Skypak, novo jetpack elétrico, faz 1º voo com sucesso. Novidade foi desenvolvida durante os últimos dois anos e empresa agora procura investidores para lançar versão comercial

SkyPak, novo jetpack elétrico, faz 1º voo com sucesso

Avatar of victor pacheco
Novidade foi desenvolvida durante os últimos dois anos e empresa agora procura investidores para lançar versão comercial

Muitas séries e filmes com tom futurista nos apresentaram a ideia de um jetpack elétrico, mas tal ideia nunca saiu do papel e virou um produto viável para o mercado geral, certo? Isso está prestes a mudar com o lançamento do SkyPak, que pode ser facilmente descrito como um “drone vestível”.

Os controles do modelo lembram a pilotagem de um avião e o criador Daniel Gant agora procura investidores para lançar uma segunda versão que será mais potente. Confira os detalhes e próximos avanços da segunda geração, que por sinal, já possui seu projeto pronto.

Funcionamento do jetpack elétrico

Apesar de ser apresentado apenas em 2022, o SkyPak — desenvolvido pela Ascend Dynamics — começou a ser idealizado no começo de 2020. O fundador da empresa e criador do projeto, Daniel Gant, tinha o desejo de desenvolver um jetpack elétrico que voasse de verdade, semelhante ao que vemos em produções de alta tecnologia para a TV e serviços de streaming.

Daniel gant ao lado de projeto de jetpack elétrico
Daniel Gant trabalhou no projeto nos últimos dois anos (Foto: Ascend Dynamics)

Daniel é formado em Engenharia Mecânica pela Universidade de Minnesota Duluth e, enquanto estudava, conseguiu sua licença de piloto privado. Após passar anos trabalhando em uma grande empresa que fabrica aeronaves, ele começou a atuar no SkyPak. Gant sempre teve gosto pela aviação desde seus 13 anos de idade.

O primeiro protótipo foi feito de madeira em tamanho muito menor do que a versão lançada. Apesar de todo o trabalho dos técnicos, este protótipo não conseguiu levantar voo. Isso mudou no final de 2020, quando Daniel e seus colaboradores optaram por utilizar seis motores atualizados e um computador de controle de voo.

A ideia começava a decolar (ou levantar voo) aos poucos. Toda a história foi contada em um vídeo publicado no canal do YouTube da Ascend Dynamics, assista abaixo:

A novidade apresentada dois anos depois do começo dos trabalhos não utiliza combustíveis, mas sim uma bateria que funciona por até 2 minutos. A primeira versão é um tanto limitada em relação ao peso do passageiro: pelo menos por agora, é possível levantar pessoas ou objetos de até 45kg.

Jetpack elétrico da ascend dynamics
Jetpack elétrico possui motores com potência total de 112 cavalos (Foto: Reprodução/Internet)

O protótipo de mochila voadora que realmente consegue levantar voo hoje em dia possui os mesmos seis rotores do segundo projeto, mas obviamente maiores e com uma potência de 112 cavalos em seu total. Os motores que estão no meio fazem o trabalho de levantar o controlador do aparelho para cima, enquanto os superiores e inferiores estão inclinados para permitir a movimentação para frente e para trás.

Existe um fluxo turbulento que diminui a eficiência; no entanto, também há ganhos de eficiência com um sistema contra-rotativo como esse que tende a se equilibrar. Isso não foi um problema em nossos testes até agora.

Daniel Gant, criador do SkyPak

As próximas evoluções incluem a possibilidade de levantar uma pessoa de até 90kg e testes sobre a água para que possíveis buscas de objetos e até mesmo pessoas seja feita por até 30 minutos. A ideia deu certo, então este é o momento de aprimorar para a entrega de uma experiência mais assertiva e que pode ser vendida para empresas e clientes interessados.

A, segunda versão terá 12 motores DC sem escova, que possuem 9,4 cavalos de potência cada. A empresa deseja aproveitar a potência máxima que ainda não foi atingida e outra novidade é a inclusão de suportes de 36 a 40 polegadas. Até o momento, os testes foram realizados apenas com manequins de até 45kg.

Quando o SkyPak chega ao mercado?

O voo do protótipo deu certo, entretanto os desenvolvedoras precisam de mais tempo para colocar o jetpack elétrico no mercado. O propósito da ideia seria permitir que pessoas realizem vistorias em lugares altos e de difícil acesso, como em combates a incêndios, inspeção de pontes, consertos de torres e turbinas eólicas e outras situações.

Mochila voadora da ascend dynamics
Projeto é focado em permitir que pessoas enxerguem locais mais altos sem dificuldade (Foto: Reprodução/Internet)

O preço para a versão comercial também não seria tão acessível quanto você pensa. Daniel Gant estima que o jetpack elétrico possa ser adquirido por um valor que varia entre US$ 120.000 e US$ 180.000 (entre R$ 567 mil e R$ 850 mil). Ainda não há uma data de lançamento definido pela empresa, mas isso deve acontecer apenas quando o modelo funcionar durante um tempo maior e claro, conseguir levantar humanos.

Jetpack elétrico da ascend dynamics
Segunda versão será lançada quando empresa conseguir investidores (Foto: Reprodução/Internet)

Não será necessário ter uma licença especial para pilotar o jetpack, já que ele é considerado um veículo ultraleve. A empresa que também trabalhou no projeto precisa de financiamento de algum investidor para que a segunda versão seja lançada e chegue ao mercado.

Se pudesse, você compraria este drone vestível? Diga pra gente nos comentários!

Veja também

Já imaginou como seria feito um lançamento de satélite via arremesso? A SpinLaunch não só pensou nisso, mas como também colocou a ideia em prática.

Fontes: Input Mag l Ascendl The Drive

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados