Esse menino estreia 1ª participação com porta dos fundos

Esse Menino estreia 1ª participação com Porta dos Fundos

Avatar of lucas gomes
Através do vídeo “TRIBO TOP”, vemos o humorista encontrando uma tribo extinta e intacta, e agora ele tenta contato. Confira!

O canal do YouTube Porta dos Fundos é conhecido, desde sua concepção, pelas suas esquetes cômicas. Essas esquetes são justamente aqueles pequenos vídeos que fazem a alegria de todos nós. Hoje o creator Esse Menino, nacionalmente conhecido por redigir o “E-mail da Pifaizer“, estreou no canal de comédia em um vídeo em que é protagonista, intitulado TRIBO TOP. Confira!

Esquete “TRIBO TOP”

Em outra grande sacada social do Porta dos Fundos, o vídeo TRIBO TOP entrega muito mais do que uma série de piadas sobre o comportamento e cultura hétero no Brasil — e por que não no mundo também, né? Nele vemos o protagonista, Esse Menino, vestido como se fosse um explorador e andando como se fosse numa floresta inabitada. No maior estilo “documentário selvagem”, ele e o guia — e também cinegrafista — Antônio estão atrás da última tribo intacta de héteros no mundo, como se fossem seres selvagens.

Momento em que o explorador encontra a "tribo top". Reprodução: youtube
Momento em que o explorador encontra a “tribo top”. Reprodução: YouTube

Assim que chegam próximos do local, eles identificam logo algumas das características que evidenciam a descoberta, por exemplo as relacionadas à moda — ou a falta dela, conforme apontado pelo humorista –, como vários homens de camisa polo, regata ou sem blusa, usando óculos escuros e alguns de sapatênis ou chuteira. Depois disso ele veste uma camisa polo, bermuda tactel e um “bonézinho sem graça”, oferecidos por Antônio, para que ele pudesse se “camuflar” e tentar contato com a tribo.

Eles são a única espécie do reino animal que fazem questão de provar que é hétero.

Esse Menino em trecho do vídeo TRIBO TOP, do Porta dos Fundos

Para entrar em contato com a espécie, ele mostra um pequeno livro intitulado “Vocabulário Hétero“, dizendo que estuda aquele dialeto há anos. Com cuidado, pois qualquer coisa pode deixá-los agressivos, ele vai chegando próximo de um grupo, devagar, e investe numa saudação. Depois disso eles respondem e ele sugere que há um convite para um golzinho, que conforme o protagonista, é um “ritual clássico”.

O protagonista mostra o livro "vocabulário hétero", com anos de pesquisa. Reprodução: youtube.
O protagonista mostra o livro “Vocabulário Hétero”, com anos de pesquisa. Reprodução: YouTube.

Esse Menino acaba respondendo ao grupo de uma maneira que o grupo não esperava, e assim, todos começam a estranhar o comportamento do explorador, respondendo “qual foi?” repetidamente — como um balbucio. Logo o explorador tenta consultar rapidamente o livro e aposta em remediar a situação, mas não consegue, fazendo com que esse grupo se torne cada vez mais agressivo, apesar de não acontecer nada, de fato.

Para resolver de vez, o explorador oferece uma caixa térmica contendo várias cervejas long neck, que de cara, já acalma o grupo. Em seguida o protagonista fica surpreso pois surge uma fêmea da espécie, que ao passar por um outro grupo, é assediada e importunada.

A fêmea claramente não está cedendo às investidas do macho hétero. E esse é um bom exemplo do porquê essa espécie entrou em extinção.

Observação realizada pelo personagem de Esse Menino no momento em que há um possível ritual de acasalamento entre dois da mesma espécie
Cena final com a mensagem de aviso aos possíveis ofendidos. Reprodução: youtube. Esse menino
Cena final com a mensagem de aviso aos possíveis ofendidos. Reprodução: YouTube.

Depois que a fêmea parte para a agressão, o macho desiste e o explorador observa que a hostilidade do macho não pode ficar às custas da violência assistida. Então ele decide acabar de uma vez com a cena, executando aquele — como o personagem diz — “macho tóxico“, e levando sua cabeça como troféu, para sua casa. Ao final ainda há um texto explicando para possíveis pessoas que pudessem se ofender, que tudo aquilo não foi intencionalmente feito para ofensa, mas que se alguém se sentisse atacado, a mensagem passada não configura crime.

