabemos que vai acontecer é Diary of a Female President, produzida pela Gina Rodriguez, e que conta a história de uma jovem descendente de cubanos que sonha em se tornar a presidente dos Estados Unidos.

Pixar

Dois curtas da franquia Toy Story estão confirmados para fazer parte dos produtos originais do Disney+: uma focando no personagem Garfinho e outra chamada Lamp Life focada em Betty.

Disney+: tudo o que sabemos sobre o serviço de streaming da Disney

Outra série do universo animado da Pixar será baseada em Monstros S.A., que irá falar sobre dois talentosos operários monstros que sonham em trabalhar ao lado de Mike e Sully.

Filmes originais

Um dos filmes originais do serviço de streaming da Disney é um live-action de A Dama e o Vagabundo. Baseado na clássica animação de 1955, o filme será dirigido por Charlie Bean, mesmo diretor de LEGO Ninjago.

Outro filme é Noelle, uma comédia natalina focada na filha do Papai Noel que precisa assumir o negócio da família. O que também pode vir a surgir é um filme de Phineas e Ferb.

Preço e disponibilidade

O Disney+ está tomando uma medida que vai garantir uma vantagem em relação à concorrência com serviços como Netflix, HBO GO e Amazon Prime: o plano mensal irá custar US$ 6,99, o que dá cerca de R$ 27,30 em conversão direta – a Netflix custa, em média, US$ 15,00.

Já o plano anual irá custar US$ 69,99, ou seja, cerca de R$ 273,32. Por causa das taxas, é capaz do valor no Brasil ser um pouco maior do que o registrado aqui.

O Disney+ será lançado no dia 12 de novembro nos Estados Unidos. No entanto, a previsão é que ele chegue na América Latina apenas de 2021.


Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: