Magalu com a mão na cabeça

Lucro do Magazine Luiza cai 89% no 3° tri; e-commerce se destaca

Avatar of victor pacheco
Lucro de empresa em relação ao terceiro trimestre de 2020 caiu, mas vendas seguem em crescimento e e-commerce sendo maior opção

Apesar de todo o sucesso no ano passado, o lucro do Magazine Luiza apresentou uma queda de quase 90% no terceiro trimestre quando realizamos uma comparação com o mesmo período do ano passado. Mas entretanto, isso não significa que as vendas caíram e pelo contrário: a empresa chegou a vender mais em 2021, tendo o e-commerce como sua principal fonte de renda. Ao realizarmos uma comparação entre 2020 e o ano atual, houve um crescimento de 12%.

A queda no lucro pode ser explicada pela baixa escolha das pessoas realizarem compras em lojas físicas do Magazine Luiza, uma vez que apesar de ser grande na internet, estes estabelecimentos ainda impactam diretamente nos ganhos da empresa. Entenda todos os detalhes sobre o lucro do Magalu agora mesmo.

Vendas totais crescem 12%, apesar da queda no lucro do Magazine Luiza

Ao realizarmos uma comparação com dados do terceiro trimestre do ano passado, que foi um período onde mais pessoas estavam realizando compras pela internet devido às lojas físicas estarem fechadas, houve uma queda de 89% no lucro do Magazine Luiza. Se entre julho e setembro de 2020, a empresa ]chegou a ter um lucro de R$ 215,9 milhões, este valor foi de R$ 22,6 milhões no ano atual.

Muitas pessoas podem imaginar que isso foi decorrente de uma queda, onde na verdade, a empresa realmente deixou de ter mais vendas em suas lojas físicas. Mas acontece que as vendas no terceiro trimestre de 2021, as vendas foram 12% maiores do que o mesmo período do ano passado.

Loja da magazine luiza
Empresa teve queda na procura de produtos em lojas físicas em relação a dados de 2019.
Fonte: Money Times

Falando sobre lucros líquidos não recorrentes, que podem ter origem de renegociação de dívidas, concessões etc., o Magazine Luiza teve um lucro líquido no terceiro trimestre de 2021 (o dinheiro que realmente foi contabilizado como ganho depois de todos os descontos) de R$ 143,5 milhões. Este valor é 30,5% menor do que o que a empresa registrou no passado, quando atingiu R$ 206 milhões de lucro líquido.

O ano passado pode ser considerado de muita adaptação para todos os consumidores, onde muitas pessoas que ficaram sem opção então estavam optando por fazer compras online. O grande “boom” do e-commerce em geral foi essencial para que os comerciantes não precisassem fechar as portas e a ida para o mercado digital era quase que obrigatória.

E-commerce foi mais utilizados por clientes da empresa

Apesar do lucro do Magazine Luiza ter apresentado uma queda de quase 90% quando realizamos uma comparação entre o terceiro trimestre de 2020 e 2021, pode-se afirmar que a empresa teve mais vendas no ano atual. Somando as vendas totais, falando sobre lojas físicas e âmbitos virtuais, há um crescimento de 12%. Em 2020, o Magazine Luiza chegou a ter um crescimento de 148% devido a mais pessoas estarem realizando mais compras online.

Pessoa mexendo em um celular com a logo da magazine luiza ao fundo
Lucro do Magazine Luiza apresentou queda, mas vendas cresceram.
Fonte: Estadão

Olhando para os dados deste ano, a empresa conta com um lucro de R$ 13,8 bilhões em todos os canais de venda que possui disponível no mercado (lojas físicas e marketplaces com estoques próprios). Lembra que citamos que as pessoas agora estão comprando mais pela internet? O Magazine Luiza também sabe disso e viu seus canais digitais venderem R$ 10 bilhões pela primeira vez em toda a história. Este canal da empresa já representa 72,46%  de todas as vendas e teve um crescimento de 22%.

Lucro da magazine luiza
E-commerce já representa mais de 70% de vendas do Magazine Luiza.
Fonte: Magalu

Os consumidores que realizaram compras pela internet estão voltando a fazer aquisições digitais justamente pela praticidade e quem ainda não fez isso, está se aventurando pela primeira vez devido aos benefícios.

o Magazine Luiza também citou que suas lojas físicas tiveram uma queda de 8% nas vendas em relação à 2019, quando ainda não estávamos vivendo um momento de pandemia. Esta ação do público também influenciou na queda do lucro da empresa, uma vez que é o principal local onde pessoas de baixa renda realizam compras.

“O que aconteceu na prática foi a saída da segunda onda da pandemia com cenário macroeconômico mais difícil e que provavelmente vai continuar.”

EBTIDA da empresa também apresentou queda de 37,5% na comparação anual

Sendo o dado que representa o resultado da operação da empresa, também tivemos uma queda em 2021, usando informações do ano passado como base. Também chamado de lucro antes de juros, impostos depreciação e amortização, o EBTIDA do Magazine Luiza apresentou uma queda de 37,5% em relação a 2020.

Lojas físicas da magazine luiza
Com pessoas indo para o mercado digital, empresa também estará focada em capacitar vendedores para este mercado.
Fonte: Magazine Luiza

Na prática, esta é a margem utilizada para que as empresas saibam de sua realidade e se todos os gastos podem ser pagos de acordo com o valor que se tem disponível na empresa. Apesar do número um tanto negativo em um ano com mais vendas, o Magazine Luiza ainda conta com uma grande participação no mercado. Vale citar que se uma empresa tiver um EBTIDA negativo, há grandes problemas de gestão. O que não é o caso do Magazine Luiza, pelo menos por agora.

O sucesso das compras online

Se você não foi uma das pessoas que realizaram uma primeira compra online em 2020, com certeza conhece alguém que passou por isso. No ano passado, o e-commerce em geral passou por uma verdadeira alta, alcançando números nunca vistos em toda a sua história. Apenas na Black Friday, grande data comercial que antecipa as vendas para festas de final de ano, estima-se que houve um lucro de  R$ 5,1 bilhões apenas no Brasil. Um crescimento de 31% em relação ao ano de 2019.

Site magazine luiza
E-commerce deve seguir fazendo sucesso agora no final de ano.
Fonte: Seu Dinheiro

Apesar disso a VIA, que é concorrente do Magalu e dona de grandes lojas como Casas Bahia e Ponto, também não conseguiu manter um alto lucro no terceiro trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano passado. Esta empresa teve um prejuízo de R$ 638 milhões, com suas ações fechando em queda de 12%.

Pessoa realizando compra pela internet
Consumidores estão mais seguros em realizar compras pela internet.
Fonte: Freepik

As companhias agora precisam agir para fazer com que seus canais digitais, que agora estão sendo mais optados pelos consumidores, continuem crescendo. Na verdade, isso já está acontecendo, onde já estamos vendo muitas promoções que são focadas apenas no âmbito digital.

Com a Black Friday de 2021 chegando e as demais festas de final de ano “batendo na porta”, resta esperar que tudo isso passe e se realmente as empresas terão resultados positivos. Nos últimos dois meses deste ano, você pretende realizar mais compras em locais físicos ou digitais? Comente conosco!

Veja também

Sabia que em maio deste ano, foi divulgado que o Magazine Luiza está no topo da geração de valor? Entenda isso agora mesmo:

Fontes: Valor Econômico, O Globo, Info Money e Seu Dinheiro

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados