Golpe por sms pede pagamento de conta telefônica com pix

Golpe por SMS pede pagamento de conta telefônica com Pix

Avatar of fernando gomes
Novo golpe por SMS simula promoções e o pagamento de faturas via Pix. Saiba como se proteger do crime

Um novo golpe envolvendo pagamento de conta telefônica da Vivo está acontecendo entre consumidores. Trata-se de uma tentativa de estelionato em que criminosos executam um golpe por SMS e se passam pela empresa para oferecer desconto na fatura do cliente, mas só depois do próprio realizar um Pix.

Como funciona o golpe via mensagem de texto

Nesta semana, consumidores foram ao Twitter para mostrar e esclarecer o golpe que anda acontecendo com diversas pessoas. A princípio, o cliente recebe um SMS com a estrutura tradicional da Vivo — o “Vivo Informa” — mas com um detalhe diferente no fim da mensagem: o usuário precisa realizar um pagamento via Pix no valor de R$ 35,90 até uma data específica para garantir um bônus, que não é explicado em nenhum momento.

Ao acessarem o CNPJ descrito no SMS, os clientes descobriram que, na verdade, um cidadão chamado Alexssander Gonçalves dos Santos, do município de Nilópolis, no Rio de Janeiro, se passava pela Vivo. Outros casos foram identificados ainda com outro CNPJ, dessa vez sob o nome de Carlos Henrique Macedo Lopes. Em algumas publicações no Twitter, a Vivo se posicionou e informou que a empresa não envia promoções com desconto em fatura por SMS e nem aceita pagamentos via Pix.

O golpe também contempla sorteios falsos. Em uma mensagem recebida por mais um usuário, o SMS oferecia 100GB de bônus na internet após o pagamento via Pix de R$ 9,99. E, de quebra, a mensagem havia sido enviada às 6h50 da manhã, antes do horário comercial.

A grande confusão que ronda esse novo golpe é que a mensagem SMS realmente se parece com uma original da Vivo. Até mesmo o número remetente possui cinco dígitos (24708), o que é comum nas empresas telefônicas. Porém, é necessário ficar atento sobre qualquer ação referente a pagamentos indiretos oferecidos pelas supostas organizações.

Como se proteger do golpe do pagamento de conta telefônica com Pix

Golpe por sms pede pagamento de conta telefônica com pix
Estar atento às mensagens de texto e aos dados cadastrados em faturas é essencial para evitar o golpe.

Obviamente, essa não é a primeira vez que golpes do gênero são aplicados. No entanto, quase as mesmas recomendações de prevenção valem também para este caso. Como consumidor da Vivo ou qualquer outra companhia telefônica, você deve:

  • Não realizar de maneira alguma qualquer transferência via Pix

As empresas de telefonia reiteram e nós também: salvas as mensagens oficiais com o código fornecido para o pagamento de faturas em boleto, nenhuma conta telefônica ou de internet é paga via Pix.

  • Atentar-se às mensagens de texto em seu celular

Muitas pessoas acabam caindo em golpes por falta de atenção ou leitura incorreta das informações de SMS. Ao receber um, veja atentamente do que se trata. Se você não solicitou código de fatura para o seu número, não pague valores desconhecidos.

  • Desconfiar de promoções irreais

Muitos golpes acontecem sob o pretexto de promoções especiais para o seu plano adquirido na empresa telefônica. Assim como a Vivo alertou, não há divulgação dessas promoções em mensagens de texto sobre fatura. Você deve desconsiderar qualquer recado duvidoso.

  • Estar ciente das suas faturas, bem como das datas de vencimento

Esteja ciente das suas despesas com os serviços de internet e telefone. Dessa forma, você estará muito mais seguro de suas contas e não aceitará falsos descontos em faturas, principalmente se forem apresentadas datas diferentes das acertadas na hora da aquisição com a empresa.

A nova modalidade do golpe com Pix e o desconto na conta telefônica da Vivo acabaram atingindo alguns consumidores desavisados. Neste caso, é sempre bom estar atento aos seus dados e à movimentação digital deles, principalmente quando o tópico se trata de pagamentos online.

Veja também

Acesse o Showmetech e saiba mais sobre outros golpes e como se proteger deles, como o caso recente de Yasmin Brunet no golpe do delivery.

Fontes: Twitter (1) | Twitter (2) | Twitter (3) | Twitter (4)

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados