Linkedin testa salas de áudio interativas estilo clubhouse

LinkedIn testa salas de áudio interativas estilo Clubhouse

Avatar of lucas gomes
Além das salas de áudio, que chegarão em meados de março, ainda veremos salas de vídeo na rede social, com previsão de chegada em setembro. Confira!

O Clubhouse, rede social para conversas por áudio, foi uma grande novidade no ano passado. Muitas pessoas se juntaram em salas para discutir os mais diversos assuntos, inclusive o Twitter também aderiu ao recurso com o Spaces. E agora veremos esse mesmo formato em outra rede social. Reuniões via áudio no LinkedIn serão disponibilizadas em breve aos usuários, e também por videoconferência, que veremos ao longo do ano. Confira sobre a novidade!

Salas de áudio no linkedin. Reprodução: techcrunch
Salas de áudio no LinkedIn. Reprodução: TechCrunch

A ferramenta faz parte de uma nova proposta da rede social para implementar um recurso de eventos na plataforma. Primeiro eles vão liberar as salas de áudio — aquelas vistas no Clubhouse — até março, e ao decorrer do ano, poderemos ver também a inclusão de salas de vídeo, semelhante às videoconferências que já existem em outros aplicativos.

Nossa filosofia é colocar os organizadores no controle. Queremos tornar mais fácil hospedar mesas virtuais, bate-papos, reuniões e muito mais. Alguns podem querer que o evento seja mais formal ou menos formal. Alguns podem querer se comunicar com seu público, para melhor se expressar. Estamos dando aos profissionais interatividade e suporte.

Jake Poses, gerente de produtos do LinkedIn sobre a novidade

A intenção da rede social seria de apresentar um espaço para possível realizações de eventos com a possibilidade, inclusive, de solicitar ingressos para a participação. Em teoria, haverá um apresentador que ficará responsável por gerenciar a sala e suas discussões, bem como haverão também atendentes que ficariam responsáveis por conversar com os demais participantes durante e após o encerramento do evento.

Como seria uma sala de vídeo no linkedin. Reprodução: techcrunch
Como seria uma sala de vídeo no LinkedIn. Reprodução: TechCrunch

Por enquanto os planos são de que os criadores de conteúdo da rede social façam os testes para conferir como será a performance da ferramenta na plataforma e, posteriormente, este será estendido para que a rede social comporte eventos e empresas de larga escala. Já as salas de vídeo, os planos são de que sejam vistos em meados de setembro a outubro.

Veja também:

Conheça também o Service Marketplace, a ferramenta para freelancers do LinkedIn.

Fonte: TechCrunch.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados