Dúvida cruel: Devo ou não devo comprar um console retrô?

console retrô
Em tempos de relançamento de eternos clássicos, saiba se vale o investimento em consoles cheios de nostalgia

Com o final do ano, nada mais justo do que pensar em itens que valeriam a pena estar empilhados debaixo da árvore de Natal. Adicione o fator nostalgia e é quase certo que o console retrô esteja no topo da lista.

Mas sejamos sinceros… Eles valem a pena? Entregam o que prometem no final das contas? A resposta é sim e também não. Mas para todas as perguntas complexas há respostas complexas, e a intenção é desbravar todas essas questões. 

Console retrô: o que tem de mais?

Dúvida cruel: Devo ou não devo comprar um console retrô? 4
De visuais de tirar o fôlego, os novos consoles retrô tem a praticidade e leveza ideias que supera a de seus antepassados.

Entenda: por mais que os consoles retrô como novo Playstation Classic mini e o Super Nintendo forneçam um catálogo cheio de clássicos de um tempo que não volta mais, onde tudo era mais simples, existe muito pouco que eles possam oferecer que um emulador já não o faça. 

E é sua proposta deveras simples que fazem toda a diferença: pode ser um sonho ou um pesadelo. Não há um meio termo. E quando as respostas para suas perguntas são tão polarizadas, é necessário dar um passo para trás e analisar todos os prós e contras.

Os prós e os contras

console retro
Deve-se levar em conta os prós e os contras para acabar não se decepcionando.

Começamos com o óbvio: o preço. Se comparado com outros consoles, os retrô tem aquele preço irresístivel, bem mais em conta dos que os poderosos consoles atuais. Não vá esperando graficos de ponta ou plots cinematográficos ou até menus interativos. A proposta nunca foi essa. Mas é justamente toda essa simplicidade de sua interface nos faz questionar se esse precinho camarada é tão camarada assim.

Sobre a interface, não há nada que indique que as melhorias feitas a partir de então tenham sido incorporadas nestes novos aparelhos, o que pouco justifica a necessidade de seu uso além da nostalgia. É especial, sim, mas não é imperdível.

Por fim, fica o seu design. Toda a praticidade mini é sim muito bem vinda. Ele tem aquele fator único que, além de ser um console especial, é também uma peça única de decoração. Mas corre o risco de permanecer somente isso: um objeto de decoração. 

Quanto ao catálogo, fica a seu critério: o que é importante para você enquanto consumidor. Você se sentiu contemplado? Sentiu falta de alguns títulos? Infelizmente não são todos os clássicos que estão disponíveis. E talvez você acabe enjoando de alguns títulos rápido demais.

O Veredito

Dúvida cruel: Devo ou não devo comprar um console retrô? 5
O melhor destes lançamentos são a capacidade de relembrar momentos especiais.

Há certas coisas que o dinheiro não pode comprar. Memórias afetivas são uma delas. O que existe de tão especial neste console retrô é que ele oferece em primeira mão a sensação única dos primeiros dias dos jogos de RPG e um vislumbre do inicio do caminho.

É uma via de duas mãos: memórias x praticidade. Queremos deixar claro que haverá alguns impasses atípicos para os tempos atuais, mas se o analógico é o que você procura, este é a opção perfeita.

E ah, sem contar que não há a disponibilidade de conexão com a internet, então a interatividade fica um pouco comprometida. Mas fica a sugestão de levar seu console retrô para a casa de um amigo e com controle extra vocês podem criar novas memórias. 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba Notícias por E-mail:

Share via