Veja o vídeo TRIBO TOP no YouTube:

Além do YouTube, você também pode conferir o vídeo no Instagram, Facebook e Twiter do Porta dos Fundos.

A ideia por trás

O humor trazido pelo canal Porta dos Fundos não costuma vir como uma comédia escrachada, mas em sua maioria das vezes são vídeos com um humor mais preciso, em que há todo um contexto, geralmente social, que está sendo ironizado. Esse sendo de humor, juntamente com o ator e humorista Esse Menino, formaram uma combinação perfeita para boas risadas.

O formato da esquete, como se fossem aqueles documentários do Discovery Channel, e o título do vídeo, dão uma ambientação do que está por vir. Por muitos anos, muitas minorias sociais buscam, lutam e insistem em serem ouvidas e vistas pela sociedade, algo que homens, héteros, brancos e cisgêneros, em sua maioria esmagadora, não precisam fazer por nascer com esse privilégio. A reação de muitos desses homens ao se deparar, por exemplo, com negros assumindo vagas em universidades através de cotas ou pessoas homossexuais pedindo o mínimo de respeito, só por serem quem são, é de frustração.

Esse menino estreia 1ª participação com porta dos fundos. Através do vídeo "tribo top", vemos o humorista encontrando uma tribo extinta e intacta, e agora ele tenta contato. Confira!
Vez ou outra alguns desavisados precisam entender o humor reproduzido pelo canal, essa reação pode ser geralmente vista nos vídeos do Porta dos Fundos. Reprodução: YouTube

Eles acabam se frustrando do porquê há certos grupos que buscam, como eles dizem, esses “privilégios”, quando há na verdade uma luta por direitos básicos e igualitários. Por muitas vezes esses homens afirmam que “virou crime ser hétero” ou que “não existe mais hétero”, justamente por motivos como os exemplos citados. E é aí que o Porta, junto com o Esse Menino, ironizam toda essa situação. Inclusive na mensagem final, na última linha, eles afirmam que a “mensagem não é crime“.

É tudo tão genial que você não sabe se, quando o vídeo retrata o grupo como uma “espécie extinta e intacta”, se refere ao fato desse tipo de homem se tratar como um animal; se é por eles se sentirem como um grupo, de fato, extinto; ou se é uma mistura de tudo isso em pouco mais de quatro minutos de vídeo.

Esse Menino

E pra quem ainda não o conhece, o protagonista do vídeo é o Esse Menino, nome artístico do ator que ainda não teve seu nome revelado publicamente. Ele já fazia comédia em 2018 mas teve mais evidência na internet ano passado, quando fez um vídeo onde ironizava os e-mails da Pfizer que foram ignorados pelo Governo Federal, na época em que as vacinas estavam sendo negociadas.

Apesar de ter se afastado durante um período, para cuidar de saúde mental, o humorista voltou com essa esquete do Porta dos Fundos mostrando todo o seu talento na área. Inclusive, Esse Menino tentou participar do reality show Futuro Ex-Porta, do Porta dos Fundos. Você encontra todas as redes sociais para conferir o trabalho do Esse Menino no Linktree.

Futuro Ex-Porta

Futuro ex-porta, reality show do canal porta dos fundos. Reprodução: youtube
Imagem de divulgação do reality show Futuro Ex-Porta. Reprodução: YouTube

O reality se trata de um grupo de 10 humoristas que competem entre si para conseguir uma vaga na equipe do Porta dos Fundos. Em sua primeira temporada concluída, o programa exibe, em 8 episódios, quem será o novo integrante do canal, e conforme a descrição do próprio Porta dos Fundos, terá a “satisfação de trocar o canal [Porta dos Fundos] pelo Multishow“. Você pode assistir ao reality show Futuro Ex-Porta no YouTube.

Veja também:

Se você gostar de descobrir a origem de memes, confira nossa série Por Trás do Meme.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados