Inteligência Artificial diz quem vai ganhar as eleições americanas em 2020

Eleições Americanas em 2020
Com as eleições presidenciais dos Estados Unidos chegando ao final, os sistemas de inteligência artificial já opinam sobre quem será o novo presidente americano

Com as eleições americanas em 2020 chegando ao final, muitas pessoas estão ansiosas para descobrir quem será o novo presidente dos Estados Unidos. Mas a Inteligência Artificial (IA) já escolheu um vencedor para eleições presidenciais. E nós vamos te falar quem. Confira!

Como funciona o sistema de IA para prever o resultado das eleições

A maioria dos sistemas usados para tentar prever o resultado das eleições americanas em 2020 usam dados das redes sociais e análises dos sentimentos dos usuários para descobrir quais postagem são a favor ou contra um determinado candidato. 

Muitos sistemas de IA que utilizam esse método, podem prever os resultados das eleições com mais precisão que as pesquisas tradicionais. Em 2016,  vários sistemas de IA apontavam que Donald Trump seria o vencedor das eleições americanas, enquanto as pesquisas tradicionais colocavam Hillary Clinton na Casa Branca. 

Afinal, o que dizem os sistemas IA sobre as eleições americanas em 2020

Um sistema desenvolvido pela empresa KCore Analytics prevê que Joe Biden ganhará o voto popular com folga, porém sua margem no Colégio Eleitoral será estreita. De acordo com Hernan Makse, CEO do KCore Analytics, a diferença entre os candidatos é tão pequena que “ainda é uma questão em aberto para nós”, afirmou Makse.

A KCore Analytics usa o tráfego da mídia social, com foco principalmente no Twitter, para fazer suas previsões. De acordo com o site KCore Analytics, a plataforma utiliza mais de um bilhão de tweets para cada projeto que lança e conseguiu prever o resultado da eleição Argentina de 2019.

A empresa Expert.AI que utiliza a técnica de “análise de sentimento” também viu que Biden está na liderança, mas a diferença é de poucos pontos percentuais. Joseph Biden está a frente com 50,2%, enquanto a atual presidente Donald Trump tem 47,3% das intenções de voto. 

O sistema IA criado pela Advanced Symbolics também aponta que Joe Biden vencerá as eleições americanas em 2020. De acordo com os resultados, Donald Trump teria  apenas cerca de 8% de chance de causar uma virada. 

Por outro lado, várias pesquisas estaduais elaboradas pelo FiveThirtyEight apontam que Biden terá 90% de chance de ganhar, uma porcentagem bem maior do que é mostrado nos resultados das plataformas IA.

eleições americanas em 2020
Inteligência artificial pode prever melhor os resultados das eleições americanas em 2020 do que pesquisas tradicionais

Plataformas de IA podem errar o resultado das eleições americanas 

Apesar de conseguir prever diversos resultados, os sistemas de IA não são infalíveis. Assim como as pesquisas tradicionais, a IA pode sofrer falhas. Um estudo de 2018 concluiu que IA baseado em análise de sentimento poderia prever com precisão as eleições na Índia e Paquistão, mas o mesmo software IA não conseguiu prever com precisão o resultado das eleições na Malásia.

Além disso, é preciso considerar que prever as eleições americanas pode ser mais difícil do que em outros países. Ao redor do mundo o voto nacional geralmente determina o resultado das eleições. Porém o sistema eleitoral do Estados Unidos é diferente. Os sistemas IA precisam ser treinados para aprender os diferentes modelos de Colégio Eleitoral que coincidem com as previsões de votos nacionais.

Para Hernan Makse os modelos de IA como o dele ainda precisam aprender a redimensionar e prever resultados de amostragens. Makse também ressalta que os eleitores que vivem em comunidades rurais normalmente não são alcançados pelas pesquisas tradicionais e não costuma acessar redes sociais como Twitter. Isso acaba limitando a análise de dados e esses eleitores podem acabar decidindo os resultados das eleições americanas em 2020.

“As pessoas nas áreas rurais, antes de mais nada, não atendem ao telefone quando são chamadas para as urnas, mas também não usam as redes sociais, o que torna muito difícil prever o que essas pessoas vão fazer. Esses grupos que são muito difíceis de capturar e são eles que, em última instância, decidirão o destino da eleição”

Hernan Makse, CEO do KCore Analytics

Fonte: Fortune; Independet Uk; Fortune

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter