Google e Samsung integram novo Wear OS e Tizen

Google e samsung integram novo wear os e tizen
Em parceria com Samsung e Fitbit, novo Wear OS anunciado no Google I/O 2021 pretende trazer melhor performance para saúde e nas tarefas do dia-a-dia

No evento anual para desenvolvedores Google I/O, a empresa anunciou a integração do novo Wear OS e Tizen, sendo a maior atualização do sistema operacional para smartwatches. Essa parceria com a Samsung — desenvolvedora do Tizen para os modelos Galaxy Watch — pretende criar modelos mais potentes, fluidos e dedicados à saúde do usuário — além de integrados ao ecossistema Android.

O novo Wear OS promete mais autonomia

Os smartwatches que usarão o novo Wear OS terão melhorias em bateria, suportando mais tempo ligados; a performance aumentará, com aplicativos carregando 30% mais rápido e com animações mais fluidas na interface, inclusive na troca entre aplicativos.

Além de melhorias ao usuário, o Wear OS também contará com facilidades para os desenvolvedores, uma vez que o Google criará uma central única para o sistema operacional de smartwatches, para as plataformas Android. Com isso, a variedade de aplicativos para o novo sistema ficará maior, assim como aumentará a quantidade de papéis de parede que o seu relógio inteligente poderá ter.

Todos os criadores de dispositivos estarão aptos para adicionar uma experiência mais customizável sobre a plataforma, e os desenvolvedores poderão utilizar as ferramentas do Android que já conhecem e amam para construir uma única plataforma e ecossistema.

Bjorn Kilburn, gestor na Direção de Produtos do Google

Tiles: mais e melhores

Aplicativos fluidos no novo wear os do google
Animações mais fluidas também nos atalhos

Será possível configurar atalhos para acessar os Tiles com facilidade a partir da tela inicial, bastando deslizar na tela para alternar entre eles. Nesses atalhos você inclui os Tiles — como se fossem os “widgets” para o relógio inteligente, onde mostram informações sobre aquele app — da forma que quiser no atalho, tendo maior facilidade de acesso às informações do aplicativo que você escolheu, como o aplicativo que mostra quanto tempo você dormiu, por exemplo.

Alguns aplicativos serão redesenhados — como o Google Maps e o Google Assistente— enquanto outros chegarão a novos países — como o Google Pay. Outra novidade que também chegará ao Wear OS é o YouTube Music, sendo possível ouvir suas músicas favoritas — mesmo que você esteja sem o seu smartphone por perto.

Inclusão de Fitbit

Além das novidades citadas, um dos focos na atualização do Wear OS são os recursos em saúde. Com participação da Fitbit, o sistema oferecerá serviços ainda melhores para informar sobre alguns aspectos da saúde durante o dia, além de te deixar sempre motivado, mantendo seu ritmo de atividades físicas.

Fitbit no novo wear os do google
Alguns modelos e cores de FitBit

Os Fitbits são relógios ou pulseiras que possuem um sistema inteligente, semelhante aos vistos nos demais relógios inteligentes, mas focados na saúde do usuário. Dito isso, é possível que vejamos a performance de um serviço específico nos próximos relógios inteligentes dessa parceria.

A parceriada Samsung com o Google para melhoria da plataforma do relógio inteligente, a nova experiência que é prometida ao usuário e o serviço único do Fitbit para o novo Wear OS chegarão próximos ao final deste ano.

O que achou das novidades para o wear OS? Conta pra gente nos comentários!

Confira também as imagens vazadas do novo Google Pixel 6!

Veja também:

Fonte: Google e The Verge.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário