iOS vs. Android: como funciona a multitarefa (Multitasking)

Multitasking - iOS vs. Android: como funciona a multitarefa (Multitasking)
Vamos aqui esclarecer algumas dúvidas muito frequentes: qual a diferença entre a multitarefa do Android e do iOS? O iOS é realmente multitarefa? Veja...

Multitasking - iOS vs. Android: como funciona a multitarefa (Multitasking)

Em computação, multitarefa é a característica dos sistemas operacionais que permite repartir a utilização do processador entre várias tarefas aparentemente simultaneamente. Quem decide o que estará rodando e quando é o sistema operacional – no caso dos dispositivos móveis é o Android, iOS, WP, etc, e cada um deles tem sua própria maneira de executar o multitasking.

Vamos aqui esclarecer algumas dúvidas muito frequentes: qual a diferença entre a multitarefa do Android e do iOS? O iOS é realmente multitarefa?

Vamos começar pelo Android, pois é o caso mais fácil. Nesta plataforma, desde sua primeira versão, sempre existiu o multitask  real, o que significa que o programador da aplicação pode escolher deixar a aplicação aberta em segundo plano. Isso significa que a aplicação consegue por exemplo receber mensagens, carregar páginas ou vídeos enquanto você está fazendo outra coisa. Ela está sempre viva.

Já no iOS, a coisa funciona de maneira bem diferente. Quando você troca de aplicação, o que acontece é que o contexto da sua aplicação é salvo (a página do Safari que você estava vendo por exemplo, ou a tela em que você estava no twitter), e em seguida, a aplicação é colocada para dormir. Assim, quando você voltar para ela, ela vai estar exatamente onde você a deixou. A única diferença, é que durante o tempo em que você não estava com ela em foco, ela não estava executando! Ou seja, temos uma impressão de multitarefa, pois conseguimos alternar entre as aplicações, mas não ocorre multitask real!

Uma consequência disso é que você não consegue deixar o Youtube carregando um vídeo enquanto vai olhar o seu twitter, pois assim que você trocar de aplicação o Youtube será posto para dormir e vai parar de executar. Outro exemplo é você ter que deixar a aplicação da Veja aberta na mesma tela por vários minutos até ela carregar toda a edição, pois se você trocar para outra aplicação ela vai parar de carregar, enquanto no caso do Android não seria necessário. Porém, esse é um dos grandes segredos da Apple para conseguir fazer a bateria do iPhone durar tanto, afinal, precisamos mesmo que tudo fique vivo o tempo todo? Na maioria dos casos, apenas essa impressão de multitask já é suficiente.

As únicas exceções, onde ocorre multitask real no iOS são: aplicações de áudio (Skype, Pandora, etc) e GPS. Esses tipos de aplicação conseguem realmente executar ao mesmo tempo que uma segunda aplicação.

E você? Acha importante conseguir fazer várias coisas ao mesmo tempo em troca de um pouco menos de bateria? Também ficou decepcionado com o multitask do HTC One X? Ou acha que a maneira que o iOS funciona já é multitarefa o suficiente?

Deixe sua opinião ou sua dúvida nos comentários abaixo!

Multitasking - iOS vs. Android: como funciona a multitarefa (Multitasking)

2 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

Deixe seu comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Seu exemplo do Youtube no iOS x Android vai contra o que diz Anuj Ahooja (engenheiro de software, atualmente focado em desenvolvimento e design para Android) em seu post https://gizmodo.uol.com.br/a-experiencia-multitarefas-do-android-poderia-ser-ainda-melhor

    (“Além disso, antes do 4.2.2, o app que está aberto pausa. Bem, as
    atividades pausam; se você tem um serviço, o usuário entende que o app
    “continua rodando”. Entretanto, muitos não continuam “rodando” de
    verdade. Isso pode ser frustrante, especialmente num caso como o do
    YouTube, que recomeça o buffer do vídeo a cada vez que você volta para o
    app a partir da tela de multitarefas.”)

  • ios é baseado em freebsd, um sistema operacional unix, e tem multitarefa real, a apple não permitia qualquer app rodar em 2o plano pra evitar que apps mal feitas gastassem muita bateria (coisa muito comum no android, btw); no ios 7 a apple permite que qualquer app funcione em 2o plano, mas o usuário pode desativar isso nas configurações, e além disso o ios implementa uma “multitarefa oportunista” que só deixa as apps rodarem em 2o plano em momentos específicos otimizando o uso de bateria, bem interessante

Receba Notícias por E-mail:

Share via