DLSS melhora performance de Metro Exodus em até 300% na edição Enhanced

Dlss melhora performance em metro exodus
Feitiço? Nada disso, o DLSS melhora performance da nova atualização de Metro Exodus, a Enhanced Edition, em até 300%

Na última quinta-feira, 6, Metro Exodus Enhanced Edition foi oficialmente lançado e a nova versão trouxe um aditivo interessante: o DLSS melhora performance do título em até 300% em placas como a RTX 2060, sendo de grande ajuda para os amantes de altas taxas de quadros.

A edição Enhanced de Metro Exodus é, na verdade, uma grande atualização gratuita para aqueles que já possuíam alguma versão do game em sua biblioteca. Entre as novidades da atualização, a principal delas se dá por conta de uma nova implementação do Ray Tracing, que agora compõe toda a iluminação do título, sem exceção. Para ser mais específico o Ray Tracing, neste caso, está ligado não somente ao que diz respeito a iluminação emissiva e global, mas também a efeitos de reflexos.

Dlss melhora performance de metro exodus
DLSS melhora performance de Metro Exodus em até 300% na edição Enhanced

O RT, de forma simples, é uma técnica utilizada por Hollywood há anos para deixar o efeito de iluminação ainda mais realista nas cenas. Em games, essa tecnologia também existia, mas sempre foi muito difícil fazê-la funcionar devido à alta carga de processamento exigida. Felizmente, a NVIDIA conseguiu trazer o Ray Tracing para suas placas graças à implementação dos Tensor Cores no corpo das placas, tecnologia que melhora a resposta da Inteligência Artificial.

Dlss melhora performance de metro exodus
DLSS melhora performance de Metro Exodus em até 300% na edição Enhanced

Em uma explicação mais prática, os jogos já continham reflexos de uma janela numa poça d’água, por exemplo, porém, esse reflexo era criado pelos desenvolvedores para aparecer para o jogador apenas quando ele olhasse de determinado ângulo para a imagem. O Ray Tracing imagina de onde vem aquela fonte de luz através do processamento físico e de IA, permitindo que a poça reflita qualquer superfície de qualquer ângulo.

Apenas placas da linha RTX da NVIDIA e as novas RX 6000, da AMD, contém o recurso. Porém, se estamos falando de um efeito tão pesado, como ele roda tão bem nas placas do lado verde? A resposta é o DLSS, um inovador recurso criado pela NVIDIA no passado e que chegou na versão 2.0, entregando muito desempenho em games. No início, a tecnologia não se adequava de maneira certeira aos games, mas com o passar do tempo conquistou muita estabilidade, tornando-se quase que uma configuração obrigatória para os jogadores de PC.

Diferentemente do RT, que funciona também em placas da AMD, o DLSS é compatível apenas com placas da NVIDIA. Também conhecido como Deep Learning Super Sampling, o recurso utiliza Inteligência Artificial e Machine Learning para renderizar imagens em alta resolução e aprimorar o desempenho em jogos.

Em termos práticos, o DLSS pega uma resolução nativa em Quad HD (2560 x 1440) e renderiza os quadros em uma resolução menor, como Full HD (1920 x 1080). Graças à IA, o recurso redimensiona a escala e resolução de imagem e preenche os pixels restantes devido ao processamento com inteligência artificial, reduzindo a carga sobre a placa de vídeo. A função também é utilizada para corrigir problemas de serrilhado e garante mais estabilidade, como podemos ver no gráfico abaixo:

Dlss melhora performance de metro exodus

É possível perceber que mesmo a placa mais simples do gráfico, a RTX 2060, pula de 11 para 49 quadros ao utilizar o Modo Performance do DLSS. Em outros casos, como o da RTX 3060, a placa salta de 26 para 63 frames, representando uma grande estabilidade para os jogadores. A RTX 3080, placa mais poderosa atualmente, figura entre os 125 frames, ideal para quem possui monitores de 120 e 144 Hz. O melhor de tudo é que as configurações de Metro Exodus estão no máximo e na resolução 4K.

Metro Exodus é o terceiro game da consagrada franquia desenvolvida pela 4A Games e publicada pela Deep Silver, adaptada dos romances de Dmitry Glukhovsky, na qual a Terra sofre um desastre nuclear e a população restante vive nos metrôs subterrâneos enquanto lutam contra criaturas transformadas pela radioatividade. Exodus foi extremamente bem elogiado no seu lançamento em 2017 e se tornou referência no que diz respeito a testes e benchmarks de processadores e placas de vídeo.

Requisitos mínimos e recomendados – Edição Enhanced

Mínimo – Ray Tracing e qualidade normal

Performance 1080p | 45 frames
Sistema operacionalWindows 10
ProcessadorMínimo de 4 núcleos
RAM8GB
Placa de vídeoNVIDIA RTX 2060
Direct X12

Recomendado – Ray Tracing e qualidade alta

Performance 1080p | 60 frames
Sistema operacionalWindows 10
ProcessadorMínimo de 8 núcleos
RAM8GB
Placa de vídeoNVIDIA RTX 2070 / RTX 3060 / AMD RX 6700 XT
Direct X12

Alto – Ray Tracing alto e qualidade ultra

Performance 1440p | 60 frames
Sistema operacionalWindows 10
Processador8 núcleos
RAM16GB
Placa de vídeoNVIDIA RTX 3070 / AMD RX 6800 XT
Direct X12

Ultra – Ray Tracing alto e qualidade ultra

Performance 4K | 30 frames
Sistema operacionalWindows 10
Processador8 núcleos
RAM16GB
Placa de vídeoNVIDIA RTX 3080 / AMD RX 6900 XT
Direct X12

RT Extremo – Ray Tracing ultra e qualidade extrema

Performance 4K | 60 frames
Sistema operacionalWindows 10
Processador8 núcleos
RAM16GB
Placa de vídeoNVIDIA RTX 3090
Direct X12

E aí, o que achou da chegada do Metro Exodus Enhanced Edition e a notícia de que o DLSS melhora performance nesses níveis? Conta para gente nos comentários e continue ligado no Showmetech.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário