Conecte-se conosco
Já pensou viajar de Nova York a Beijing em apenas duas horas?

Ciência e Tecnologia

Já pensou viajar de Nova York a Pequim em apenas duas horas?

A ET3, empresa de transporte em tubo, quer mostrar que a tecnologia “Hyperloop” pode ser eficiente também entre continentes.

O futuro é agora. Por mais clichê que essa frase pareça, são as tecnologias do presente que mudam o amanhã. Carros elétricos e autônomos, carros voadores e até mesmo o transporte em tubo já são realidades hoje que vão modificar como encaramos o transporte nos próximos anos.

A ET3 – sigla em inglês que significa “Evacuated Tube Transport Technologies” ou Tecnologias de Transporte de Tubos a Vaco – é uma empresa que acredita no transporte em tubo, também conhecido como Hyperloop. Só que, diferente de outras companhias, para eles essa nova forma de transporte poderá não só reduzir a distância entre cidades, mas entre continentes também. O CEO Daryl Oster acredita em uma rodovia que atravessa oceanos e que lembra bastante “Os Jetsons”, que poderia reduzir o tempo de viagem entre cidades, como Nova York a Pequim, para apenas duas horas:

“Nossa intenção é que as pessoas possam viajar, por exemplo, de Cincinnati ao Taj Mahal em menos de três horas, por menos de 50 dólares.”

Oster falou sobre sua tecnologia para o TechRepublic, na 2017 Smart Cincy Summit.

A intenção da ET3 é transportar passageiros dentro de tubos metálicos com ar de baixa pressão. Conceitualmente, esse transporte seria parecido como os trens japoneses de alta velocidade, só que no caso o veículo flutuaria por meio de um “colchão de ar”. Para isso, seria usado um jato constante e pressurizado que levantaria o trem, enquanto motores elétricos disparam ele pelos trilhos de ar.

 

O futuro do transporte em tubo

Enquanto a ET3 está apenas imaginando como faria, a Hyperloop já deu alguns passos a mais para inovar o transporte. Desde que a ideia foi apresentada pelo CEO da Tesla e SpaceX, Elon Musk, em 2012, já há agora duas empresas desenvolvendo seus próprios Hyperloop nos Estados Unidos a Dubai.

O Hyperloop One, por exemplo, já teve os testes terminados em Nevada, nos EUA, e agora já tem planos de se integrar ao sistema de transporte norte-americano. A intenção é a mesma em Dubai para as suas rodovias. Enquanto isso, a Hyperloop Technologies pretende conectar toda a Europa pelo transporte de tubo.

Essas iniciativas pretendem realizar o sonho “impossível” de fazer as cidades ficarem sem carros nos próximos cinco anos. No caso, não seria apenas acabar com os carros, mas contar principalmente com veículos autônomos, voadores e até com o transporte em tubo.

Jornalista formado pela Cásper Líbero. Trabalhou na TV Gazeta, BandNews TV e Rede Globo. Atualmente, é Editor-chefe do Showmetech, escrevendo sobre o que há de mais importante no mundo da tecnologia.

Comentários

Mais de Ciência e Tecnologia

Dica

Advertisement


Mais Lidas

Advertisement

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

Recomendado para você



Subir