Fake news sobre o coronavírus COVID-19 serão removidas do Facebook

Facebook fake news Coronavírus
Empresa de Mark Zuckeberg adotou práticas para identificar fake news sobre a doença

A pandemia do novo coronavírus COVID-19 está assustando o mundo, e as fake news estão agravando a situação. Nesta quarta-feira (18) cerca de 202 mil pessoas já haviam sido infectadas em todo o mundo pelo novo vírus, provocando 8.008 mortes. Os números são da Universidade Johns Hopkins, que acompanha a disseminação da doença desde o início da pandemia na China.

Vale lembrar que notícias falsas compartilhadas pelas redes sociais podem prejudicar a batalha contra o novo coronavírus. No início dos casos, na China, circularam vídeos falsos de pessoas desmaiando nas ruas e outros atribuindo o surgimento a hábitos alimentares dos chineses nas redes sociais.

Fake news no Facebok

Levando isso em consideração, a COO do Facebook, Sheryl Sandberg, reafirmou em entrevista à Bloomberg que a empresa de tecnologia está concentrada em eliminar a desinformação em torno do surto de coronavírus COVID-19.

 De acordo com Sandberg, o instagram também utiliza estratégia para conter as fakenews.
De acordo com Sandberg, o instagram também utiliza estratégia para conter as fakenews.

Além disso, de acordo com Sandberg, a empresa tem utilizado a mesma estratégia para conter as fake news no Instagram, que recentemente admitiu que eliminará qualquer filtro de Realidade Aumentada relacionado com a doença.

“Estamos removendo qualquer desinformação sobre o coronavírus”

Sheryl Sandberg, COO do Facebook.

Fake news: como funcionará o filtro de conteúdo?

Em janeiro, o Facebook encarregou uma equipe de verificação de fatos para analisar publicações veiculadas sobre o tema. Quando algum link contendo informações falsas é compartilhado, a rede social fará o alerta de que o conteúdo é impreciso e indicará uma fonte confiável no lugar.

Outro esforço da empresa foi criar um alerta que será notificado quando o usuário fizer pesquisas sobre a doença nos campos de busca das redes sociais.

Facebook também lançará centro de informações

O Facebook anunciou nesta quarta-feira (18), o lançamento de um centro de informações sobre o coronavírus COVID-19. A novidade será disponibilizada pela empresa nas próximas 24 horas. Inicialmente estará disponível em 6 países: Alemanha, Espanha, EUA, França, Itália e Reino Unido.

“Queremos ter certeza que as pessoas têm acesso a boa informação, vinda de fontes confiáveis”,

declarou Mark Zuckerberg.

A sessão será exibida no topo do feed da rede social e conterá notícias de sites identificados como confiáveis e selecionados pela plataforma. Além disso, exibirá dicas de prevenção, de isolamento e de cuidados com pessoas nos grupos de risco.

Fake news no Facebook
Fake news: O Facebook anunciou nesta quarta-feira (18), o lançamento de um centro de informações sobre o coronavírus.

Mark Zuckerberg, co-fundador e CEO da empresa, disse que a prioridade da rede social é prover informações confiáveis para auxiliar as pessoas a superarem a pandemia. Porém, a aba sobre o coronavírus COVID-19 será estendida para outros países no futuro, informou o Facebook, sem detalhar quando.

Fonte: noticiasaominuto

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter