Esqueça o currículo: linkedin testa contratação por habilidades em cingapura

Esqueça o currículo: LinkedIn testa contratação por habilidades em Singapura

Avatar of bruno martinez
Novo projeto do LinkedIn quer democratizar o processo seletivo das empresas, com base na tendência observada no mercado de profissionais “faz-tudo”

O LinkedIn anunciou o lançamento de um programa em Singapura em parceria com a National Jobs Council, cujo objetivo é incentivar as empresas a realizar a contratação por habilidades em vez de por qualificações profissionais. O projeto surgiu como uma medida de atender a uma demanda do mercado que deixou milhares de pessoas em busca de emprego durante a pandemia de COVID-19. Além disso, essa seria uma maneira de selecionar e aproveitar talentos de ‘uma maneira mais justa’.

Panorama das vagas de emprego na pandemia

Esqueça o currículo: linkedin testa contratação por habilidades em singapura
Desemprego afetado pela pandemia levou empresa a lança projeto para estimular novas contratações mais democráticas. Plataforma também vai disponibilizar dicas e workshops para a preparação de candidatos em seus perfis no LinkedIn.

Segundo a Bloomberg, 250 milhões de empregos foram deslocados mundialmente devido à pandemia. Diversas empresas tiveram de reduzir custos e, consequentemente, demitir funcionários. Algumas áreas foram especificamente mais afetadas, como o setor de turismo e aviação. Dessa forma, o LinkedIn resolveu auxiliar o processo de contratação com políticas mais inclusivas e completas.

Feon Ang, da equipe do LinkedIn, publicou um comunicado no blog da plataforma informando que é necessário apresentar mais caminhos para os profissionais conseguirem explorar suas habilidades e se reinserirem no mercado de trabalho. A vice-presidente de Solução de Talentos e Aprendizado do LinkedIn citou como exemplo o caso de um engenheiro aeronáutico, que perdeu seu emprego e realizou um curso de gerenciamento de projetos para se relançar no meio corporativo. Tal atitude faz parte de uma tendência prevista no mercado de trabalho, que consiste em funcionários “faz-tudo”, habilitados para realizar tarefas além de suas formações.

“Precisamos ajudar os trabalhadores a identificar habilidades sociais que eles podem transferir de um trabalho para outro. Também vimos que os próprios trabalhadores afetados mostraram resiliência e determinação para se reerguer, requalificando e explorando funções em diferentes setores”

Feon Ang, Vice-presidente de Solução de Talentos e Aprendizado do LinkedIn.

Por outro lado, Feon também afirma que as empresas devem ser incentivadas a abrir a mente no que se diz respeito ao processo de contratação. Em grande parte das entrevistas e processos seletivos, os contratantes estão muito mais interessados em quem já possui um grande histórico na área escolhida do que naqueles que possuem menos ou ainda estão iniciando carreira.

Para isso, Feon diz encorajar “todas as empresas a contratar com base em habilidade, em vez de experiência anterior ou qualificações tradicionais, e investir no desenvolvimento de suas contratações posteriormente”. Assim, uma maior gama de profissionais seria alcançada e o processo se torna mais democrático de certa forma.

Esqueça o currículo: linkedin testa contratação por habilidades em singapura
LinkedIn quer que profissionais sejam contemplados com seu novo projeto, ainda exclusivo para algumas vagas em SIngapura. O chamado Skill Path também prevê a integração de empresas para que possam realizar uma contratação mais justa, explorando e selecionando uma maior variedade de talentos disponíveis hoje no mercado.

Skill Path: a contratação por habilidades do LinkedIn

Como isso em mente, a representante do LinkedIn anunciou oficialmente o Skill Path (“Caminho de Competências”, em tradução), que oferece aos usuários a oportunidade de fortalecer suas habilidades através dos cursos do LinkedIn Learning. Segundo Feon, o sistema recolhe as habilidades dos candidatos e ajuda as empresas a tomarem uma decisão mais equitativa.

O programa prevê a melhor indução das habilidades necessárias para cada vaga disponibilizada na sua plataforma, seja por texto ou em vídeo, substituindo o currículo profissional, além de proteger as conversas de recrutador e candidato em casos de avanço no processo seletivo. No lançamento exclusivo em Singapura, as vagas compreendem os cargos de atendimento ao cliente, analista de dados, gerente de projeto, recrutador, coordenador da cadeia de suprimentos e desenvolvimento de vendas.

Esqueça o currículo: linkedin testa contratação por habilidades em singapura. Novo projeto do linkedin quer democratizar o processo seletivo das empresas, com base na tendência observada no mercado de profissionais "faz-tudo"
LinkedIn aposta na contratação por habilidades em sua plataforma, em vez de histórico profissional na área. (GIF: LinkedIn/Divulgação)

Por meio do Skill Path, são feitas sugestões aos candidatos com base em suas habilidades prescritas. O LinkedIn recomenda o uso da hashtag #OpenToWork (“Disponível para trabalhar”, em tradução) nos perfis dos candidatos para os contratantes localizarem seus status.

A rede social da Microsoft também vai disponibilizar uma série de workshops virtuais sobre a comunidade profissional do LinkedIn, tutoriais de configuração de perfis e ouvir insights sobre o lado das empresas contratantes. As inscrições podem ser feitas na plataforma especial da empresa. Quem contrata pode indicar o interesse por talentos do Skill Path também no site do Linkedin.

Ainda não há informações sobre expansão do projeto para outros lugares ao redor do mundo, mas acredita-se que o LinkedIn deva investir nessa tendência também em outros países, visto que o desemprego na pandemia teve impacto global. Até lá, a empresa espera obter resultados positivos em Singapura, tanto para os profissionais quanto para as companhias.

Veja também

Acesse também outras notícias relacionadas no Showmetech. Conheça o novo recurso da ferramenta de busca do Google para procurar vagas de trabalho remoto durante a pandemia.

Fonte: LinkedIn

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados