Conecte-se conosco
iPhone X é apresentado como o "futuro dos smartphones"

Apple

iPhone X é apresentado como o “futuro dos smartphones”

O novíssimo iPhone apresenta poucas bordas com uma enorme tela, além de leitor facial Face ID, animojis e a ausência do botão Home

iPhone X é apresentado como o "futuro dos smartphones"

Leia-se “iPhone Ten”, não “iPhone X”. O pulo foi especial para comemorar os 10 anos de iPhone.

Hoje a Apple gastou uma boa parte do tempo da conferência falando do iPhone 8 e 8 Plus, Apple Watch e Apple TV 4K, mas não era isso que público queria. Todos estavam esperando pelo novíssimo smartphone da Apple que iria quebrar os seus próprios conceitos, como a presença do botão Home. Quando todos já estavam cansados, surge na tela: “One more thing”. Assim, logo em seguida foi anunciado o iPhone X, “o futuro dos smartphones”.

Um novo padrão de tela

O maior destaque do iPhone X é seu display. A tela preenche quase que totalmente a parte frontal do aparelho, bem parecido com o LG G6. O gigante display de 5,8 polegadas possui 2436 x 1125 pixels, com 458 ppi, sendo o primeiro Super Retina Display. Além disso, esta será a primeira tela OLED da Apple, finalmente abandonando o IPS LCD. Com isso, cada pixel pode ser ligado individualmente, poupando bateria, além de fornecer o melhor contraste possível. Para completar, há suporte a HDR, Dolby Vision, 3D Touch e True Tone. Esse é um dos maiores avanços em tela da marca iPhone.

Adeus, botão Home

iPhone X é apresentado como o "futuro dos smartphones"

Sem o botão home, multitarefas agora é acessado deslizando de baixo para cima

A Apple também está abandonando o botão Home com o iPhone X. Nada de botão virtual como o Android, a maçã pulou direto para os gestos (que estão chegando agora ao sistema operacional da Google). Na parte inferior da tela estará uma barra horizontal translúcida, é a partir dela que a magia acontece.

Para acordar o celular é só tocar no display, a partir daí deslize de baixo para cima, esse é o novo movimento de desbloqueio. Para voltar ao menu inicial deslize de baixo para cima, começando pela barra. Você notará que o app acompanha o movimento de seu dedo até voltar ao devido lugar. Para acessar o multitarefas, deslize de baixo para cima e pare no meio, mantendo o aplicativo “no ar”; em seguida surgirá os apps recentes ao lado. Se quiser chegar à central de ações, deslize de cima para baixo, na parte superior direita. Agora, para ativar a Siri existe dois meios, tocando no botão de bloqueio (na lateral direita) ou chamando por ela: “Siri!”. Para entrar no Apple Pay, dois toques no botão de bloqueio.

De frente com iPhone X

iPhone X é apresentado como o "futuro dos smartphones"

Face ID será a nova forma de desbloquear o iPhone

Com a saída do botão Home, o Touch ID também se despede. Como substituto, a Apple apresentou o Face ID, o mais avançado sistema de leitor facial num smartphone. Como foi dito durante a apresentação: “Face ID é o futuro de como desbloqueamos os smartphones. Trata-se da tecnologia mais avançada que criamos”.

Diferente do Galaxy S8, o iPhone X não tem leitor íris, mas sim um avançado leitor facial. Na parte frontal do aparelho existe diversos sensores que capturam em 3D o rosto do usuário, conseguindo mapear mais de 30 mil pontos invisíveis. Para desbloquear o celular é preciso estar com rosto entre 25 a 50 centímetros do iPhone X.

iPhone X é apresentado como o "futuro dos smartphones"

Composição da frente do iPhone X

Com isso, o Face ID consegue identificar o usuário com óculos, cachecol, touca, com ou sem barba e até tendo um novo corte de cabelo. A Apple também solucionou um dos maiores temores de leitores faciais, que é o uso noturno. Existe uma câmera infravermelho e um iluminador para que mesmo em ambientes escuros seja possível usar o Face ID.

O Face ID consegue ser mais seguro que o Touch ID e qualquer outro método de desbloqueio biométrico de celular. Em testes, a Apple afirmou que o Touch ID pode ser burlado em um caso de 50 mil; no caso do Face ID é um caso em 1 milhão! Através disso, o leitor facial do iPhone X também suporta Apple Pay, Safari e outros apps. Ainda está resistente ao Face ID? Por fim, saiba que ele é até 2x mais rápido que o Touch ID.

É um pássaro? É um avião? Não, é o A11 Bionic!

Uma nova geração de iPhone, um novo chipset, como é comum. O iPhone X compartilha do mesmo processador que os iPhone 8, o A11 Bionic. Esse é o primeiro hexa-core num smarphone da Apple. Dos seis núcleos, dois são de 2,5 GHz, potentes, com nome Monsoon; os outros quatro são mais simples e chamados de Mistral. Essa separação permite um melhor gerenciamento de energia, e diferente do A10 Fusion, no A11 Bionic todos os núcleos podem trabalhar juntos. O salto de velocidade chega a 70%, se comparado com a geração anterior.

A Apple agora produz sua própria GPU, integrada ao A11 Bionic. A promessa é de processamento de fotos mais rápido e outros ganhos. Junto ao novo chipset, há 3 GB de RAM, mais do que o bastante num iPhone. Não espere baixo desempenho no iPhone X.

O verdadeiro novo iPhone

Os iPhone 8 acabaram não surpreendendo muito. Por fora, eles parecem muito com a geração anterior, limitando as mudanças mais para o interior. Porém, o iPhone X cumpriu seu papel na conferência, demonstrando como os novos smarpthones da Apple passarão a ser.

O iPhone X, assim como os iPhone 8, suporta carregamento sem fio, finalmente. O carregador AirPower, chegando em 2018, pode carregar o iPhone 8, Apple Watch e AirPods (com a caixa) simultaneamente! A porcentagem de carga de cada aparelho pode ser acompanhada no smartphone. Outra semelhança dos três modelos de iPhone anunciados hoje é a traseira de vidro, além da resistência a água e areia.

iPhone X é apresentado como o "futuro dos smartphones"

Animojis imitam nossas expressões faciais com a leitura facial do iPhone X

Outra novidade, advinda do sistema de câmera frontal 3D, são os Animojis. A intenção é tornar as conversas mais divertidas, pois com esse recurso você pode se gravar como emoji e enviar a amigos! Tenha sua voz e expressões faciais em um panda, gato e até unicórnio. Bem, se você já não aguentava ter que ouvir áudios, esteja preparado para os Animojis.

A câmera frontal do iPhone X possui 7 megapixels. As duas câmeras traseiras têm 12 MP cada, uma com f/1.8 e outra com f/2.4, com flash LED quadruplo, OIS e possibilidade de gravar 4K a 60 FPS.

Chegando com iOS 11, o iPhone X passará a ser vendido no dia 27 de outubro, como pré-venda, a partir de US$ 999, com opções de 64GB e 256 GB. O lançamento está programado para o dia 3 de novembro.

Você pretende comprar um iPhone X? Comente abaixo!

Um garoto sul-americano do Nordeste que finalizou o ensino médio e aguarda o início de seu semestre na UFAL em 2018. Até lá acha que pode pelo menos produzir algo útil à humanidade através do SMT, assim para de gastar horas de sua vida em Dota 2.

Comentários

Mais de Apple

Dica

Advertisement

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

Recomendado para você



Subir